Baiano: reforço do Ceilândia

Baiano conduzirá tocha olímpica em sua cidade natal

Baiano comemora seu gol diante do Chile no Pre-Olímpico de 2000 (Getty Images)
Baiano comemora seu gol diante do Chile no Pre-Olímpico de 2000 (Getty Images)

Com pouco mais de uma semana de trabalho, o profissionalismo de Baiano chama atenção na Cidade do Gato. Primando por procurar dar o exemplo, Baiano naturalmente vai se impondo como uma liderança positiva na equipe que se prepara para a D-2016.

Na próxima semana, contudo, Baiano desfalcará o elenco do Ceilândia nos treinamentos. O motivo é justo.

Baiano: reforço do Ceilândia
Baiano: reforço do Ceilândia

Tendo disputado os Jogos Olímpicos de 2000, em Sydney, Austrália, jogando na lateral direita da seleção brasileira, então treinada por Vanderlei Luxemburo e que tinha Ronaldinho Gaucho e Alex como principais jogadores, o baiano de Capim Grosso, pequena cidade de pouco mais de  25 mil habitantes, incrustada entre Bom Jesus e Salvador, terá a honra de conduzir a tocha olímpica no revezamento a ser realizado em sua cidade natal.

O evento será realizado na próxima terça-feira, dia 25 de maio. Baiano falou com o CeilandiaEC e, ansioso por esse momento,  disse sentir-se honrado pela lembrança e que não vê a hora participar desse momento histórico.

Comentarios

Comentarios