Tag: Atletico Taguatinga

Derrota fica no passado: Gato tem sequência difícil

Helinho sentiu incômodo na virilha e preocupa

A derrota do meio de semana ficou no passado. De modo geral a avaliação foi a de que dias ruins acontecem e o Ceilândia não tem tempo para lamentar. No domingo, 10h30, no Serejão, enfrenta o Taguatinga e, na sequência Brasiliense, Santa Maria e Gama. Em quatro jogos, o Gato Preto dirá a que veio em 2019.

Murilo pode trazer experiência para a lateral-direita

Para o jogo deste final de semana, Jairo Araujo talvez já possa contar com Murilo e com isso agregar experiência à lateral-direita. O Ceilândia tem dependido demasiadamente do seu lado esquerdo.

Derrota ficou no passado. Gabriel é opção para o meio

Mesmo com pouco tempo para treinar, Jairo Araujo tem a missão de acertar a sincronia dos homens do meio e atacantes na saída de bola do adversário. O Ceilândia sofreu com isso no jogo contra o Capital. No mais, a proposta do time é boa e os ajustes seriam necessários à medida em que os adversários conhecessem a forma que o Ceilândia joga.

Último jogo em 2017: Vitória alvinegra por 3 x 2. Ronaldinho mudou de lado

Helinho reclamou de dores na virilha direita durante o jogo. Com pouco tempo para repouso, pode ser uma perda importante.

 

Tatuí regularizado. Wilker ganhou elogios

Ceilândia teve muita dificuldade contra o Real.

Depois dos problemas burocráticos que o impediram de jogar contra o Real, Tatuí enfim está regularizado. O atacante está à disposição de Jairo Araujo e pode jogar domingo, 16h,  no  Abadião, diante do Bolamense.

Nome
Tatuí
Posição
Atacante
Altura
1,70m
Peso
69kg
Ligas
Campeonato Candango
Temporadas
2019
Nascimento
14 de outubro de 1991
Idade
27

Na partida contra o Real jogou Wilker, e o jovem atacante não decepcionou. Wilker começou pela direita e ajudou defensivamente no pior momento do Ceilândia no jogo. Quando  o Ceilândia equilibrou o jogo,  Wilker fez o simples, dando ritmo ao jogo, fazendo a bola rolar.

Wilker jogou em ambos os lados do campo: peça importante

Na segunda etapa, Wilker já estava mais confiante e deu muito trabalho para a defensiva do Real. Como todos os jogadores, Wilker ainda não está no auge de suas condições, mas mostrou que pode ser útil.

Nome
Wilker
Posição
Atacante
Ligas
Campeonato Candango
Temporadas
2019
Nascimento
30 de junho de 1998
Idade
20

Nesta quarta o Ceilândia treina em apenas um período. Na quinta faz o apronto para a partida contra o Bolamense.

 

Gol sofrido contra o Luziânia: Ceilândia procura soluções

Adelson admite ter problemas com a defesa

Wallace desvia a bola que Bruno pegou no segundo pau para fazer o primeiro gol do Taguatinga
Wallace desvia a bola que Bruno pegou no segundo pau para fazer o primeiro gol do Taguatinga

O Ceilândia retorna aos trabalhos nesta segunda de carnaval  visando o jogo desta quarta, 15h30, no Serra do Lago, contra o Brasília. Na bagagem, uma preocupaçâo: a defesa.

Bola aérea: quem está marcando quem na defesa do Ceilândia
Bola aérea: quem está marcando quem na defesa do Ceilândia

O Ceilândia tomou em gol em todos os jogos do ano à exceçao da vitória sobre o Sete de Dourados, pela Copa Verde.  O Ceilândia sofreu gol com falha da defesa, nem tanto por erro de posicionamento, mas por erro técnico mesmo, diante do Sete, ABC, Formosa e Taguatinga. Os outros gols vieram em jogadas de bola aérea diante de Real, Luziânia e Taguatinga (duas vezes -penalti incluído).

