Gato vence a primeira decisão

Dimba comemora o seu segundo gol com Breno, China e Claudinoor
Dimba comemora o seu segundo gol com Breno, China e Claudinoor

O Ceilândia venceu o Botafogo por 3 x 1 na tarde chuvosa deste sábado e está classificado para a semi-final da Taça JK. O adversário sairá do grupo A, podendo ser Brasiliense ou Luziânia.

Não foi uma partida fácil. O primeiro tempo foi muito disputado, mas foi, ao mesmo tempo, uma partida tecnicamente ruim.  O Gato saiu na frente do marcador logo aos 2 minutos.  Breno saiu cara a cara com o goleiro adversário e tocou fraco, Dimba completou para o fundo das redes.

Daniel disputa, Diego assiste. Diego saiu machucado
Daniel disputa, Diego assiste. Diego saiu machucado

O CEC sentiu a facilidade no jogo e logo se perdeu. O Botafogo, na base da disposição, chegou a equilibrar a partida, mas não criou situações claras de gol. O CEC passou parte do tempo tentando disputar quem tinha mais disposição. Esqueceu de jogar futebol. As poucas jogadas organizadas passavam pelos pés de Dimba.

Aos 40, Liel fez bela jogada pelo meio e lançou Claudionor. O atacante tentou tirar o goleiro e a bola sobrou para Dimba que, com categoria, fez 2 x 0 para o CEC.

Veio o segundo tempo e a partida ganhou em emoção. O que  de ruim tecnicamente no primeiro tempo cedeu espaço para uma partida vibrante e de lances de perder o folego.  Tudo isso, fora os gols  e  duas bolas na trave, uma para cada lado.

A emoção aumentou aos 6, quando o  Botafogo diminuiu. O CEC não se assustou, até porque o que sobrava de disposição do adversário faltava em talento. O problema foi que, pela primeira vez neste campeonato, o CEC enfrentou um adversário que parecia ter mais disposição que ele.

Thiago Eciene entrou no lugar de Diego Marangon, machucado.
Thiago Eciene entrou no lugar de Diego Marangon, machucado.

O resultado foi que, embora o CEC tenha perdido boas oportunidades de ampliar, o Botafogo também perdeu chances de empatar. Destaque aqui para o goleiro Pedro que, quando foi exigido, fez ao menos três belas defesas.

Nos últimos minutos falou a melhor preparação atlética do Gato. O Botafogo cansou e o Ceilândia continuou perdendo oportunidades. Por sorte, nesse momento do jogo, o Botafogo já não mais oferecia perigo.

Aos 40, após um erro clamoroso do auxiliar, que marcou uma saída de bola sem que isso ocorresse, Cassius fez um belo gol, o seu terceiro na competição e matou o jogo. Agora é esperar pelo adversário.

Related Images:

Comentarios

Comentarios

Start a Conversation