Wallace, Michel, Pedro e Gilmar: Ceilândia forte em 2017

Quando os suplentes podem fazer a diferença

Disputando a posição com Artur e Pedro, Marcelo foi o único a não ter oportunidade em 2017
Disputando a posição com Artur e Pedro, Marcelo foi o único a não ter oportunidade em 2017

O Ceilândia chegou às semifinais do Candangão 2017 com uma dinâmica diferente dos anos anteriores. Premido pelas diversas competições, o técnico Adelson de Almeida deu oportunidades à quase totalidade do elenco. Alguns jogadores aproveitaram as oportunidades, outros não.

Allanzinho queda brutal de produção: sofre o jogador, sofre o Ceilândia
Allanzinho queda  de produção: ruim para o jogador, ruim para o Ceilândia

Nas três competições disputadas até o momento, o Ceilândia utilizou-se de 26 jogadores, 25 no Campeonato Candango. Dentre aqueles elegíveis no início da temporada, apenas o terceiro goleiro Marcelo Ribeiro não entrou em campo.

Willian chegou e tem estado melhor a cada partida: Ceilândia vai precisar de todos
Willian chegou e tem estado melhor a cada partida: Ceilândia vai precisar de todos

Alguns jogadores aproveitaram bem as oportunidades, outros nem tanto. Algumas perdas foram lamentadas. Wallace Tartá foi uma dessas perdas a serem lamentadas. Com reconhecido talento, quando chamado não estava preparado. No futebol, como na vida, sorte é quando a competência encontra a oportunidade.

Kabrine tem feito bons jogos e é opção
Kabrine foi o décimo segundo jogador em 2016: lesão o tirou da equipe

Em um elenco que conta com Didão, Emerson Martins, Almeida, Felipe Cirne, Alcione, Willian Carioca e até mesmo Elivelto e Kabrine no meio de campo o lugar por espaço é muito difícil.  Allanzinho, por exemplo, tem características que são só suas e que poderiam ser úteis: precisa dar a volta por cima e estar preparado, aliás como todos precisam estar preparados.

Formiga comemora seu gol diante do Luziânia: aproveitando as oportunidades
Formiga comemora seu gol diante do Luziânia: aproveitando as oportunidades

A luta por espaço é uma noção equivocada em um futebol em que as equipes são montadas de acordo com o adversário. O jogo de ida contra o Luziânia foi uma prova disso. Formiga havia sido questionado pelos torcedores na partida anterior e entrou como titular para desempenhar uma função taticamente importante. Desempenhou a função e ainda foi premiado com um gol.

Michel, Didão, Romarinho e Formiga comemoram: virada contou com futebol e superação, como deve ser
Michel, Didão, Romarinho e Formiga comemoram: Michel tem sido importante nos jogos difíceis

Em uma luta tão renhida pela posição é preciso estar física, técnica e,  mais importante, mentalmente preparado. De modo geral, todos tiveram chance e na maior parte do tempo corresponderam.  Isso pode ser medido defensivamente e ofensivamente.

Willian Gabriel: vai precisar, como todos, está preparado para os jogos finais
Willian Gabriel: vai precisar, como todos, está preparado para os jogos finais

A prova do empenho defensivo de algum modo pode ser medido pelo número de cartões amarelos. Está bem! Os cartões podem mostrar que o jogador chegou atrasado, estava mal posicionado e outros poblemas… Dos 25 jogadors utilizados por Adelson no Candangão 2017 um total de 16 foram advertidos. 

David foi discreto contra o Luziânia: Ceilândia vai precisar muito mais que discrição se quiser ser campeão
David esteve em 9 jogos e recebeu 2 cartões amarelos em 2017: Ceilândia vai precisar muito mais que discrição se quiser ser campeão

Se os cartões não são um bom indicador do aspecto ofensivo o mesmo não se pode dizer do número de gols.  Aqui metade dos jogadores de linha fizeram gol em 2017: doze jogadores de linha do Ceilândia anotaram gol em 2017.

Didão sai contundido contra o Luziânia: estão todos prontos para substituí-lo?
Didão sai contundido contra o Luziânia: estão todos prontos para substituí-lo?

A máxima de que time ganha jogo e elenco ganha campeonatos vai ser testada a partir da próxima quarta-feira. Jogos difíceis virão e uma pergunta terá que ser respondida pelo elenco: todos estarão à altura dos desafios que virão?

Comentarios

Comentarios