Ceilândia esbarra nos seus próprios erros e perde para o Fortaleza

20060405fort3x1cec_rinaldo.gifA fase não anda nada boa. O Ceilândia fez uma excelente partida diante do Fortaleza, teve todas as condições de vencer a partida, mas deixou a capital cearense desclassificado. Para que não soe como um lamento, abaixo segue reportagem do Jornal O Povo de Fortaleza:

O Fortaleza está classificado para as oitavas-de-final da Copa do Brasil. Ontem à noite, venceu o Ceilândia por 3 a 1. Todos os gols do Leão foram marcados pelo atacante Rinaldo. O time cearense enfrenta, agora, o Atlético Mineiro, nos próximos dias 12 e 19

Roberto Pierantoni
da Redação

O atacante Rinaldo comemora após marcar o gol tricolor, de pênalti, contra o Ceilândia(Foto: NATINHO RODRIGUES)

[06 Abril 01h45min 2006]

O Fortaleza jogou mau, mas contou com a sorte e a boa pontaria do artilheiro Rinaldo para se classificar à s oitavas-de-final da Copa do Brasil, ao vencer o Ceilândia por 3 a 1. A partida foi disputada ontem à noite, no estádio Castelão, com a presença de mais de nove mil torcedores leoninos. No jogo de ida, houve empate em 1 a 1. Agora, o time tricolor enfrenta o Atlético Mineiro nos dias 12 e 19 deste mês.

Mesmo podendo empatar por 0 a 0, o Tricolor de Aço começou o jogo pressionando o adversário. Mas, sem criação no setor do meio-de-campo, pouco fez na etapa inicial e só não foi para o intervalo com o placar adverso porque a equipe do Distrito Federal perdeu duas chances incríveis de marcar e ainda contou com uma penalidade máxima anotada pelo árbitro, aos 46min.

Vélber, após jogada individual em que se livrou de dois zagueiros, foi derrubado na área. Rinaldo, dois minutos depois, cobrou no canto direito do goleiro João Carlos e abriu o placar, que poderia ter dado maior tranqüilidade para o Fortaleza na etapa complementar, o que não aconteceu, mesmo com o Ceilândia tendo o zagueiro Adriano expulso logo aos 4min.

Apesar da superioridade numérica em campo, o time do Pici continuou atabalhoado em campo e pouco conseguia ameaçar o gol defendido por João Carlos. O Ceilândia, por sua vez, tentava a todo o custo o gol de empate, que quase saiu aos 15min, quando Abimael recebeu livre na área, chutou e a bola explodiu na trave direita de Maizena.

O segundo gol do Leão, que continuava a errar muitos passes e não conseguia se livrar da forte marcação do Ceilândia, nasceu de uma jogada esporádica de André Cunha, que cruzou com perfeição na cabeça de Rinaldo. Ele escorou a bola no ângulo esquerdo de João Carlos para marcar seu segundo gol na partida, aos 20min.

Sete minutos depois, o Ceilândia descontou. A defesa do Fortaleza falhou e a bola sobrou para o atacante Abimael chutar no canto esquerdo de Maizena. O time do Distrito Federal, que dependia apenas de uma gol para se classificar, quase empatou aos 31min, em chute de fora da área de Técio, que Maizena colocou para escanteio.

A definição do placar em favor do Leão, que sofria grande pressão, só veio aos 48min, depois de um chutão da defesa. A bola sobrou para Rinaldo. O atacante avançou, deu um corte no zagueiro e chutou cruzado para fazer 3 a 1 e marcar seu 24º gol na temporada – 19 no Cearense e quatro no Estadual. Agora, o time tricolor se volta para a decisão do título estadual, domingo, contra o Ceará.

COPA DO BRASIL

FORTALEZA 3
Maizena; André Cunha (Thiago Souza), Alan, Gláuber e Leandro Smith (Rabicó); Dude, Galeano, Igor (Bechara) e Vélber; Rinaldo e Finazzi. Técnico: Jair Picerni

CEILÃ?NDIA 1
João Carlos; Bruno, Adriano, Edgar e Técio; Lucas, Leandro Leite, Peres (Aílson) e Esquerdinha; Reinaldo (Luis Fernando) e Johnes (Abimael). Técnico: Mauro Fernandes

Local: estádio Castelão

Data: 05/04/2006

Árbitro: Fernando de Oliveira Assunção (AL)

Assistentes: Pedro Jorge de Araújo (AL) e Afrânio Almeida Filho

Renda: R$ 77.770,00

Público: 8.817 pagantes e 884 não-pagantes

Gols: Rinaldo (48min 1ºT, 20min 2ºT e 48min 2ºT) e Abimael (27min 2ºT)

Cartões amarelos: Dude (F), Igor (F) e Vélber (F), Bruno (C), Adriano (C), Edgar (C), Leandro Leite (C), Peres (C), Técio (C), Esquerdinha (C) e Johnes (C)

Cartões vermelhos: Adriano (C), Edgar (C) e Vélber (F)

EU VOU!

Comentarios

Comentarios