Ceilândia vence Sobradinho fora de casa: Gato Preto ainda sonha

Paulinho tem sido peça importante, mas o gol não tem saído.

Paulinho tem sido um dos mais importantes jogadores do Ceilândia nesse processo de recuperação no Candangão 2020. Quando o atacante ganhou do zagueiro na corrida, ficou a nítida impressão de que Paulinho seria recompensado por todo o esforço. Não foi.  O campo duro o traiu e a bola saiu sobre a trave do Sobradinho.

Felipe Piá voltou: com ele o Ceilândia é um time mais seguro e o futebol de Murilo cresce

O torcedor do Ceilândia está acostumado a sofrer. O primeiro tempo foi todo do Ceilândia. O Gato Preto dominou o Sobradinho o tempo inteiro, mas a bola teimava em não entrar. Primeiro foi com Paulinho, depois com Braian, com Daniel e Vini. O primeiro tempo terminou em 0x0, com direito a uma boa defesa de Henrique.

Jonatan tem sido o coringa do time: já jogou de volante, lateral e zagueiro. Um monstro!

Veio o segundo tempo e o Ceilândia continuou melhor.  E não demorou para Braian encher o pé de fora da área para fazer um golaço.  A vantagem fazia jus ao time que melhor se encontrava em campo e, em certa medida, recompensava Braian.

Braian sofreu contra o Capital e contra Ceilandense. Hoje, como recompensa, não teve trabalho e ainda fez um gol.

Após o gol, o Ceilândia viveu alguns minutos de instabilidade. O Sobradinho foi ao ataque, mas o sistema defensivo com Evandro, sempre regular, Halyver, Jonatan e Felipe Piá controlaram as ofensivas do adversários. Não demorou e o Ceilândia recuperou o domínio da partida.

Henrique não teve muito trabalho. Quando exigido, mais uma vez seguro.

Com a recuperação da iniciativa, Gauchinho substituiu o incansável Paulinho por Cassiano e deu certo. Dois minutos após a substituição, Vini, que juntamente com Daniel infernizava a defesa adversária, sofreu pênalti claro. Murilo bateu com categoria e fez 2 x 0. 

Vini não fez gol. Sofreu dois penaltis, mas apenas este foi marcado.

O Ceilândia continuou melhor. As chances foram aparecendo e sendo desperdiçadas.  Aos 25, o lado esquerdo do Ceilândia envolveu a defesa do Sobradinho e Daniel, que fazia sua melhor partida com a camisa alvinegra, bateu firme para fazer 3 x 0.

Ceilândia comemora o gol de Braian:1×0

Mesmo depois de fazer 3×0 o Ceilândia continuou melhor. Poderia ter ampliado, não o fez. Aos poucos o Sobradinho foi gostando do jogo e, aos 45, o árbitro viu pênalti para o Sobradinho. Matheus bateu e diminuiu.

Daniel comemora com Evandro: Ceilândia enfim vence fora de casa.

Não havia mais tempo. O Ceilândia venceu o jogo por 3 x 1. O resultado mostra que o time está evoluindo. O campeonato mostra que precisa evoluir mais. Sabia-se que o padrão de jogo do Sobradinho era favorável ao Ceilândia. Isso não retira o mérito da vitória, ao contrário, o realça.

Cassiano estreou com muita disposição. Ainda falta ritmo.

Acontece que na próxima rodada o Ceilândia enfrentará o Formosa, atualmente no G4. Contra times do G4 o Ceilândia somou três derrotas, sofreu 13 gols e não marcou. Como dizem, nada é fácil para quem veste essa camisa alvinegra… mas dizem também que o Ceilândia é um time de chegada. 

Edinho entrou no segundo tempo: melhor que no primeiro jogo.

Frases de efeito não ganham jogo… veremos nas próximas rodadas… 

Sobradinho

Posição Gols Assist CA CV
 0000

Ceilândia EC

# Jogador Posição Gols Assist CA CV
1HenriqueGoleiro0000
2Braian 15Defesa1000
4Felipe PiáDefesa0000
3Jonatan SantanaMeio-Campo0000
6MurilloDefesa1000
5HalyverMeio-Campo0000
8EvandroMeio-Campo0000
10Daniel VargasMeio-Campo1000
7Carlos Eduardo 14Atacante0000
9ViniAtacante0000
11Paulinho 20Atacante0000
20Cassiano 11Atacante0000
14Edinho 7Meio-Campo0000
15Juan 2Meio-Campo0000
 Total 3000

Comissão Técnica: Gauchinho
Comissão Técnica: Fernando Julião
Comissão Técnica: Rômulo
Comissão Técnica: Ronaldo

Comentarios

Comentarios