Tag: Perivaldo

Ceilândia vai enfrentar Luziânia na final. Adversário não perde há mais de um ano

Luziânia será o adversário do Gato Preto na final
Luziânia será o adversário do Gato Preto na final

O Ceilândia já tem o seu adversário para a final. Será o Luziânia. Jogando nessa quarta-feira, Luziânia e Gama empataram em 1 x 1. No jogo de ida, os dois times também empataram em 1 x 1.

Com esse resultado o jogo foi para as cobranças de pênaltis e o azulão da saída sul levou a melhor.

Depois da derrota do Ceilândia para o Brasiliense, o Luziânia, que também tem a melhor campanha,  é o único time invicto na competição .

Time mais regular da competição, o Luziânia não sabe o que é perder desde 25 de março de 2015, há mais de um ano, quando foi derrotado exatamente pelo  Ceilândia, na Serra do Lago, por 2 x 0.

O primeiro jogo da final será nesse sábado, dia 30 de abril, às 16h20, no Estádio Nacional de Brasília.  Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente, ao preço de R$ 20 e 40 reais, no Atacadão Dia a Dia – BR 070 (Ceilândia) e BR 020 (Sobradinho).

Related Images:

2 anos depois. 9 pontos de diferença

Caio na marcação: time cresce na adversidade
Caio na marcação: time cresce na adversidade

O Ceilândia vai até Luziânia pressionado pela necessidade da vitória.  O Luziânia, já classificado para as oitavas, se dá ao luxo de lutar pela primeira colocação.

Isso fará da partida deste sábado especial por várias razões: a principal é que o Gato Preto não pode se dar ao luxo de perder. Por outro lado, o azulão da saída sul luta por vantagem importante nas fases seguintes.

Dudu e Juninho Goiano: se acertando na defesa, mas ainda deficiente no ataque
Dudu e Juninho Goiano: se acertando na defesa, mas ainda deficiente no ataque

O Ceilândia não tem problemas. O Luziânia além da sua boa campanha, deve ter o retorno de meio time que não atuou diante do Santa Maria.

O clima nas hostes alvinegras é de total concentração. O time sabe que não pode bobear.

Uma vitória e o CEC volta a se credenciar a uma das vagas nas quartas-de-final. Uma derrota e terá que remar tudo novamente.

20120327Luziania3x2CEC_097

O jogo será neste sábado, 16h, em Luziânia.

Related Images:

Incômodo goiano

 

Dimba em 2010 diante do Morrinhos
Dimba em 2010 diante do Morrinhos

Os últimos confrontos entre o Ceilândia e os times goianos não tem sido das melhores experiências para o alvinegro, ao menos quando o assunto é amistoso.

Desde 2010, o Ceilândia foi ao Estado vizinho por seis oportunidades e saiu derrotado em cinco, com apenas uma vitoria. Nesse periodo, contudo, o CEC recebeu a visita de goianos por tres vezes, mas conseguiu vencer apenas o Cristalina, entao na terceira divisao do futebol goiano.

Janeiro 2010 – Regional – Morrinhos – Ceilandia 0 x 1 Morrinhos – Ailton fez o gol do time visitante
junho 2010 – Jonas Duarte – Anapolis – Ceilandia 1 x 2 Anapolis – Chefe marcou par o Ceilandia. Ferrari e Thiaguinho marcaram para o Anapolis
julho 2010 – Regional –  Cristalina –  Ceilandia 3 x 1 Cristalina –  gols de Chefe, Dimba duas vezes para o CEC  e Chiquinho para o Cristalina
janeiro 2011 – Genervino da Fonseca – CRAC – Ceilandia 0 x 1 CRAC – Juliano para o CRAC
Janeiro 2012 – Jonas Duarte – Anapolina – Ceilandia 0 x 1 Anapolina – Duda para a Anapolina
junho 2012 – Jonas Duarte – Ceilandia 2 x 0 Gremio Anapolis – Nelisson e Perivaldo para o CEC
janeiro 2013 – Jonas Duarte – Ceilandia 0x1 Gremio Anapolis – Manoel Junior para o Gremio Anapolis

Nos jogos oficiais ha mais equilibrio: duas vitorias do Ceilandia (1×0 Aparecidense em Goiania, 1×0 CRAC no Regional, empate em 2×2 em Catalao contra o CRAC e derrota no Regional contra a Aparecidense, 1 x 0, tudo pela Serie D 2012.

