Tag: Joãozinho

Morre Eurípedes Bueno, ex-técnico do Ceilândia

Ceilândia x Tiradentes em 1982: Wilmar Gato era o goleiro e Eurípedes Bueno o treinador.
Ceilândia x Tiradentes em 1982: Wilmar Gato era o goleiro e Eurípedes Bueno o treinador.

Faleceu nesta quinta-feira, vítima de complicações cirúrgicas, uma das principais figuras do futebol profissional do Distrito Federal: Eurípedes Bueno. Eurípedes Bueno é um ícone do futebol da região mais populosa do Distrito Federal, representada por Taguatinga e Ceilândia. Nas décadas de 70 e 80,  Eurípedes Bueno despontou como uma das maiores referências do futebol do Distrito Federal, tendo se sagrado campeão por seis vezes. Foi campeão com o Gama (1979), Taguatinga (1989, 1991, 1992 e 1993) e com o Guará (aqui como gerente de futebol), em 1996. Eurípedes Bueno treinou o Ceilândia em duas oportunidades. Em 1982 e 1984.

No total Eurípedes Bueno conduziu o Ceilândia em 25 partidas oficiais, com sete vitórias, cinco empates e doze derrotas. Eurípedes Bueno estreiou comandando o Gato em 19 de julho de 1982,  no empate sem gols com o Taguatinga.  O gato, na oportunidade jogou com Wilmar Gato, TEixeira, Eudes, Lorival e Zé Nilson; Alves, Messias e Marcos Torpedo. Zecão e Piau no ataque. O Taguatinga formou com Dico, Edson, Duda, Carlos Roberto e Cuca; Alencar, Wander e Janio (Paulo Hermes); Mario Jorge, Roque e Geraldinho. O técnico do Taguatinga era Carlos Morales.

Teixeira: o maior lateral esquerdo do CEC de todos os tempos
Teixeira: o maior lateral esquerdo do CEC de todos os tempos

Ao longo da competição, Eurípedes foi moldando o Ceilândia. Jogadores como Joãozinho, o segundo maior artilheiro do DF em todos os tempos, e Som (a dupla de Brazlândia) juntaram-se a Zé Vieira, Tião e Teixeira para formar um belo time. Mais importante: esse time assistiu o nascimento do maior ídolo do Gato em todos os tempos: Dorival.

O último jogo em que Eurípedes Bueno comandou o CEC foi contra o Brasília, então bicho-papão da época, em 7 de julho de 1984: vitória do Ceilândia por 1 x 0. No turno, com Eurípedes no comando, o Gato também vencera: 2×1.

Técnico Jogos V E D GF GS S
Adelson de Almeida 82 27 29 26 107 107 0
Mauro Fernandes 40 17 10 13 81 55 26
José Antônio 34 7 14 9 21 20 1
Seu Chicão 30 7 10 13 23 49 -26
Brito 28 10 9 9 29 24 5
Rubens Meirelles “Rubinho” 26 7 5 11 20 35 -15
Euripedes Bueno 25 7 5 12 17 31 -14
Renê 21 3 9 7 11 17 -6
Zé Vieira 18 10 3 4 25 12 13
Décio Leal 14 8 5 1 15 6 9