Quebra-Cabeças

20160709cec3x0aparecidense_089

A semana será curta para o Ceilândia. O jogo  contra o Comercial-MS, que seria disputado em Campo Grande-MS, foi transferido para Dourados, quase na fronteira com o Paraguai.

Serão 230 quilômetros a mais. Toda a logística terá que ser readequada.

Na bagagem, o Ceilândia levará diversas incertezas. A principal está em relação a seu adversário da segunda fase. É praticamente impossível fazer-se um prognóstico. Os times que jogaram fora na última rodada decidirão em casa. Então, a tabela de classificação deve mudar completamente. O Ceilândia precisa vencer e esperar para ver.

No elenco, o Ceilândia tem um desfalque certo: o artilheiro Willian recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora do jogo contra o Comercial-MS. Adelson não tem jogador com as mesmas características.

As opções são Kabrine e Filipe Cirne. Willian tem o que é de melhor de cada um. A opção mais lógica seria Filipe Cirne, que se apresenta mais a frente para fazer o gol. O problema é que, com Kabrine, o Ceilândia sobe mais compacto, ao passo em que Filipe Cirne acelera o jogo.

Em compensação, Filipe Cirne se apresenta mais ao ataque do que Kabrine. Kabrine compõe melhor, mas Filipe Cirne tem ofensivo melhor (assistência e gols). Em outras palavras: Adelson terá problemas para definir.

 

 

Comentarios

Comentarios