Feminino: Ceilândia esta na semifinal após vencer Santa Maria

Karen pouco trabalhou e, nas vezes que foi exigida, foi bem.

Um problema no transporte fez com que o bom time do Santa Maria chegasse atrasado para partida deste sábado. Quando o jogo começou, o Ceilândia percebeu que os recentes resultados alcançados comprovavam a evolução de seu adversário. Foi um excelente teste para o alvinegro antes da sequência de jogos decisivos.

Thamirys fez a sua estreia. Mostrou que pode ser útil

O Ceilândia mostrou um futebol melhor. Melissa e Bruna ditavam o rítmo do meio campo. O time evoluia pelos lados com a bola no chão. O time evitava as bolas longas que tanto prejuízo causaram no jogo contra o Minas. 

Joice também fez sua estreia: time se reforça

Apesar do domínio territorial, o Ceilândia não conseguia entrar na área defendida pelo Santa Maria. Sâmila deslocada para a esquerda, dava trabalho à defensiva adversária. Katyelle movimentava-se livremente, mas o Ceilândia não conseguia entrar na área defendida pelo Santa Maria. Thamyris, que fazia a sua estreia, sentiu a dificuldade do time e tentava buscar a bola nas laterais. 

Rafa talvez tenha feito a sua atuação mais equilibrada

Thamyris e Joyce faziam as suas estreias. Obviamente ainda não estão em ritmo de competição. Thamyris foi muito útil no pivô e Bruninha, Melissa e Katyelle tiveram seguidas oportunidades de bater de fora da área. 

Foi assim, em chutes de fora da área que o Ceilândia fez os gols no primeiro tempo. Bruna fez o primeiro, aos 14, e Katyelle fez o segundo, aos 25.

Bruninha fez um excelente primeiro tempo. Muito disto se deve à aproximação de Melissa

Veio o segundo empo e o Ceilândia mudou. Silvania e Priscila entraram nos lugares de Joyce e Rafa (que tinha cartão amarelo). O Ceilândia fez 3×0 aos 10 do segundo tempo em belo cabeceio de Katyelle, após cruzamento de Tálita. 

Depois do terceiro gol o Ceilândia caiu de produção. Karen pouco trabalhou e nas vezes que foi exigida mostrou que porque um grande time começa com um grande goleiro.

Melissa tem o desafio de manter o nível de atuação na reta final

Ao apagar das luzes, Silvania e Fernanda trabalharam pela direita e a primeira fez Ceilândia 4 x 0.

Com o resultado, o Ceilândia garante a classificação nas semifinais. Agora pensar no Real.

 

Comentarios

Comentarios