Tradição perdida: CEC não disputará juniores

Mais que competir, o CEC sempre fez um grande trabalho social nas categorias de base. Essa tradição, que tirava das ruas mais de 150 jovens, foi rompida este ano.

rafael.gifPara alguns falta de vontade política; para a direção, absoluta falta de apoio e de recursos. Por isso o CEC, terceiro colocado em 2004 e vice em 2005 não disputará o campeonato de juniores.

Para alguns a medida é equivocada, para outros a resposta está no fato de que do time que disputou o metropolitano 2006, apenas o goleiro Rafael(foto) fora formado nas categorias de base do clube. Os primeiros argumentam que até o Brasiliense já se rendeu à necessidade de trabalhar com jogadores da casa como Indio, Breno e Cabrini e que o Ceilândia perdera a chance em investir em talentos da casa como Adriano Linhares. Para os que vivem a realidade do Ceilândia o argumento é que os recursos são escassos e que é preciso priorizar a série C.

A notícia deixou muitos tristes, mas ninguém ficou mais triste do quê aqueles que verdadeiramente torcem para o Gato.

Comentarios

Comentarios