CEC vence Unaí e é líder novamente

Foi a vitóra da maturidade. Debaixo de um sol escaldante, o 20070304robinho.jpgCeilândia foi a Unaí e venceu o adversário de mesmo nome, de virada, por 2 x 1.

O primeiro tempo foi surpreendentemente corrido para um jogo disputado sob mais de 32o de temperatura. Apesar da disposição as equipes não criaram nenhuma chance de gol. O placar mais correto seria o empate sem gols, mas o árbitro viu um pênalti sobre o zagueiro Roberto do Unaí. Rogerinho cobrou e colocou o Unaí na frente: 0 x 1.

No segundo tempo o quê se viu foi um Ceilândia completamente diferente. O CEC encurralou o adversário desde o primeiro minuto e, não fosse o Goleiro Arlen, Berg poderia ter empatado aos 10. Da Costa, logo em seguida, obrigou Arlen a fazer outra boa defesa. O gol estava pintando e aos 23, Berg passou pelo mesmo Roberto e foi derrubado. O árbiro indicou pênalti que Sérgio Manoel converteu. Ceilândia 1 x 1 Unaí.

Depois do gol o CEC continuou melhor e poderia ter passado à frente com Giovani Monteiro, que entrara no lugar de Giovani. Era uma questão de tempo e, depois de salvar a meta do Unaí por diversas vezes, Arlen falhou e Robinho (foto), que entrara no lugar de Berg, não perdoou: Eram 39 do segundo tempo e o placar mostrava Ceilândia 2 x 1 Unaí.

Nesse momento o Unaí parecia não mais ter pernas e o Ceilândia controlou a partida até o apito final.

Com essa vitória e o empate do Brasiliense, o CEC voltou à liderança da competição, agora com 15 pontos.

Comentarios

Comentarios