O conjunto dos resultados pode mostrar bem a disparidade entre o futebol goiano e o futebol do Distrito Federal. Sob certa perspectiva, a diferença nao se explica: o investimento do Ceilandia nada deve ao investimento dos times que tem enfrentado.

Neste ano, o CEC ja enfrentou os goianos por duas vezes. Empate em casa diante do Anapolis e derrota em Corumbá de Goiás para a Anapolina.

Claro que uma vitoria diante da Anapolina seria bem vinda. O problema, nessas horas, e’ acreditar que se esta pronto antes da hora. Sao as armadilhas do futebol…

Related Images:

Perivaldo deve voltar ao time titular

Para o CENE, tudo. Para o Ceilândia, o primeiro lugar

Perivaldo deve voltar ao time titular
Perivaldo deve voltar ao time titular

O Ceilândia viajou nesta sexta-feira para Dourados, Mato Grosso do Sul, onde fará no domingo a sua penúltima partida pelo grupo A5 da D Nacional.

O time seguiu desfalcado de Dimba e Panda, ambos suspensos. Adelson ainda não definiu quem lançará no ataque, mas deve mandar Perivaldo a campo.

O Ceilândia precisa da vitória para garantir a primeira colocação. Outro aspecto importante: o Ceilândia não perde há algum tempo como visitante e leva a campo importante invencibilidade. A última derrota foi diante do Luziânia, na decisão do primeiro turno do campeonato candango.

O CENE por sua vez joga a sua vida no campeonato. Precisa da vitória e de um tropeço de seus concorrentes diretos. O discurso durante toda a semana foi de que a vitória deve ser alcançada.

O jogo coloca o Ceilândia frente a frente com o clima que deve enfrentar na semi-final do grupo centro-sudeste da D Nacional. Pressão do adversário e um jogo muito corrido. O time do CENE mostrou em Ceilândia que tem um bom toque de bola e uma boa estrutura tática.

Vai ser um jogo interessante…

Related Images:

Ceilândia vs CENE tem clima de semi-final

Dimba comemora diante do Sobradinho
Dimba comemora diante do Sobradinho

O Ceilândia se prepara para a primeira partida com características de decisão que vai enfrentar daqui para a frente. Com a classificação garantida para o grupo centro-sudeste da Série D Nacional, o Ceilândia volta os seus olhos para esta reta final.

Neste domingo, o Gato vai a Dourados enfrentar o CENE. O time pantaneiro precisa vencer o Ceilândia e torcer para um empate entre Aparecidense e CRAC. Isso torna o jogo deste final de semana uma verdadeira decisão e antecipa o clima que o Ceilândia deve enfrentar na fase final do grupo Centro-Sudeste e que dá apenas uma vaga para a Série C 2012.

O STJD divulgou a pauta de julgamento para os dias 13, 14 e 15 desta semana e nenhum desses dias contempla o julgamento de Dimba. Com esse atraso, o mais provável é que o atleta seja julgado na próxima semana.

Dimba foi expulso diante do CRAC por trocar empurrões com o jogador Fábio Paulista. Na súmula, o árbitro informou que Dimba teria ofendido um dos bandeirinhas após a expulsão.

Perivaldo pode voltar contra o CENE
Perivaldo pode voltar contra o CENE

Para a partida deste domingo, em Dourados, Adelson não deve contar com Panda, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Em seu lugar deve entrar Perivaldo ou André Oliveira. O mais cotado para a posição é Perivaldo.

O time teve uma semana para se recondicionar fisicamente para a fase final da D Nacional. Adelson não deve fazer outras modificações na equipe que precisa da vitória para garantir a primeira colocação do grupo.

O Ceilândia vem jogando bem fora de casa. Boa parte desta performance se explica pelo fato de o adversário sair para o jogo deixando espaços que o time tem sabido aproveitar.

