Ceilândia vence Atlético e entra na briga

O que parecia improvável aconteceu: o Ceilândia voltou à briga por uma das vagas para a próxima fase da série C 2006.

20060730atle12cec.gifIsto só foi possível porque , neste domingo, o Ceilândia também conseguiu a primeira vitória desde 8 de março ao vencer o Atlético-GO em Goiânia por 2 x 1.

Ceilândia entrou em campo com uma formação aparentemente defensiva: Roberto Fernandes armou o time no 3-6-1, mas saiu na frente logo aos três minutos quando Esquerdinha bateu a falta pela direita e o lateral André Luiz desviou para o fundo do gol.

O gol deixou os atleticanos nervosos. Durante todo o primeiro tempo, Eder, Bira, André Nunes, Wesley e Róbston tentaram, mas não conseguiram empatar o jogo. Foram duas bolas na trave.

No segundo tempo, Artur Neto começou com o Atlético diferente. Ele sacou o atacante André Nunes e colocou o veloz Marlon. A aposta deu certo no início. O time melhorou e logo aos nove minutos da segunda etapa, Eder aproveitou o bate-rebate e empatou.

Após o empate o Atlético aumentou a pressão e até pareceu que iria virar mas o CEC foi valente e Nilson marcou o segundo gol do Gato, aos 17.

Depois disto o Atlético ainda teve Robston expulso e o CEC garantiu a vitória.

Com o resultado, o Ceilândia volta seus olhos para o julgamento do abandono de campo do SERC nesta terça feira.

Se o CEC recuperar os pontos a situação muda completamente porque, indo a seis pontos, a primeira consequência é retirar a classificação antecipada do Ituiutaba (se Atlético e CEC vencerem seus dois jogos restantes chegariam, juntamente com o Ituiutaba, a 12 pontos).

A segundo conseqüência seria fazer com que o Ituiutaba vencesse ou empatasse com o Atlético. Qualquer um desses resultados deixaria o CEC dependendo apenas de si pois vencendo os dois jogos restantes chegaria a 12 pontos enquanto que o Atlético ficaria para trás.

Ficha técnica do jogo.

1 Atlético
Donizeth, Dida, Gilson, Romildo e Ronildo; Fábio (Jean Carlos), Róbston, Wesley e Bira (Renatinho); André Nunes (Marlon) e Eder. Técnico: Artur Neto

2 Ceilândia
João Carlos, Nilson, Renato Melo e Luiz Henrique; André Luiz, Perivaldo, Perez (Bispo), Lucas, Esquerdinha e Rochinha; Abimael (Roberto). Técnico: Roberto Fernandes

Árbitro
Marcos Mateus Pereira (MS)

Cartão amarelo
Atlético â?? Róbston e Eder
Ceilândia â?? Renato Melo, Luiz Henrique, Perez, Lucas e Roberto.

Cartão Vermelho
Atlético â?? Róbston

Renda â?? R$ 22.430,00

Público â?? 2.921 pagantes

Comentarios

Comentarios