A Última Impressão é que fica!

CEC na defensiva: jogo de muita marcação

CEC na defensiva, Brasiliense com espaços para vir com bola dominada: jogo de muita marcação

Dois motivos para preocupação depois da última rodada. A combinação de resultados deixou apenas uma vaga aberta no grupo B1. O Brasília já garantiu a sua vaga às semis da Taça JK.

A outra preocupação é mais um capricho do que uma preocupação. Há uma regra em combate de que você jamais deve deixar a sua posição de vantagem. O Ceilândia deixou.

O CEC era superior ao Brasiliense na segunda tempo do último sábado. De um momento para o outro abriu mão dessa vantagem para garantir o empate.

Adelson de Almeida teve mais uma vez que fazer duas substituições por contusão. Rodriguinho, que tem sido uma das mais importantes peças alvinegras, e Wisman, que foi importante defensivamente, deixaram o campo na maca.

Para a partida diante do Botafogo-DF, o CEC não poderá bobear. Se quiser ser líder da chave precisa que o Brasília tropece diante do Unaí. Ainda assim, para não ter que fazer contas, precisará vencer o Botafogo-DF por no mínimo três gols de diferença.

Related Images:

Deixe uma resposta