Jogo frio e empate amargo contra o Gama

A equipe do Ceilândia recebeu a forte equipe do Gama e ainda que o Gama tenha perdido o aproveitamento de 100% no campeonato, o fato é que o Ceilândia, ao empatar sem gols, perdeu dois pontos, a possibilidade de frear ainda mais o desempenho da equipe visitante no campeonato e a possibilidade de engrenar sua própria sequência vitoriosa.

001---Ceilândia-x-Gama_600x450

Com o resultado e com o desempenho durante a partida, o time do Ceilândia provou mais uma vez ser uma equipe forte. Encarou um Gama que, durante a etapa inicial atuou como se esperava, pressionou a partir da defesa do Gato Preto, mas sem que isso resultasse em qualquer fruto para a equipe visitante. Durante o primeiro tempo o Gama manteve mais a bola no campo de ataque, sem oferecer risco. O Ceilândia teve poucos momentos no campo do adversário durante um primeiro tempo morno, em que se houve algum perigo oferecido, ainda que não muito,  foi à meta da equipe visitante.

005---Ceilândia-x-Gama_600x450

No segundo tempo o panorama da partida se inverteu. O Ceilândia mantinha a bola no ataque sem oferecer perigo, mas a equipe adversária foi que mais chegou perto de oferecer perigo a alguma das metas. O jogo até correu o risco de esquentar, não em razão de arremates oferecidos pelas equipes mas em razão do excesso de tolerância da arbitragem com lances mais duros, o que causou um princípio de confusão que não se encaixava no jogo morno e sem riscos apresentado pelas duas equipes e que não perdurou durante o restante da partida.

008---Ceilândia-x-Gama_600x450

Ao final, para toda a torcida, que compareceu em bom número ao Regional, alguns munidos de capa ou guarda-chuva devido à ameaça de chuva forte que se limitou a uma rápida chuva leve no início da partida, ficou um gosto amargo por se perceber que o Ceilândia tinha condições de vencer a partida, e mais ainda por perceber que a equipe adversária não parecia se incomodar com o empate em 0 a 0 que perdurou amargamente até o fim.

 

Comentarios

Comentarios