Gol sofrido contra o Luziânia: Ceilândia procura soluções
Gol sofrido contra o Luziânia: Ceilândia procura soluções

Com o campeonato chegando à sua metade e com o Ceilândia tendo jogos decisivos pela  Copa Verde, Adelson tem problemas.  Falando ao CeilandiaEC, o treinador disse estar procurando soluções. Alguns de seus jogadores não estão no melhor de suas formas técnicas e físicas, admitiu.  Restam aos jogadores admitir e adotar  comportamentos adequados a esse entendimento.

Adelson foi questionado se o problema não seria outro e que o problema estava apenas estourando na defesa. O treinador disse acreditar que o problema é realmente na defesa e que está trabalhando para resolver. 

Michel, Didão, Romarinho e Formiga comemoram: virada contou com futebol e superação, como deve ser

Virada com futebol e coração, como tem que ser!!!

O Ceilândia começou muito bem, mas rapidamente perdeu consistência de jogo
O Ceilândia começou muito bem, mas rapidamente perdeu consistência de jogo. O Taguatinga fez 1×0 com Bruno

Aqueles que dizem entender de futebol podem até torcer o nariz, mas não podem negar que Ceilândia x Taguatinga foi um espetáculo: muitos gols, pênalti defendido, expulsão, virada e muita, muita emoção.

Almeida entrou e fez uma partida taticamente à beira da perfeição
Almeida entrou e, discreto, fez uma partida taticamente à beira da perfeição

Minutos antes do jogo caiu uma tempestade sobre Ceilândia. O jogo, contudo, começou sob céu limpo. O Ceilândia parecia que teria facilidades contra o último colocado da tabela. Parecia…

Wallace foi surpreendido com a convocação: um jogador como ele não pode se dar ao luxo de acreditar que não será utilizado
Wallace foi surpreendido com a convocação: um jogador como ele não pode se dar ao luxo de acreditar que não será utilizado

Não demorou muito e, no primeiro ataque, o Taguatinga fez 1 x 0. Cobrança de escanteio pelo lado direito da defesa do Ceilândia, Wallace Tartá desviou e a bola sobrou para Bruno fazer Taguatinga 1 x 0.

O Taguatinga fez 1 x 0 e o cenário seria muito mais surreal se Pedro não tivesse salvado esse gol
O Taguatinga fez 1 x 0 e o cenário seria muito mais surreal se Pedro não tivesse salvado esse gol

O Ceilândia se perdeu um pouco com a desvantagem. Passou a abusar da ligação direta. O time parecia nervoso em excesso, dentro e fora de campo. O Taguatinga aproveitou-se desse momentâneo descontrole alvinegro e poderia ter ampliado se não fossem duas defesaças de Pedro que impediu o Taguatinga de fazer 2 x 0.

Gilmar Erê foi mais uma vez importante: interceptou a bola e serviu Romarinho para empatar o jogo
Gilmar Erê foi mais uma vez importante: interceptou a bola e serviu Romarinho para empatar o jogo

O susto parece ter feito bem ao Ceilândia. O Gato Preto entendeu que apenas força não seria suficiente para vencer o jogo, era preciso jogar futebol. O nervosismo assentou e o Gato Preto assumiu as rédeas da partida.

A chuva castigou e expulsou os torcedores das arquibancadas
A chuva castigou e expulsou os torcedores das arquibancadas

Aos 21, pressão do Ceilândia. A defesa do Taguatinga afastou mal, Gilmar Erê interceptou, perdeu o controle da bola, recuperou-se, bateu firme e Romarinho completou para empatar o jogo: Ceilândia 1 x 1 Taguatinga.
Depois disso, o Ceilândia manteve a iniciativa do jogo, mas sem criar situações claras de gol.

Alguns fiéis torcedores aguentaram firmes e conduziram o time à vitória
Alguns fiéis torcedores aguentaram firmes e conduziram o time à vitória

A chuva aumentou e com ela veio o segundo tempo, com o segundo tempo muitas emoções.

Campo pesado e muitos cartões amarelos, para ambos os times
Campo pesado e muitos cartões amarelos, para ambos os times

O Ceilândia voltou disposto a decidir a partida. Não contava, todavia, que o destino se dispusesse a pregar-lhe uma peça: aos 2 minutos do segundo tempo o Taguatinga fez 2×1. Indecisão da defesa, bola presa na enorme quantidade de água e Sena desempatou a partida.

