Teia de intrigas

Beni e o presidente: tempo de preocupaçõesEnquanto a torcida espera por um milagre, o presidente Célio Garcia denuncia conspiração para a tomada do poder no Ceilândia. Do outro lado estaria o outrora aliado Beni Monteiro (ambos na fotografia).

Almir de Almeida disse ao SiteCEC que tem o desejo de participar da Série C, mas que não conseguiu qualquer solução para os problemas financeiros e que o Presidente também não apresentou qualquer proposta. Por isso, na reunião do Conselho Deliberativo, de segunda-feira à noite, decidiu-se pelo afastamento da Série C. Almir disse que se reuniriam com o presidente, que não participou a reunião do Conselho Deliberativo,tna manhã dessa terça feira.

Segundo publicado na imprensa local, Célio Garcia afirma que o Ceilândia disputará a série C, mas sequer há um esboço de comissão técnica. O fato, por sua vez, revela que, além da total falta de apoio do empresariado e do governo, as disputas internas colocaram o Ceilãndia no estágio em que está.

Por trás dos bastidores, o Legião estaria negociando mais que a vaga na Série C. Estaria interessado, também, no Centro de Treinamento do Ceilãndia.

Almir de Almeida não comentou com o SiteCEC a questão da intriga. Limitou-se a dizer que ainda não quitaram dívidas do Campeonato Metropolitano e que, sem recursos, não há como disputar a Série C. Argumentou que não há como disputar a Série C só com vontade, é preciso dinheiro e que o Presidente não apresentou qualquer proposta de patrocínio ou de doação dos valores necessários à disputa. Estima-se que para três meses de disputa seriam necessários trezentos mil reais.

Â

Comentarios

Comentarios

Start a Conversation