Sobradinho já culpa a arbitragem

Na última partida apitada por Rodrigo Raposo: Marquinhos Bahia expulso e vitória sofrida
Na última partida apitada por Rodrigo Raposo:  vitória sofrida

Ceilândia e Sobradinho se enfrentaram pela primeira vez em 2 de julho de 1980, num empate em 1 x 1. De lá para cá são mais de 30 anos de história no futebol candango. O Sobradinho voltou à primeira divisão local, depois de alguns anos e conseguiu terminar na quarta colocação.

Beneficiado pela desistência do Luziânia, o Sobradinho montou o time às pressas, mas com qualidade. O time conta com Comissão Técnica e jogadores de renome no futebol local.

O Ceilândia sabe que a partida de hoje é perigosa. O Sobradinho vai se valer de tudo para superar a sua falta de preparação  e conseguir um bom resultado. Já se ouve pressão sobre a arbitragem, sinal inequívoco que os fins justificam os meios.

Ceilândia tranquilo: ao desviar os olhos para arbitragem, Sobradinho procura desviar os problemas
Ceilândia tranquilo: ao desviar os olhos para arbitragem, Sobradinho procura desviar os problemas

O Ceilândia está tranquilo, mas tem que estar atento a tudo. Rodrigo Raposo é um dos bons árbitros do futebol local. O CeilandiaEC, por padrão,  não perde tempo com a arbitragem. 30 anos de estrada já demonstraram que poucos são os árbitros que atuam verdadeiramente com má fé. Os demais acertam e erram como qualquer pessoa.

A última partida do Ceilândia apitada por Rodrigo Raposo foi em março de 2011 diante do Botafogo-DF. Aquela partida ficou marcada pelo golaço de Cassius, que emendou um petardo do meio de campo e surpreendeu o goleiro adversário.

Related Images:

Comentarios

Comentarios

Start a Conversation