Cem vezes Badhuga!

Na sua primeira vez, Badhuga viu do banco o CEC ser derrotado pelo Gama.
17 de Janeiro de 2010: Na sua primeira vez, Badhuga viu do banco o CEC ser derrotado pelo Gama.

No dia 17 de janeiro de 2010, Luiz Carlos da Silva Gomes assistiu do banco de reservas o Ceilândia ser massacrado pelo Gama em pleno Estádio Regional de Ceilândia por 3 x 0.

Nem de longe ele imaginava que quatro anos depois entraria na história do Gato Preto como o segundo jogador a atingir a marca centenária de 100 jogos, bicampeão do Distrito Federal e tido como o melhor zagueiro em atividade nos campos candangos.

1o de Maio de 2010 - Badhuga foi imprescindível na final
1o de Maio de 2010 – Badhuga foi imprescindível na final

A amarga derrota diante do Gama fez com que o técnico Adelson de Almeida, que o treinara nas bases do Brasiliense, mexesse completamente no time para a partida seguinte, diante do Brasiliense. Badhuga entrou no time e não saiu mais.

Neste final de semana, Badhuga fará cem jogos com a camisa do Ceilândia, incluindo os treze amistosos das fases de preparação para o Candangão e Série D. Em jogos oficiais, foram 84 jogos (na verdade 85: faltava computar o jogo contra a Ceilandense) nos quais Badhuga somou 12 cartões amarelos e jamais foi expulso!

Em 2014. Badhuga em sua partida 99
Em 2014. Badhuga em sua partida 99

Anotou 14 gols, coincidentemente o maior número deles foi contra o Gama (dois gols).

Discreto, Badhuga é bicampeão do Distrito Federal. O seu forte é o tempo de bola. Este ano até que se aventurou no ataque, no começo difícil da competição. Serviu apenas para fazer com que o goleiro adversário brilhasse.

Maio de 2012, na final contra o Luziânia. Badhuga atuou na derrota e no título
Maio de 2012, na final contra o Luziânia. Badhuga atuou na derrota e no título

CONFRONTO CONTRA O LÍDER LUZIANIA

Para o confronto deste final de semana contra o Luziânia o Ceilândia não tem problema.Aliás, quem tem problemas é o técnico Adelson de Almeida visto que todos os jogadores estão à disposição do treinador.

O time treinou forte a semana inteira, sabendo da responsabilidade. Contra um adversário já classificado, mas que luta por manter a primeira posição na classificação geral, o Gato Preto também precisa da vitória para se afastar de uma vez por todas da zona da degola e credenciar o time a uma das vagas nas quartas-de-final.

 

Related Images:

Comentarios

Comentarios

Start a Conversation