O ano termina para o CEC: Atlético-GO 2 x 0 Ceilândia

Reclamar da arbitragem não muda, mas o CEC tem muito a reclamar. Depois de haver começado melhor e desperdiçado uma chance logo aos três minutos, com o artilheiro e revelação Douglas, o Ceilândia viu o Atlético-GO ser beneficiado com um pênalti aos 11, quando a bola atingiu o braço de Luiz Henrique: Robston bateu, aos 12 minutos e fez o 1 a 0 para o Atlético-GO.Depois do gol o Atlético-GO esteve melhor na partida, mas o CEC até poderia ter empatado a partida, novamente com Douglas, mas o atacante chutou em cima do goleiro.

A história poderia ter mudado no segundo tempo se Douglas, no primeiro minuto, tivesse mais sorte no cabeceio. As chances do CEC se sucederam com Berg e com Maninho e Berg. Aso 21 Thompson encheu o pé, acertando o travessão do Atlético. Aos 30, Luiz Fernando chutou e o goleiro Márcio mandou para escanteio.

Como quem não faz leva, aos 30, Marquinhos lançou para Robston qie fez o segundo gol do Atlético.

Depois disto o jogo se arrastou até o final, com a desclassificação do CEC.

Para a torcida resta a esperança de ver o CEC vencer o Brasiliense, nesta quarta, no Serejão, pela partida de volta da final de juniores. Na primeira partida o Brasiliense venceu por 3 x 1.

Ficha Técnica

Atlético-GO 2 x 0 Ceilândia-DF

Local: Estádio Serra Dourada (Goiânia)
Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Cartão amarelo: Luiz Henrique (Ceilândia)
Renda: R$ 23.612,50
Público: 1.939 torcedores
Gols: Robston, 12 do primeiro e aos 30 do segundo tempo

Atlético-GO
Márcio; Dida, Gilson, Jairo e Maykon; Robston, Jair, Lindomar (Renato) e Rodrigo Silva; Victor Santana (Delmer) e Marquinhos (Maia)
Técnico: Sérgio Alexandre

Ceilândia
Darci; Amaral (Robério), Ã?verson, Luiz Henrique e Rubem; Lucas, Thompson, Salvino e Maninho (Luiz Fernando); Douglas (Gauchinho) e Berg
Técnico: Marquinhos Bahia

Comentarios

Comentarios