Tag: Guaraense

Ceilândia Campeão do Candanguinho 2018 – Sub-17

Ceilândia entra em campo para a decisão: agora, Taça BH

O Ceilândia termina o ano em alto estilo. Jogando na manhã deste sábado no Serra do Lago, em Luziânia, o Gato Preto venceu a UD Guaraense  e sagrou-se Campeão do Distrito Federal 2018 na categoria juvenil.

Ceilândia permitiu que Guaraense fosse melhor no início, mas Gabriel Blesson estava atento.

O Gato Preto vinha de eliminar o  Legião, atual campeão, e buscava retomar a hegemonia da categoria no Distrito Federa, o que lhe permite aspirar a disputa da Taça BH Sub-17, velho sonho de consumo dos responsáveis pelas categorias de base e também do presidente Ari de Almeida.

Aos poucos o Ceilândia equilibrou as ações

O Gato Preto começou meio fora de sintonia e permitiu que a Guaraense assumisse o controle da partida nos dez primeiros minutos. Aos poucos, contudo, o Ceilândia do técnico Gleyton Arianni foi se encontrando no jogo e passou a ditar as ações.

A grande vantagem do Ceilândia no jogo inteiro foi o último passe. Guaraense dependia de ligação direta

O primeiro gol da partida surgiu aos 29. Conquanto estivesse melhor, o Ceilândia não criara grandes oportunidades até que Guilherme sofreu falta na intermediária de ataque. Na cobrança, Jardel foi mais esperto e cabeceou firme para vencer a meta adversária e fazer Ceilândia 1 x 0.

Jardel fez Ceilândia 1 x 0

Após o gol o Ceilândia continuou melhor e perdeu ao menos uma grande oportunidade para fazer 2 x 0. Na melhor delas, Ryan, que fez gol em todos os jogos decisivos, mantou sobre a trave.

Ryan poderia ter feito 2 x 0 ainda no primeiro tempo. Ceilândia foi displicente em alguns momentos

Veio o segundo tempo e o Ceilândia passou por momentos de instabilidade. A Guaraense passou a rondar a área alvinegra, mas a defesa alvinegra controlou as melhores ações do adversário. O goleiro Gabriel Blesson, que tanto trabalhara contra o Legião, pouco era exigido a não ser em chutes de longa distância.

… mas Ryan foi decisivo em todos os jogos e fez o gol do título

O Ceilândia, como fizera na primeira etapa, conteve o ânimo do adversário e aos poucos equilibrou a partida. No geral, as melhores chances do segundo tempo sempre estiveram com o Ceilândia.

Caio dita o ritmo: Com 2 x 0, Ceilãndia esperou o apito final

O tempo foi passando e a tensão foi aumentando, principalmente porque o Ceilândia era incapaz de matar o jogo. Dois erros na saída de bola tornaram o clima ainda mais tenso, mas a Guaraense não conseguiu aproveitar porque a defesa alvinegra continuava firme e poupava Gabriel Blesson do mais difícil.

Jogadores brindam o treinador Gleyton Arianni com um banho de água gelada

Aos 21 veio o segundo gol alvinegro. O Ceilândia tocou a bola no campo defensivo até que Jardel recebeu na intermediária e lançou Ryan que ganhou a disputa com o zagueiro, tirou o goleiro e tocou para o fundo da meta: Ceilândia 2 x 0 Guaraense.

Muita festa ao levantar mais uma taça

Depois do segundo gol, o Ceilândia controlou a partida até ao final sem passar maiores sustos.  Com o apito final, festa dos meninos do Ceilândia e da Comissão Técnica.

Ceilândia comemora mais um título

Parabéns a todos os envolvidos e principalmente para  Gabriel Blesson, Guilherme, Vitor Sales, Maike, Ian Santos, Levi, Victor Hugo, João Victor, Jardel, Caio Paz, Ryan, Lucas Gabriel, Maykon, Harius, Filipe Silva e  Luan Uchoa,

Gleyton Arianni e equipe comemoram mais um título.

 

Agora o foco de Gleyton Arianni e equipe se volta para a Copa São Paulo que começa na próxima quinta. Gato Preto vai enfrentar o Ceará.

Gabriel foi o goleiro menos vazado.

Base: Ceilândia elimina Legião e está na final do DF-2018 Juvenil

O jogo começou muito disputado e com algumas entradas fortes

O Ceilândia está nas finais do Candanguinho 2018, categoria juvenil. Depois de vencer o Legião no jogo de ida por 2 x 1, o Gato Preto fez valer a vantagem conquistada e, após empatar em 1 x 1, fará a final do campeonato do Distrito Federal da categoria no próximo dia 29, no Serra do Lago, em Luziânia, diante da Guaraense.

As melhores chances do primeiro tempo foram do Ceilândia

Foi uma partida muito disputada. Os primeiros minutos foram muito nervosos, e os times pouco conseguiram criar.
Aos poucos o Ceilândia foi assentando no jogo e fazendo valer o seu futebol de aproximação e toques.

O Ceilândia pediu pênalti neste lance, mas a arbitragem mandou seguir

O Legião é um time muito forte fisicamente e procurava explorar os contra-ataques. As melhores chances, contudo, estiveram com o Ceilândia. O Legião também levou perigo, mas com menor intensidade.

Jogo muito disputado, mas o Ceilândia perdeu muitos gols

Veio o segundo tempo e o jogo continuou muito disputado. O Legião era melhor, mas incapaz de criar situações claras de gol. A partida ficou nervosa.

Aos 20, contudo, explorando um contra-ataque, o Ceilândia ampliou ainda mais a vantagem e fez 1 x 0 com Ryan.
Depois do gol, o Ceilândia permitiu que o Legião rondasse a sua área até que aos 35 o adversário empatou o jogo.

Ryan fez o gol alvinegro e deu muito trabalho para a defesa do Legião

Havia muito jogo ainda, mas apesar da luta do Legião, o Ceilândia do técnico Gleyton Ariani conseguiu controlar o ímpeto e eliminou o atual Campeão Candango.

Juvenil começa mal a terceira fase

2008: CEC venceu Guaraense por 3 x1 (juvenil)

A terceira fase do Metropolitano 2011 começou mal para o Ceilândia. Em campo duas das melhores equipes da competição. O Ceilândia começou melhor e saiu na frente, mas o Sobradinhense, mesmo com um jogador a menos, mostrou porque foi cem por cento na fase anterior e com gols de  Romario, Ranielle e Maurício virou para 3×1. O Ceilândia diminuiu o placar, 3×2. A vitória adversária foi confirmada com o meia Cunhado que deu números finais ao placar:  4×2.

Na próxima rodada o CEC vai pegar outra pedreira: a Guaraense no Pinheirinho, enquanto que o Sobradinhense enfrenta o Clube da Saúde. Nos últimos jogos uma vitória para cada lado entre Ceilândia e Guaraense no juvenil. Uma derrota pode significar adeus à semifinal do campeonato.