Vexame alvinegro

Capitão Dimba começou jogando, mas não foi suficiente

Capitão Dimba começou jogando, mas não foi suficiente

O Ceilândia empatou com o Botafogo-DF dentro de casa e passará pelo vexame de estar fora das semi-finais da Taça JK.

O vexame se deve nem tanto pelo resultado em si, algo possível no mundo do futebol. O vexame se deve ao fato de o Ceilândia não ter sido o Ceilândia.

Os primeiros minutos da partida mostraram um time bastante ansioso. O Ceilândia não era sequer sombra de um time organizado. Das duas uma: o time acreditava que venceria o Botafogo-DF na base da força ou

Pezão comemora: CEC sai atrás no marcador

Pezão comemora: CEC sai atrás no marcador

O fato é que o Ceilândia era um arremedo de organização. Havia um enorme espaço entre as linhas de meio-de-campo e pelo lado direito da defesa havia um corredor.

Ironias a parte, a jogada do gol do Botafogo-Df nasceu pela esquerda. No cruzamento, a zaga não cortou e a bola sobrou para Pezão, livre de qualquer marcação, abrir o placar aos 12 minutos de jogo.

Mesmo após o gol, o Ceilândia acreditava que poderia vencer o jogo na força. Foi o Botafogo-DF quem, todavia, permitiu que o CEC assumisse o controle da partida.

 

Cassius chega atrasado. Não era dia

Cassius chega atrasado. Não era dia

Dos 25 minutos em diante o CEC foi desperdiçando chances com Cassius, Alisson, Wisman, Didão, Rodrigo Cardoso… Havia muita ansiedade e o time não jogava bem.

Veio o segundo tempo e o CEC voltou a ter quinze minutos de apagão. O Botafogo-DF controlava a partida até que Adelson sacou Wisman e colocou Elvis.

Elvis teve cinco minutos de inspiração. Aos dezenove, no primeiro lance de Elvis, o CEC quase empatou. Desta vez Dimba perdeu a ajeitada de Cassius.

Maninho persegue Cassius: melhor em campo

Maninho persegue Cassius: melhor em campo

Aos 22 Adelson trocou Rodrigo Cardoso e colocou Higor. No primeiro lance, Higor cruzou forte e o zagueiro do Botafogo-DF desviou para o fundo das redes. O empate não servia. O Gama vencia o Luziânia por 1 x 0.

Nas arquibancadas, dirigentes do Ceilândia conversavam com dirigentes do Luziânia. Dirigentes do Luziânia reclamavam do penalti do Gama e de penaltis não marcados para o Luziânia. Não importava: o Ceilândia precisava fazer o seu dever de casa.

Mas não deu. O Ceilândia pressionou, mas não criou outras situações de gol. Na verdade ainda deu tempo para o Botafogo-DF perder gol feito e mandar a bola no travessão.

 

Badhuga aparecia no ataque e até pela lateral: não deu

Badhuga aparecia no ataque e até pela lateral: não deu

A partida terminou em 1 x 1. Restava colar o ouvido no rádio e esperar o término da partida do Gama. Alguns minutos depois e a esperança foi por terra. CEC está fora das semi-finais da Taça JK.

Para alguns pode haver a sensação de terra arrasada. Há sempre aqueles que procurarão um culpado. O futebol tem disso. Nem tanto ao mar, nem tanto a terra.

O CEC ressente-se da falta de um atacante rápido e de um armador. Sente mais ainda a falta do seu próprio jogo.

 

Related Images:

Deixe uma resposta