Feminino: Ceilândia deixa boa impressão. Pronto para trabalhar

Feminino 2019 – Ceilândia tem muito trabalho pela frente

O time feminino de futebol do Ceilândia terminou a primeira semana de trabalho da temporada 2019 disputando a Taça Ceilândia.

Havia muitas dúvidas de como as atletas do Ceilândia se comportaria. O pouco tempo de trabalho era um desafio. O resultado ao final foi considerado bom.

Comissão Técnica tem ganhado elogio das atletas: um novo estilo de trabalho

Na primeira partida do dia, o Ceilândia enfrentou o Arraias. O adversário dá os primeiros passos no futebol feminino e apesar do pouco tempo de trabalho esperava-se que o Ceilândia vencesse o seu adversário.

Em campo, as atletas alvinegras fizeram prevalecer a melhor técnica e venceram por 4 x 2. Tainá, Lauana, Dianara e Sabrina marcaram para o Ceilândia.

Ceilândia fez boa partida contra o Cresspom. Contra o Minas, time esteve apático

O Ceilândia teve pouco tempo para descanso. Logo em seguida enfrentou aquele que era tido como o principal teste do dia: o Cresspom. 

O jogo em sei deixou a Comissão Técnica com a certeza de que com o trabalho apropriado o Ceilândia pode fazer boa campanha no Candangão Feminino. 

Novas atletas e muito trabalho pela frente

O Gato Preto fez uma partida equilibrada contra o Cresspom e acabou derrotado com um gol olímpico nos minutos finais: 1 x 2.

O importante foi ter deixado uma boa impressão nesse jogo. Por óbvio que todos sabem que há muito trabalho pela frente para alcançar a melhor forma físico-técnica.

Pela primeira vez Ceilândia vai trabalhar três vezes na semana

Já ao anoitecer e depois de longa espera, o Ceilândia enfrentou o time sub18 do Minas, que se prepara para o Brasileiro. A derrota por 3 x 0 reflete a apatia do time.  O resultado não pode enganar o Minas, nem o Ceilândia. 

Atletas deixaram boa impressão, mas vai precisar trabalhar bastante

O resultado do primeiro dia de jogos foi proveitoso. O time possui bons valores, mas obviamente precisa ganhar força física e aprimorar tecnicamente. Afinal foi apenas a primeira semana de trabalho. No Gato Preto ninguém está enganado: para desafiar Minas e Cresspom vai ser preciso trabalho… muito trabalho.

Comentarios

Comentarios