Ceilândia tenta, contra o Brasília, sair do vermelho

CEC vai ter que ser solidário se quiser vencer o Brasília
CEC vai ter que ser solidário se quiser vencer o Brasília

Antes de começar o campeonato, o Ceilândia tinha o retrospecto altamente positivo contra os seus quatro primeiros adversários: havia vencido a todos eles no último confronto.

Hoje à noite, enfrenta o Brasília em situação extremamente constrangedora: é o último colocado da competição.

Sandro e Valdinei combatem Tavares na última segunda: hora de união
Sandro e Valdinei combatem Tavares na última segunda: hora de união

O técnico Adelson de Almeida parece ter esgotado o seu estoque de experiências nos três primeiros jogos. Restam alguns poucos  jogadores que não foram utilizados.

Por isso mesmo, o time trabalhou muito o aspecto psicológico desde o último sábado. Sabe que não adianta jogar quinze minutos: o jogo normalmente tem mais de noventa.  

Não se descarta algumas dispensas. O time deve viver um momento de depuração, natural em face do momento vivido: Na adversidade alguns tendem a crescer.

Ceilândia comemora em abril de 2013: 3 x 1. Agora o favoritismo é vermelho
Ceilândia comemora em abril de 2013:  Gato Preto 3 x 1. Agora o favoritismo é vermelho

O time não deve contar com os dois últimos reforços: Fábio Gaúcho ainda cumpre suspensão. Paulo Regis está com os pés cheios de bolhas.

Com isso, Adelson deve se valer das alternativas que o elenco lhe fornece.  O técnico guarda o time para o último instante… Que venha uma boa surpresa.

Related Images:

Comentarios

Comentarios

Start a Conversation