Sobre os incidentes do jogo contra o Botafogo

Vareta parece apaziguar
Vareta parece apaziguar

Por uma série de razões o SiteCEC deixou de emitir opiniões sobre os fatos do último sábado, no Guará. A principal foi que não percebeu o início da confusão. De qualquer forma uma constatação é óbvia: a imprensa ao reclamar do tratamento dispensado a ela por pessoas ligadas ao Ceilândia está coberta de razão.

A imprensa não tem culpa de muitas coisas. Não tem culpa pelo clima criado no estádio, mas por isso o Ceilândia não também não tem culpa. A imprensa não tem culpa pelo excessivo número de pessoas dentro de campo, mas por isso o Ceilândia também não tem. A imprensa não tem culpa por Webber ter iniciado o jogo e ter sido substituído por Adriano que, nas duas primeiras entradas, procurou intimidar Dimba. Acontece que o Ceilândia também não tem culpa por isso.

A imprensa não tem culpa se o árbitro Rogério Bueno (sejamos justo: o árbitro pode ser tão vítima de tudo isso e principalmente do clima criado para a partida quanto o Ceilândia e a imprensa) se perdeu na condução da partida. O seu grande problema na verdade foi ter irritado os dois times marcando sucessivas faltas inexistentes. Estava criado o caldo de cultura propício ao que aconteceu no final da partida.

Insiste-se: o Ceilândia foi bem, suportou a pressão dentro e fora de campo. Mostrou que ninguém vai ganhar do alvinegro no grito. Mais importante: isso não contaminou o time que mostrou muita maturidade contra o Dom Pedro, na vitória por 2 x 0. Não precisava ter descontado na imprensa.

Uma última palavra: o SiteCEC não acredita que Wellington Vareta tenha feito qualquer coisa de errada. Ã? um gentleman dentro de campo e um cavalheiro não pratica determinados atos. Embora não tenha presenciado todo o desenrolar dos fatos, a distância o SiteCEC tirou algumas fotografias. O que se viu foram gestos apaziguadores de Wellington Vareta. Será uma surpresa se tiver ocorrido algo diferente disso.

Comentarios

Comentarios

Start a Conversation