Gildeon foi técnico do time feminino do Ceilândia: um pioneiro, um lutador, um sonhador

Gato Preto mais triste: Gildeon nos deixou

Gildeon foi técnico do time feminino do Ceilândia: um pioneiro, um lutador, um sonhador
Gildeon foi técnico do time feminino do Ceilândia no ano 2002: um pioneiro, um lutador, um sonhador

Ele foi um pioneiro, um lutador, um sonhador. Gildeon Ribeiro Soares foi dessas pessoas que anonimamente deram sua contribuição para o futebol candango. Gildeon faleceu nesta madrugada, vítima de insuficiência respiratória.

Gildeon foi um dos pioneiros do futebol feminino do Ceilândia.   Lidou no Tribunal de Justiça Desportiva e foi observador da CBF e FFDF.   Das últimas vezes em que foi ao estádio não lembrava em nada a pessoa forte do início dos anos 2000.  A enfermidade lhe tirara a energia, mas não a voz mansa e o sorriso.

O corpo será velado na Capela Especial 6, do Cemitéiro Campo da Esperança. O sepultamento ocorrerá às 16h.

Comentarios

Comentarios