 

Related Images:

Panda, suspenso, não pega o CENE

Panda está suspenso e não pega o CENE
Panda está suspenso e não pega o CENE

Adelson resolveu mudar a defesa na última partida. Para muitos foi uma surpresa que ele sacasse Perivaldo e colocasse Liel na defesa. A mudança colocou Thompson na cabeça de área. Perivaldo vinha de boa atuações.

O fato é que o Ceilândia cresceu nos últimos três jogos e fez, contra o CRAC, uma partida realmente muito boa. A vitória colocou o Ceilândia na condição de depender de um ponto nas duas partidas para garantir a classificação.

Com a vitória encaminhada contra o CRAC, Panda forçou o terceiro cartão amarelo. Com isso não viajará para Dourados-MS, quando o Ceilândia enfrentará o CENE.  André Oliveira e Perivaldo são outros jogadores com dois cartões amarelos.

Nessa segunda, houve jogo pelo grupo A6 da D Nacional. Jogando em Nova Serrana, Minas Gerais, o Nacional empatou com a Friburguense em 1 x 1. O Nacional lidera o grupo com 10 pontos em 6 jogos, mas a Friburguense tem 9 pontos em 5. Provavelmente a Friburguense termine em primeiro e o Nacional-MG em segundo.

 

Related Images:

Cartões assombram Adelson

Allan Dellon desfalca o Ceilândia contra o CRAC
Allan Dellon desfalca o Ceilândia contra o CRAC

O quadro não mudou: o Ceilândia não se embriaga com pontuação alcançada pela simples razão de que tem a absoluta certeza de que  muito cedo para garantir a classificação. É preciso vencer o CRAC e esperar o que vai acontecer nas próximas rodadas.

Ao final dessa rodada, o Ceilândia terá um jogo a mais que CRAC e Aparecidense com a tabela marcando a partida contra o CENE para a cidade de Dourados, no Mato Grosso do Sul. Em outras palavras: a classificação será decidida nos confrontos diretos.

Dimba volta, mas julgamento preocupa
Dimba volta, mas julgamento preocupa

Adelson já começa a ter problemas com cartões amarelos. Além de ter diversos jogadores pendurados com dois cartões, Adelson não poderá contar, neste final de semana, com Allan Dellon  que tomou o terceiro cartão amarelo diante do Sobradinho.

A administração dos cartões é especialmente importante porque depois da partida diante do CRAC, o Ceilândia vai folgar uma semana e depois sair para enfrentar o CRAC. Isso reforça a necessidade de um bom resultado neste final de semana.

 

Related Images:

Quando o banco resolve

Tallys entrou e mudou o rumo da partida
Tallys entrou e mudou o rumo da partida

O Ceilândia é um time bem treinado, mas últimamente não tem surpreendido ninguém. Não até o último jogo.

Premido pelas circunstâncias, Adelson mexeu no estilo de jogo do time. Talvez por isso a equipe tenha sofrido, e muito, nos quinze minutos iniciais da partida contra o Sobradinho. Além de  ter sofrido o gol no início do jogo, o CEC escapou de sofrer o segundo em ao menos duas oportunidades.

Adelson não pensou muito. Sacou André Oliveira, que tinha atuando como zagueiro e voltara a atuar de volante, e colocou Tallys. Recuou Liel um pouco, visto que o homem de ferro era incapaz de auxiliar o solitário Allan Dellon. Deu certo.

O Ceilândia mostrou que tem elenco. Tallys organizou o meio de campo e permitiu a Allan Dellon fazer o pivo no meio de campo para que ele próprio chutasse a gol. Allan Dellon passou a contar com mais espaço e o Ceilândia melhorou.

Variação na saída de bola: um Ceilândia melhor
Variação na saída de bola: um Ceilândia melhor

O ponto positivo é que o CEC mostrou que tem um elenco um pouco acima da média dos outros times do grupo. Isso é importante. Também foi importante ver o time variar jogadas na saída de bola.

Com Tallys, o Ceilândia acelera o jogo um pouco mais. Com Didão, o time fica mais organizado. O importante é que Tallys entrou bem.

