Em 2016, duas frustrações: o vice do Candangão...

Ceilândia enfrenta o Brasília. Didão é Cem!

Ceilândia se enfrentaram em Formosa no ano passado. Agora, jogo será em Luziânia
Ceilândia se enfrentaram em Formosa no ano passado. Agora, jogo será em Luziânia

O Ceilândia volta a campo nesta quarta, 15h30, no Serra do Lago, para enfrentar o Brasília. Quatro pontos atrás dos líderes da competição, o Gato Preto precisa provar jogo após jogo que o elenco, titulares e reservas, está à altura dos desafios.

Dividido entre três competições, Adelson coloca o campeonato candango como prioridade, sem tirar os olhos da Copa Verde. Para o desafio desta quarta, o Ceilândia terá o retorno de alguns jogadores dentre eles Wallinson.

Didão também é cem

Em 2006, Didão já estava em seu terceiro ano de Ceilândia
Em 2006, Didão já estava em seu terceiro ano de Ceilândia

Enquanto o treinador do Ceilândia chega a 200 jogos comandando a equipe alvinegra, outra marca é digna de registro. No último final de semana, Didão chegou a 100 jogos como titular da camisa alvinegra. Para se ter uma idéia do quanto essa marca é importante no futebol local basta notar que a primeira temporada de Didão com o Ceilândia foi em 2004.

Ao atingir a marca de 100 jogos, Didão chega ao seleto grupo inaugurado pelo zagueiro Tião da década de 80 e o maior de todos: Cassius. Do elenco atual, Badhuga, como o segundo jogador que mais vezes atuou com a camisa do Ceilândia, conta mais de 100 jogos.

Depois de 4 anos, Didão voltou ao Ceilândia para ser campeão em 2012

Nascido em Brasília em 1981, Didão conta hoje 35 anos de idade.  Começou no Ceilândia ainda em 2003, nos preparativos para a temporada 2004.

Entre 2004 e 2007 foram quatro temporadas consecutivas, mas o título não veio. Em 2005, o Gato Preto ficou com o vice-campeonato ao perder o jogo decisivo para o Brasiliense por 3 x 1. 

Didão se despede em 2014, para voltar em 2016

Didão ficou longe do Ceilândia entre 2008 e 2011. Retornou em 2012 para enfim sagrar-se campeão com a camisa alvinegra. Permaneceu em 2013, mas mais uma vez deu um até logo em 2014. Ficou duas temporadas fora e retornou em 2016 para mais uma vez ser vice-campeão candango com o Ceilândia. 

Em 2016, duas frustrações: o vice do Candangão...
Em 2016, duas frustrações: o vice do Candangão…

Didão inicia 2017 com novas responsabilidades. Com a braçadeira de capitão, o  volante tem a responsabilidade de levar o Gato Preto a mais um título local.

... e a surpreendente eliminação na série D
… e a surpreendente eliminação na série D

Alguns números de Didão: Didão jogou 104 vezes com a camisa do Ceilândia, contando-se apenas jogos oficiais. Dessas, 100 vezes como titular. No total foi substituído 15 vezes, marcou 13 gols. Foi advertido 26 vezes com cartão amarelo e conta uma expulsão (Sobradinho em 2005, empate em 2 x 2). 

A última vez que foi aproveitado como suplente foi em abril de 2013, na vitória por 3 x 0 sobre o Brazlândia. O último gol de Didão com a camisa do Ceilândia também foi em 2013, na vitória de 2 x 1 sobre o Legião.

Related Images:

Comentarios

Comentarios