Minas derrota o Ceilândia, mas Gato Preto está na semifinal.

Não faltou luta! Era isso que se esperava das jogadoras do Ceilândia e foi isso que tivemos. Um resultado positivo, embora sonhado, era difícil. Todos sabiam.

Ceilândia lutou muito contra um adversário superior.

O fato é que o Ceilândia foi goleado pelo Minas na última rodada da fase de classificação. O Gato Preto, beneficiado com a derrota do Gama para o Cresspom, volta a enfrentar o Minas em dois jogos, definindo quem irà à final do Candangão 2020.

Ceilândia teve a primeira oportunidade do jogo com Thaynne

O Ceilândia fez um excelente primeiro tempo. Ainda desfalcado de Melissa, o Gato Preto fez um jogo de intermediária a intermediária e chegou a perder ao menos uma boa chance de gol.

O Minas mostrou o quanto evoluiu no último ano. A intensidade de seu jogo demonstrava que o Ceilândia teria enormes dificuldades na segunda etapa. Foi o que aconteceu.

Vanessa foi uma grata surpresa: melhorou muito durante a competição

No primeiro tempo o jogo foi relativamente equilibrado, com o Minas tendo as melhores oportunidades, mas sempre parando nas intervenções de Valéria. Pesou, contra o Ceilândia, os gols no início e final de cada tempo.

No primeiro tempo, os gols vieram em bolas pelo alto, uma deficiência alvinegra. Luiza abriu o placar aos 5 e Laine ampliou aos 42 do primeiro tempo.

Herika saiu sentindo dores no joelho: preocupa, porque tem sido uma das melhores do time

O mesmo ocorreu no segundo tempo. Aos 3, Isadora fez Minas 3 x 0. Luiza ampliou aos 20, Jessica aos 36 e Isadora deu números finais aos 48.

De maneira geral, tem-se a certeza que as jogadoras do Ceilândia deram tudo de si. As diferenças são conhecidas e não é necessário repisar.

A sequência de jogos difíceis tem feito o time amadurecer na marra. Hora de separar as crianças dos adultos.

Comentarios

Comentarios