Com a nova postura do time, a transição da defesa para o meio de campo nunca foi tão suave. Faltou a transição do meio para o ataque. A entrada de Tallys serviu para corrigir esse problema.

Depois, faltou o último passe, mas seria difícil em qualquer circunstância: o Sobradinho plantou dez jogadores na intermediária de defesa!

Contra o Sobradinho o time pode contar com Luiz Fernando, Nelisson e Tallys. Se cada um se convencer que pode dar a sua contribuição, a classificação estará encaminhada.

Para isso vai ter que lutar bastante. Nas próximas quatro rodadas, o time fará três jogos fora.

 

Related Images:

Arrumando a casa

Thompson tem se esforçado na lateral direita
Thompson tem se esforçado na lateral direita

Depois de uma vitória importantíssima no último final de semana, o Ceilândia terá uma semana relativamente tranquila para arrumar a casa.

A atuação não foi das melhores, mas o time jogou muito pressionado. A tão aclamada escalação de um time formado por juniores pela Aparecidense, jogou toda a responsabilidade apenas para o lado alvinegro. O importante, na visão de todos, é que o Ceilândia venceu.

Durante a semana Adelson deve intensificar os trabalhos visando devolver Dimba e Cassius ao time titular. A ausência dos dois permitiu ao treinador experimentar a equipe com jogadores rápidos, como Zé Carlos e Nelisson.

A defesa controlou bem o ataque da Aparecidense
A defesa controlou bem o ataque da Aparecidense

O time mudou e muito a maneira de jogar e quem estava acostumado com o toque de bola estranhou. Com Zé Carlos e Nelisson, Adelson ganhou alternativas para variar o esquema de jogo.

A partida do final de semana deve ser disputada no Abadião. As pendências documentais foram sanadas. A expectativa da direção é que o jogo seja sábado. A confirmação deve sair oficialmente amanhã.

Related Images:

CEC começa bem preparação para D Nacional

Luiz Fernando: boa participação em um time com estilo diferente
Luiz Fernando: boa participação em um time com estilo diferente

O Ceilândia foi a Anápolis neste sábado e venceu o Grêmio Anápolis por 2 x 0. A partida serviu como preparação para a D Nacional, na qual o Ceilãndia enfrentará, na primeira fase, os times da Aparecidense, CENE, CRAC e Gurupi.  Foi a estréia das novas contratações.

Foi uma vitória merecida. Para isso contribuiu o fato de que o Grêmio Anápolis possuía muitas deficiências e era um time visivelmente sem ritmo de jogo. O Ceilândia, a seu turno, mostrou um futebol diferente do apresentado no Metropolitano 2012, mas não foi brilhante.

Zé Carlos: mostrou disposição. Falta ritmo.
Zé Carlos: mostrou disposição. Falta ritmo.

A partida começou com o Grêmio Anápolis partindo para cima do Ceilândia baseado apenas na vontade, sem qualquer demonstração de um jogo estruturado e sem qualquer inspiração. Seria natural, como foi, que o Ceilândia aos poucos fosse se arrumando em campo,  contivesse o ímpeto do adversário e amparado na melhor técnica de seus jogadores chegasse à vitória.

O primeiro gol da partida veio aos 24 minutos. Luiz Fernando fez boa jogada pela direita e Nelisson completou o cruzamento.

O gol foi um balde de água fria nos meninos do Grêmio Anápolis. O Ceilândia manteve-se melhor, mas sem criar situações claras de gol ou mesmo transformar essa superioridade em domínio territorial.

O que é certo é que, apesar do jogo truncado, se alguém poderia fazer algum gol esse time era o Ceilândia. E assim foi: aos 38, Kabrine cobrou escanteio e Perivaldo fez de cabeça: Ceilândia 2 x 0, com os dois gols marcados por jogadores vindos do Luziânia.

