CEC perde jogo-treino para o Unaí

20070114b.jpgHavia entre os torcedores uma certeza: o momento certo para perder era agora. No íntimo, havia a esperança que o time jogasse bem e vencesse. Não foi isso que aconteceu.O Ceilândia começou o jogo de modo arrasador. A primeira bola, chutada por Joãozinho, explodiu no travessão. Aos seis minutos, Luiz Henrique abriu o marcador (foto). Até então o Unaí não passara do meio de campo.

Após o gol o que se viu foi um time confuso e o jogo ficou centrado de intermediária a intermediária. As defesas não eram exigidas. Num lance fortuito de cobrança de escanteio, aos 11, o Unaí empatou com Roberto.

O gol de empate não mudou o ritmo da partida: um verdadeiro perde-e-ganha no meio de campo.

No segundo tempo o panorama não mudou. Aliás, mudou porque o Unaí, agora com Paulão, aos 11, virou o marcador, mas o perde-e-ganha no meio de campo continuou.

Os treinadores aproveitaram para mexer nas equipes. Só o Ceilândia fez nove substituições (apenas o goleiro Donizeti e o defensor Gino permaneceram). O mesmo fez o Unaí.

No final ficou a sensação de que talvez seja muito cedo para tirar conclusões, mas a derrota permanece incontestável. A torcida obviamente não gostou e saiu preocupada do Abadião.

Bobby, lesionado no ombro, Abimael, Robinho e Nilmar, em trabalho de recuperação da forma física, não participaram do treinamento.

O time base do Ceilândia formou com Donizeti, Bruno, Gino, Luiz Henrique e Pedrinho. Leandro Leite, Didão, Evandro e Gil Baiano; Joãozinho e Giovani.

Comentarios

Comentarios