Kasado foi substituído por Emerson Martins contra o Sinop.

Em Sinop, Ceilândia tem o desafio de reescrever sua história na D-2018

Kasado foi substituído por Emerson Martins contra o Sinop.
Ceilândia mudou muito em relação ao primeiro confronto: Kasado é dos poucos remanescentes

O Gato Preto fez cinco boas partidas, mas a dificuldade em decidir os jogos rendeu ao time diversas críticas, algumas justas outras não, nesta edição da Série D 2018. O Ceilândia sabe, e os números mostram, que não fez uma campanha perfeita. Sabe também que os números não mentem: o Ceilândia é hoje o último colocado de seu grupo na Série D do campeonato brasileiro. Injusto ou não, é outra questão. O fato é que se os pontos correspondem ou não à performance, domingo, às 21h00, dois times estarão eliminados no grupo A11 e, hoje, um desses times é o Ceilândia.

É com o desafio de mudar essa história que o Gato Preto vai a Sinop. Contra todas as adversidades, o Ceilândia precisa vencer o time da casa. Se não cumprir a sua parte na missão, nem lhe toca pensar no dia seguinte.

Comentarios

Comentarios