Semana de agonia próxima do fim

Adelson testou três goleiros: França  é opção
Adelson testou três goleiros: França é opção

Ainda sem vencer no campeonato e depois de duas derrotas, o Ceilândia termina a semana de treinamentos cheio de esperança.

As derrotas inesperadas diante de Legião e Santa Maria colocaram em dúvida a capacidade do grupo. A necessidade de reverter os maus resultados, por mais que se disfarce, cria um clima de expectativa agonizante.

O técnico Adelson Almeida evita as palavras confiança e desconfinaça da semana passada e deposita suas esperanças na palavra trabalho.

Adriano Felício contra Badhuga: meia pode ajudar
Adriano Felício contra Badhuga: obrigação de vencer no sábado

Para ele o time trabalhou bem na semana passada e manteve o nível de trabalho nesta semana. Alguns ajustes foram feitos na comissão técnica e no elenco. O resultado, ele acredita, virá naturalmente.

 Se há uma correção a fazer na fala de Adelson, talvez esteja no tempo do verbo. O resultado precisa vir o quanto antes.

Nesta semana Adelson ganhou o reforço de Gilmar Herê e de Renato. Ambos treinaram normalmente.  Herê é uma excelente opção para o ataque, embora, por característica, ainda mantenha a bola muito viva. Herê é mais finalizador que Alisson.

Apesar de ter ganhado reforços, Adelson não deve fazer grandes alterações na equipe, a não ser a decorrente da saída de Goeber. É provável que Tales comece ao lado de Juninho Goiano.

Related Images:

Comentarios

Comentarios

Start a Conversation