Há décadas não se via o Regional com tanta água: curva norte ficou alagada
Há décadas não se via o Regional com tanta água: curva norte ficou alagada

A partir daí o Ceilândia teve, talvez, o seu pior momento na partida. O Taguatinga que fizera dois gols em situações esporádicas passou a demonstrar uma consistência de jogo que até o momento não mostrara. O time rubronegro empurrou o alvinegro para o seu campo de defesa fazendo temer-se pelo pior.

Ceilândia comemora o primeiro gol: sofrimento no segundo tempo
Ceilândia comemora o primeiro gol: sofrimento no segundo tempo

Adelson percebeu que era hora de mexer. Antes, contudo, o Ceilândia fez prevalecer a sua melhor condição atlética e retomou a iniciativa do jogo. Ao mexer, Adelson colocou Elivelto  e Michel. Formiga viria a entrar no final (e fazer sua melhor apresentação em anos com a camisa alvinegra).

Eliveto tem trabalhado com afinco e humildade: os resultados são perceptíveis
Eliveto tem trabalhado com afinco e humildade: os resultados são perceptíveis

O Ceilândia partia para uma tática suicída. Adelson simplesmente empurrou seus laterais para o campo de ataque e propôs uma blitz no campo de defesa do Taguatinga.

O Gato Preto começou a criar situações de gol, ora com Romarinho, ora com Michel. De tanto insistir, aos 34 do segundo tempo, Romarinho invadiu a área e foi derrubado. Penalti que Elivelto bateu e converteu para empatar o jogo aos 35: 2 x 2.

Jefferson foi apresentado à dura vida de jogador de futebol profissional: jogar bem uma vez é fácil...
Jefferson foi apresentado à dura vida de jogador de futebol profissional: jogar bem uma vez é fácil…

Com a vitória em perspectiva, o Ceilândia foi para o ataque. Não contava que, três minutos depois, o destino viesse a pregar-lhe outra peça. Na bola parada do Taguatinga o árbitro viu pênalti de Jefferson, que teria segurado um adversário na área. Jefferson havia tomado cartão amarelo no primeiro tempo e foi expulso: penalti para o adversário e o Gato Preto reduzido a 10 jogadores.

Pedro defende o pênalti: Ceilândia viraria com um homem a menos
Pedro defende o pênalti: Ceilândia viraria com um homem a menos

Morrendo de frio e sob a chuva inclemente o torcedor do Ceilândia cruzava os dedos. Deu certo: Pedro fez uma fantástica defesa no pênalti bem cobrado pelo adversário Ramon.

Refeito do susto, o Ceilândia foi à frente. O público diminuto empurrava a cada instante, a cada lance. O prêmio veio aos 46, graças à insistência de Romarinho. Na primeiro vez, Pedro defendeu, Didão e Romarinho devolveram a bola e Michel fez o terceiro gol alvinegro, o gol da virada.

Michel, Didão, Romarinho e Formiga comemoram: virada contou com futebol e superação, como deve ser
Michel, Didão, Romarinho e Formiga comemoram: virada contou com futebol e superação, como deve ser

A torcida sempre cobra interação com os jogadores. Michel, Didão e Romarinho foram comemorar com eles e os torcedores agradecem. 1, 2, 3… Ceilândia!!! Uma vitória para não esquecer, de um time que pode dar muitas alegrias. Futebol? Bem, futebol é isso: quando não der pela habilidade… que não falte vontade!!!

Romarinho não esteve bem em 2016. Em 2017, um dos destaques do Ceilândia

Semana decisiva começa hoje contra o Taguatinga

Emerson Martins tem sido de uma regularidade incrível. Ceilândia precisa saber usa-lo
Emerson Martins tem sido de uma regularidade incrível. Ceilândia precisa saber usa-lo

O Ceilândia tem um semana decisiva. Comissão Técnica e elenco serão postos à prova em suas capacidades de organização, motivação, recuperação e habilidade para colocar em campo um time à altura dos desafios enfrentados. Os resultados da semana apontarão claramente os objetivos do Gato Preto nesta fase do Candangão.

