Candangão Feminino: Em grande jogo, Cresspom vence o Ceilândia

Valéria mostrou a segurança de sempre, mas não foi suficiente.

Nem mesmo a bela apresentação do Ceilândia foi suficiente para evitar a derrota para o Cresspom na manhã deste domingo, jogo válido pelas semifinais do Candangão Feminino 2018.

Foi um dos melhores jogos do ano em qualquer categoria. Uma partida muito equilibrada, muito disputada e que, no final, resultou na vitória do Cresspom por 2 x 0.

Chute de Alane explode no travessão: história do jogo seria diferente

O Ceilândia começou tomando a iniciativa do confronto. O Cresspom mostrou desde o primeiro momento que era e é muito forte defensivamente. 

Após os minutos iniciais, os times passaram a alternar-se na iniciativa do jogo. Ninguém era superior ao adversário, ninguém criava situação clara de gol. 

Ceilândia reclamou muito do jogo físico do Cresspom e dos critérios da arbitragem

A primeira e mais importante situação de gol foi do Ceilândia. Alane ganhou na corrida da defesa adversária e mandou um tubo que explodiu no travessão.

Cresspom fez valer o seu jogo físico 

A possibilidade clara de gol parece ter aumentado a ansiedade do Gato Preto. Depois desse lance o time perdeu o jogo de passes e aproximação e passou a investir em ligações diretas ou na condução da bola e, com isso, o Cresspom assumiu o controle do jogo.

Isabella sofreu forte pancada e deixou o Ceilândia com uma jogadora a menos

Entre o 31º minuto e o 41º o Ceilândia viu o Cresspom mais e mais gostar do jogo até que  Bruninha arriscou e aproveitou o rebote para ela própria abrir o marcador: Cresspom 1 x 0.

Ceilândia e Cresspom voltam a se enfrentar no próximo final de semana.

Veio o segundo tempo e o Cresspom continuou melhor. O Ceilândia tinha dificuldade na transição e ainda insistia na ligação direta e em carregar a bola contra um time fisicamente mais forte. 

O domínio do Cresspom não demorou muito tempo. Aos poucos o Ceilândia foi recuperando o domínio do jogo e as entradas de Yrla e Geovana contribuiu bastante visto que Karine e Lauana já demonstravam cansaço depois de correrem muito no primeiro tempo.

Isabella foi muito exigida e sofreu com a marcação forte do Cresspom

O Ceilândia passou a rondar a área defensiva do Cresspom. As chances claras de gol não apareciam, mas indicavam que mais cedo ou mais tarde o Ceilândia chegaria ao empate. 

Não foi isso que aconteceu. Após a parada técnica o Ceilândia desconcentrou-se por um minuto. Contra o Cresspom isso é fatal. Cirlene fez bela jogada e Joice anotou o segundo gol do Cresspom aos 24 do segundo tempo.

 Karine fez boa estreia. Sentiu um pouco a falta de entrosamento. Cansou e foi substituida

O Ceilândia era valente. Tentou diminuir a diferença. Ainda faltava, como falta, este ou aquele detalhe na transição da defesa para o ataque. O Cresspom impôs o seu jogo físico, controlou o restante do jogo e garantiu a vitória.

No próximo final de semana as duas equipes voltam a se enfrentar. O Ceilândia tem o desafio de vencer e somente então pensar na classificação. De qualquer sorte, todos que assistiram foram unânimes: os dois times fizeram um grande jogo.

Comentarios

Comentarios