O adeus de Edivaldo Cintura deixa o futebol mais triste

Cintura, deixou saudades
Cintura, deixou saudades

Faleceu na última quarta-feira o massagista Edivaldo Cintura. Edivaldo era massagista do Brasiliense e a sua morte deixa a todos nós tristes, muito tristes.

Em 2002, o Ceilândia fez um bom trabalho no Campeonato Metropolitano e havia muita esperança para 2003. Edivaldo Cintura veio atraído por essa esperança. Deixou um Brasiliense que fizera fantásticas campanhas em nível nacional e veio para a cidade de seu coração.

Infelizmente, tudo deu errado em 2003 e a campanha do CEC não foi das melhores. Edivaldo acabou voltando para o Brasiliense, onde trabalhou até o fim de seus dias deixando todos nós um pouco órfãos, assim como nos deixou Jorge Martins.

Comentarios

Comentarios

Start a Conversation