Gilmar Erê: ofensivamente, participação nos gols. Defensivamente: responsável pela boa fase de Dudu
Gilmar Erê: ofensivamente, participação nos gols. Defensivamente: responsável direto pela boa fase de Dudu

Neste sábado, 16h,  o Ceilândia enfrenta o Atlético Taguatinga.  Tal qual ano passado, o Gato Preto e o Atlético se encontram em situações opostas na tabela. Em 2016,  Adelson poupou boa parte do seu time titular e o time que entrou não estave à altura do desafio. Resultado: empate sofrido por 0 x 0.

Em 2016, um dos poucos jogos em que o Ceilândia foi claramente beneficiado pela arbitragem: 0 x 0
Em 2016, um dos poucos jogos em que o Ceilândia foi claramente beneficiado pela arbitragem: 0 x 0

Para o jogo de hoje, Adelson não divulga o time. Espera-se que faça alterações e, mais importante, que aqueles que vão entrar estejam à altura do desafio.  Alguns jogadores não repetiram as boas atuações de jogos anteriores. Adelson precisa saber usá-los. Nesse caso estão Gilmar Erê e Emerson Martins.

Aos trancos e barrancos e com um time improvisado, Ceilândia tropeçou no Taguatinga em 2016: 0 x 0
Aos trancos e barrancos e com um time improvisado, Ceilândia tropeçou no Taguatinga em 2016: 0 x 0

Alguns jogadores precisam de rodagem. Nesse caso estão Dudu, Filipe Cirne, Michel, Matheuzinho, Elivelto, David, todos os suplentes. O problema está em saber o quão desfigurado o time pode ficar.  Em 2016, o time entrou muito desfigurado contra o Atletico Taguatinga e o resultado foi ruim. 

Romarinho não esteve bem em 2016. Em 2017, um dos destaques do Ceilândia
Romarinho não esteve bem em 2016. Em 2017, um dos destaques do Ceilândia

O capitão Didão deve retornar ao time. Wallinson está suspenso.David machucou o braço contra o Formosa. Allanzinho recupera-se de enfermidade. Gilmar Ere e Emerson Martins são jogadores importantes e precisam ser usados com inteligencia. O trabalho de Adelson  e da comissão técnica não é fácil. A estrutura do time ajuda nesses momentos.

Como é só um desafio por vez, o Ceilândia foca no Taguatinga. Na quarta tem Brasília e no sábado jogo de ida da Copa Verde contra a Luverdense.

 

Didão: o Capitão deve voltar contra o Taguatinga

Ceilândia muda para pegar o Taguatinga

Wallinson é desfalque certo diante do Taguatinga

Ainda sete pontos atrás do líder, o Ceilândia enfrenta o Atletico Taguatinga neste sábado, 16h00, no Regional. O Ceilândia montou um elenco qualificado para o Campeonato Metropolitano e terá a oportunidade de testá-lo nesta sequência de jogos.

O treinador Adelson de Almeida já vem poupando esporadicamente alguns atletas, submetidos que estão a jogos a cada três dias. Para a partida deste sábado, Adelson deve promover o retorno de alguns e a saída de outros.

Felipe Pires contra o Dourados: Jefferson sai na frente
Felipe Pires contra o Dourados: Jefferson sai na frente

Esperam-se os retornos de Didão e Allanzinho, o primeiro poupado diante do Formosa, o segundo recuperado de problemas de saúde.

Uns voltam, outros saem. Dentre os que saem uma certeza: Wallinson não deve enfrentar o Taguatinga. O zagueiro recebeu seu terceiro cartão amarelo na competição. Para o seu lugar, Jefferson é o mais cotado.Gato Preto terá uma grande oportunidade para testar o seu elenco. 

Didão: o Capitão deve voltar contra o Taguatinga
Didão: o Capitão deve voltar contra o Taguatinga

Adelson pode, também, dar uma nova oportunidade a Felipe Bortolucci. O zagueiro atuou apenas diante do Sete e falhou no gol adversário. Bortolucci não pode pagar indefinidamente por um acidente de início de temporada.  Mesmo que Bortolucci tenha evoluído, Jefferson aproveitou a chance diante do mesmo Sete e sai na frente.