Tag: Gurupi

Todo mundo se mexendo: CENE, CRAC e Ceilândia entram em campo

Do time que enfrentou o Brasiliense em março, apenas dois seriam titulares hoje
Do time que enfrentou o Brasiliense em março, apenas dois seriam titulares hoje

O Ceilândia entra em campo hoje às 16h, no Elmo Serejo, para enfrentar o Brasiliense naquele que pode ser o último amistoso antes do início da D Nacional. O Ceilândia não é o único.

O CRAC de Catalão também entra em campo hoje para a sua terceira partida na fase de preparação. Depois de dois empates, contra o Gremio Anápolis por 0 x 0 e por 1 x 1 (1×0 para o CRAC no primeiro tempo, quando as duas equipes estavam com seus times titulares) contra o Orizona, o CRAC vai a Ituiutaba, Minas Gerais,  enfrentar o Ituiutabana.

O CENE que havia perdido para o Marília por 3 x 1, teve cancelado o amistoso que disputaria contra o CIANORTE no último final de semana.  Neste domingo, o time pantaneiro enfrentará o Coxim.

China e Marangon: CEC é um time mudado
China e Marangon: CEC é um time mudado

Os outros dois times do grupo possuem estratégias diferentes. O Gurupi optou por não realizar amistosos. A última partida disputada foi no dia 17 de maio, quando venceu o Tocantiponopolis por 2 x 0. Já a Aparecidense, que vai disputar a competição com um time de juniores, perdeu no último domingo para o Anápolis por 2 x 0. Não confundir Anápolis, tradicional time da cidade do mesmo nome, com o Gremio Anápolis que enfrentou o Ceilândia. São times diferentes.

Para a partida de hoje à tarde, Adelson deve lançar um time diferente do que enfrentou e venceu o Grêmio Anápolis. A idéia é fazer o máximo de observações possíveis, principalmente em razão dos novos jogadores terem características diferentes da apresentada pelo time no campeonato local. Independente do que digam os técnicos, há sempre um clima de rivalidade no ar, afinal estão em campo os únicos campeões do Distrito Federal nos últimos 9 anos.

Related Images:

Adversários da D Nacional também se preparam

Cassius e João Carlos à frente: time que disputou a C Nacional em 2006 era treinado por Everton Goiano
Cassius e João Carlos à frente: time que disputou a C Nacional em 2006 era treinado por Everton Goiano

Enquanto o Ceilândia se reforça para a D Nacional, os seus adversários também não param.

O Gurupi é treinado por Everton Goiano e acabou de se consagrar tri-campeáo do Estado do Tocantins. Everton Goiano já foi treinador do Ceilândia. O clube chegou a cogitar a contratação de China, meia que atuou pelo CEC no primeiro turno do campeonato metropolitano deste ano. A contratação não avançou porque China tem três jogos de suspensão por cumprir.

O CENE jogou no meio de semana contra o Marília. No primeiro tempo, com as equipes titulares, o jogo terminou empatado sem gols. No segundo tempo, Valter Ferreira fez seis alterações na sua equipe, mas manteve a base, ma, os reservas do Marília venceram por 3 x 1.

O CRAC tem no gol um velho conhecido da torcida alvinegra: o goleiro Donizete. O time foi completamente mudado em relação ao time que disputou o campeonato goiano. No meio de semana empatou sem gols com o Gremio Anapolis.

O maior mistério será revelado aos olhos da torcida do Ceiländia ainda neste sábado. A Aparecidense fez amistoso contra o Brasiliense no Elmo Serejo. O time goiano teve problemas durante a viagem e visivelmente desentrosado foi goleado pelo Brasiliense por 4 a 1.

Related Images:

Zé Carlos confirma expectativas

Zé Carlos confirmou as expectativas: boa forma
Zé Carlos confirmou as expectativas: boa forma - Crédito: Antonio Gomes

Aos poucos a Diretoria vai confirmando os nomes dos reforços. Dentre os reforços mais importantes está o do atacante Zé Carlos que se apresentou e já treina com o conjunto alvinegro. O atacante mostrou aquilo que a torcida alvinegra já tinha visto: sabe jogar e está em boas condições físicas.

