Cidade

Campo de terra: já foram muitos, hoje são poucos

Campo de terra: já foram muitos, hoje são poucos

Durante muito tempo, Ceilândia foi essencialmente uma cidade dormitório. Conserva muito disso, mas já começa a dispor, ao menos, de um comércio local forte.

A cidade crece desordenadamente, mas também para o alto

A cidade cresce desordenadamente, mas também para o alto

Espera-se para este ano a divulgação dos novos cálculos de Índice de Desenvolvimento Humano. Nos últimos 10 anos, Ceilândia incorporou à parte tradicional, setores extremamente carentes de equipamentos, serviços públicos, educação e emprego como Sol Nascente e Por do Sol. Tendência de que o IDH caia.

Cotidiano: em frente da escolaCotidiano: em frente da escola

Em termos de IDH é impossível comparar Ceilândia com Gama, por exemplo. Na última aferição, o IDH-M de Ceilândia só fica à frente de Samambaia, Recanto das Emas, Planaltina e Brazlândia.

Vista de uma rua da cidade tradicional: Ceilândia

Vista de uma rua da cidade tradicional: Ceilândia

No quesito educação, o IDH-E de Ceilândia é um dos piores, sendo ultrapassado pelo IDH-E de Samambaia. No quesito renda, Ceilândia até melhora um pouco, mas ainda está longe de São Sebastião, por exemplo (0,670 contra 0,714 de IDH-R).

Ciclovia para uma cidade que adora esporte

Ciclovia para uma cidade que adora esporte

O quesito longevidade, medido pelo IDH-L, é uma das poucas coisas que aproximam Ceilândia e Gama. Fruto da violência cotidiano, a expectativa de vida do Ceilandense é uma das piores do Distrito Federal, ficando apenas à frente do IDH-L de Planaltina e Brazlândia e logo abaixo do IDH-L do Gama.

Caixa D'Água: mais que uma referência, um monumento

Caixa D’Água: mais que uma referência, um monumento

Somadas todas as variáveis, o IDH-M de Ceilândia é um dos piores do Distrito Federal. Esquecida por tudo e por todos, a população da cidade sofre com a violência e com o abandono.

Depois de 40 anos, Ceilândia ganhou um ginásio esportivo

Depois de 40 anos, Ceilândia ganhou um ginásio esportivo

Em meio a tudo isso, a cidade existe e ensaia uma resistência com grupos que cantam a cidade. Na música do Viela 17, Ceilândia resiste.

Avenida Hélio Prates: centro do comércio local

Avenida Hélio Prates: centro do comércio local

A Casa do Cantador já foi uma dos mais prestigiados locais da expressão da cultura nordestina, maior parte dos migrantes do DF e que encontram refúgio em Ceilândia

Nordestinos como Raminho do Baião fizeram a história de Ceilândia e a Casa do Cantador

Nordestinos como Raminho do Baião fizeram a história de Ceilândia e a Casa do Cantador

Há diversos movimentos culturais, mas sem qualquer política de incentivo. A cidade foi invadida nos últimos anos por eventos realizados por cantores sertanejos de outras cidades, sem qualquer vínculo com a identidade da cidade ou sem o menor compromisso de fortalecer a cultura de Ceilândia.

Avenida Hélio Prates: dizia-se que Hélio Prates ficava deprimido com a vista das invasões

Avenida Hélio Prates: dizia-se que Hélio Prates ficava deprimido com a vista das invasões

O dia-a-dia da cidade é o de uma cidade que corre para trabalhar.

Cotidiano: caminhando para o trabalho. Cidade dormitório

Cotidiano: caminhando para o trabalho. Cidade dormitório

Sem opções, cinema, teatros, ginásios esportivos… Ceilândia somente aos 40 anos vê construído o seu primeiro ginásio público e shopping.

400 mil habitantes e nenhum cinema ou teatro: Shopping em construção

400 mil habitantes e nenhum cinema ou teatro: Shopping em construção

Enquanto isso, a cidade cresce invadindo área de relevante interesse ecológico… moradia a qualquer custo.

Em oposição à Ceilândia tradicional que cresce para o alto, Sol Nascente cresce para os lados e invade área de relevante interesse ecológico

Em oposição à Ceilândia tradicional que cresce para o alto, Sol Nascente cresce para os lados e invade área de relevante interesse ecológico

Nem tudo é má notícia: parte da população é atendida pelo metrô, que passa ao lado do Estádio Regional.

Metrô serve boa parte da população e passa ao lado do Estádio Regional

Metrô serve boa parte da população e passa ao lado do Estádio Regional

O Estádio Regional de Ceilândia deve passar por mudanças em breve: mudanças previstas não agradaram às pessoas ouvidas pelo SiteCEC.

Estádio Regional de Ceilândia

Estádio Regional de Ceilândia