Nunca fiquei 5 jogos sem vencer!

Adelson comanda o treino: momentos difíceis
Adelson comanda o treino: momentos difíceis

O técnico Adelson de Almeida falou ao SiteCEC sobre o momento atual do Ceilândia. Adelson contou que tem orgulho do grupo montado pelo Ceilândia. Falou que o time tem evoluído nos últimos jogos, mas tem faltado sorte. Acrescentou que tecnicamente o time é forte e, porque está crescendo na hora certa, tem tudo para ser campeão.

SiteCEC: Qual a sua avaliação?

Adelson: Acho normal. Os resultados são normais, mas a sequencia nos deixa intranquilos. Há um clima de intranquilidade no ar. Os jogadores estão motivados, conscientes das dificuldades. Ninguém esperava que fosse ser fácil, que os adversários iriam entregar o jogo prá gente.

SiteCEC: A diretoria tem dado o respaldo necessário?

Adelson : A diretoria tem agido no momento certo e montou um grupo forte, contratando jogadores em nível de futebol brasileiro. Jorginho Paulista e Goeber, por exemplo, poderiam estar, na pior das hipóteses, em qualquer time da Série B do Campeonato Brasileiro. O Ceilândia é um time forte técnica e mentalmente. Com a primeira vitória vai voltar a sorrir… esse é um dos problemas… o Ceilândia é um time que não sorri.

SiteCEC: Você pode exigir mais dos jogadores?

Adelson – Não tem mais como exigir dos jogadores. Eles estão dando tudo de si, correndo, dando carrinho, não perdendo divididas… então o problema não está na falta de disposição. Em alguns momentos tem faltado sorte… noutros uma pequena desatenção, por menor que seja, tem sido fatal. Tem faltado sorte, apenas.

SiteCEC: Então tem faltado atenção?

Adelson – Não é bem assim… os jogos tem sido duros. É natural um ou outro momento de desatenção. O problema é que os adversários tem uma chance e aproveitam essa chance. Nós saímos na frente contra CFZ, Botafogo e Brasiliense. Contra o Botafogo e Brasiliense tomamos o gol logo em seguida. O momento de euforia foi suficiente para desconcentrar o time… logo o time se recompôs, mas não teve a mesma sorte que o adversário.

SiteCEC – Qual a razão de tantos cartões?

Adelson – O time possuía alguns defeitos. Isso sobrecarregava os volantes e defensores. Esse defeito foi corrigido desde o jogo contra o Gama. Desde então o Ceilândia aumentou a sua posse de bola e o resultado pode ser sentido contra o Formosa. O time tecnicamente é bom. Ao evoluir também nesse aspecto (da posse de bola) o mais provável é que cheguemos ao quadrangular final no nosso melhor nível.

SiteCEC: Você cogitou em sair?

– Quero o melhor para o time. Quando eu vejo os jogadores se dedicando, todos eles querendo ser campeões, conversando entre eles sobre a melhor forma de fazer isso ou aquilo, eu me comovo. Por instantes cheguei a pensar que talvez uma nova abordagem, com um novo técnico, fosse o melhor… mas é difícil abandonar um trabalho quando você vê que ele tem tudo para dar certo, quando você vê que as coisas estão evoluindo e quando você vê que após cinco rodadas de insucessos os adversários avançaram apenas dois pontos a sua frente. Nunca fiquei 5 jogos sem vencer…

SiteCEC: Finalizando, qual o tamanho da sua responsabilidade?

Adelson – A minha responsabilidade é total. Se os jogadores estão fazendo aquilo que eu peço e o resultado não vem, pode ser que eu não esteja sabendo tirar deles exatamente aquilo que precisamos. É isso que me incomoda.

SiteCEC : E a Copa do Brasil?

Adelson : A nossa pretensão é fazer uma boa campanha, repetindo no mínimo a última participação do Ceilândia na Copa do Brasil, quando eliminou o Bahia na primeira fase. Conheço muito pouco do Caxias, mas o suficiente para saber que eles fizeram uma excelente campanha no Campeonato Gaúcho.

Related Images:

Comentarios

Comentarios

One comment

Join the Conversation