O técnico Adelson de Almeida sabe que Zé Carlos mostrou no Botafogo-DF que é um jogador inteligente e, apesar da idade, rápido. Um eventual ataque formado por Nelisson e Zé Carlos mudaria bastante o estilo de jogo do Ceilândia. É isso que empolga o treinador: a possibilidade de mudar a maneira da equipe jogar. A dupla de ataque titular, formada por Dimba e Cassius fez 20 gols no campeonato local.

Outros dois jogadores se apresentaram: o lateral-direito Crispim e o goleiro Edimar, vindos do Botafogo-DF e do Luziânia respectivamente.

Com o adiamento do início da Série C o Ceilândia ganhou mais uma semana para preparar a equipe.  O mais importante vai ser recuperar alguns atletas que estão machucados.. Dará tempo também para melhor compreender as características dos novos atletas e dar tempo para que estes se condicionem melhor fisicamente.

Enquanto isso os adversários do Ceilândia vão fazendo jogos-treino. O CRAC empatou no meio de semana com o Grêmio Anápolis, em Anápolis, sem gols. O CENE perdeu para o Marília por 3 x 1, mas o primeiro tempo, entre as equipes titulares, terminou sem gols. Já a Aparecidense jogará neste final de semana contra o Brasiliense.

O Gurupi, treinado por Everton Goiano, noticia a possibilidade de contar com China, jogador que disputou o Metropolitano 2012 pelo Ceilândia.

Related Images:

Objetivo: série D


Em 2005 o CEC chegou nas quartas-de-final da Série C e foi eliminado pelo Ipatinga, após empate sem gols em Minas Gerais. Em 2012, há muito que remar...
Em 2005 o CEC chegou nas quartas-de-final da Série C e foi eliminado pelo Ipatinga, após empate sem gols em Minas Gerais. Em 2012, há muito que remar...

O Ceilândia traçou a Série D como objetivo. Pode ser que por uma ou outra razão o time tenha se desviado de seu objetivo durante as finais do Campeonato Metropolitano, mas o foco sempre foi a Série D.

Não há tempo para mais comemorações. Alguns contratos se encerraram no final de semana, casos de Gustavo, Claudionor e Diego Marangon. Outros estão por vencer nas próximas semanas.  Será natural que haja alterações no elenco. Nem tanto que o descaracterize ou tanto que mantenha algumas vulnerabilidades. A diretoria corre contra o tempo.

O Ceilândia estréia já na Série D já no próximo domingo, em Aparecida de Goiânia, contra a Aparecidense. O grupo do Ceilândia conta ainda com o CRAC, CENE  e Gurupi.  Os times se enfrentam em turno e returno. Os dois primeiros colocados avançam para a próxima fase.

Série D 2010: CEC liderou o grupo até a última rodada e foi surpreendido pelo eliminado Brasília
Série D 2010: CEC liderou o grupo até a última rodada e foi surpreendido pelo eliminado Brasília

O Ceilândia está no Grupo Sul. Em outras palavras, ao avançar a fase o Ceilândia deve enfrentar os times do  eixo Rio-São Paulo-Minas-Rio Grande do Sul. Se quiser ser um time respeito, o CEC precisa passar por esse batismo.

Classificando-se na primeira fase, o CEC deveria enfrentar os dois primeiros colocados do grupo formado por times de Minas e Rio de Janeiro (Nacional-MG, Guarani-MG, Friburguense-RJ, Resende-RJ e Aracruz-ES).

A última participação do CEC em um campeonato nacional se deu em 2010. O Gato foi eliminado ainda na primeira fase. O Ceilândia liderou o seu grupo até a última rodada, mas perdeu para o Brasília em casa e foi eliminado pelo Araguaína.

A melhor campanha do CEC em competições nacionais foi em 2005. Naquele ano, o time dirigido por Paulo Comelli chegou nas quartas-de-final da Série C. Quis o destino que o CEC enfrentasse o então bom time do Ipatinga. O CEC perdeu em casa por 2 x 1 num gol inesquecível de Rodriguinho para o Ipatinga (com o empate e um desespero injustificado do goleiro que foi à meta adversária tentar o gol da vitória). No jogo de volta, em Ipatinga, o CEC martelou, martelou mas o jogo não saiu do zero a zero.

Related Images: