Arbitragem: reclamar prá quê?!!

Mauro Martins é um cidadão de bem. Não se discute. Também não se discute que mesmo antes do jogo ocorrer já se chamava a atenção para o fato de que 20070211cec2x3brasiliense.jpgnos últimos jogos que apitou o Ceilândia perdeu e suas arbitragens foram infelizes.

Não é perder. Perder faz parte do futebol. O problema é que nas últimas três partidas a arbitragem foi questionável. Não se quer dizer com isso, também, que os defeitos da equipe sejam apagados.

No primeiro jogo contra o Gama, em 2006, derrota por 1 x 0 no Mané Garrincha, o CEC jogou mal. O Gama também não merecia a vitória, mas foi beneficiado com um pênalti. A arbitragem foi questionada.

No returno do quadrangular final, novamente contra o Gama, Mauro Martins foi acintosamente infeliz. Primeiro ao prejudicar seguidamente o Ceilândia com suas marcações. Pior: no final do jogo validou um gol claramente faltoso do Gama (André Borges). Quem quiser recordar é só usar o sistema de busca do site e escrever a palavra “Gama”.

No último domingo, nem se discute. Como nada muda, reclamar prá que?

Comentarios

Comentarios