Perivaldo: surpreendeu com um bom passe, além de ter feito um gol
Perivaldo: surpreendeu com um bom passe, além de ter feito um gol

Veio o segundo tempo e a partida manteve-se igual ao primeiro tempo: o Ceilãndia continha todas as investidas do Grêmio Anápolis. Pedro seguia sem trabalhar. Apesar disso, o CEC também era incapaz de fazer o goleiro adversário trabalhar.

Adelson fez então todas as substituições possíveis e a partida passou a servir apenas para que todos ganhassem algum ritmo de jogo. O último a ser substituído foi Zé Carlos que, apesar da boa movimentação, sentiu falta de ritmo de jogo e de uma atuação mais consistente por parte do Ceilândia.

A partida foi importante para que algumas observações fossem feitas. O CEC começou com Pedro, Alcione, Badhuga, André Oliveira, Perivaldo e Kabrine. Liel, Didão e Luiz Fernando. No ataque Nelisson e Zé Carlos. Ainda no primeiro tempo, Alcione deu lugar a Crispim. Alcione saiu reclamando de dores no joelho. No segundo tempo entraram Edimar, Daniel, Panda, Niedson, Alan, Walllace e Marquinhos.

Já o Grêmio Anápolis do técnico Edson Júnior começou com Walber; Marcelo Goiano, Wallace, Pitt e Maninho; André, Sandro Lima, Diogo e Felipe Gaúcho; Tindurim e Gênesis.

Related Images:

Azul de problemas!

Panda fez trabalhos físicos, mas não deve jogar domingo
Panda fez trabalhos físicos, mas não deve jogar domingo

A semana começou movimentada pelos lados da Cidade do Gato. Além dos contratos que venceram e das contratações realizadas, a Comissão Técnica tem vários problemas para a estréia na Série D. Três jogadores titulares não devem estrear contra a Aparecidense, domingo, em Aparecida de Goiãnia. Dimba foi dispensado para resolver problemas particulares e é desfalque certo. Outros desfalque garantidos são os de Cassius e de Panda.

O zagueiro jogou a final no sacrifício e voltou a sentir a contusão. Embora tenha feito o trabalho físico, não terá condições de jogar no próximo domingo. A vaga deve ser ocupada por Thiago Eciene ou pelo estreante Perivaldo.

No ataque, mais problemas: Cassius que também jogou a final no sacrifício foi dispensado do trabalho físico e também não deve jogar.  Sem a sua dupla de ataque, Adelson deve estrear a novidade do dia: Nelisson, atacante contratado e que disputou o campeonato pelo Luziânia.

Nelisson, Allan, Niedson e Perivaldo: reforços em ação
Nelisson, Allan, Niedson e Perivaldo: reforços em ação

Os reforços já treinaram nesta terça-feira. Niedson, Allan, Nelisson, Kabrine e Perivaldo fizeram trabalhos físicos. A corrida contra o tempo é para regularizar os jogadores a tempo de disputarem a partida deste final de semana.

A direção corre para contratar um atacante. Com a saída de Claudionor e as contusões de Cassius e Dimba o time ficou sem atacantes. A diretoria acredita que até amanhã acertará com ao menos um atacante. Um latera-direito e um volante também devem ser contratados.

Related Images:

Allan, Kabrine, Niedson e Perivaldo reforçam o Ceilândia

Quatro reforços do Luziania

Esquerdinha, Ailson e Peres: vindos do Luziania
Esquerdinha, Ailson e Peres: vindos do Luziania

Esse filme a torcida do Ceilândia já assistiu. Em 2006, o CEC aproveitou a eliminação do Luziânia do campeonato e contratou três jogadores: o meia Esquerdinha, o volante Peres e o zagueiro Ailson. Não deu certo! Os três se apresentaram dias antes do jogo contra o Fortaleza, pela partida de volta da segunda fase da Copa do Brasil, e o Ceilândia foi eliminado pelo time Cearense.

Seis anos depois e o filme volta a acontecer. O Ceilândia anunciou na tarde de ontem  as contratações dos jogadores Niedson, Allan, Kabrine e Perivaldo. Um meia, um volante, um zagueiro e… um lateral esquerdo. Esses jogadores chegam para suprir a falta dos atletas que vieram por empréstimo e cujos contratos já se encerraram. O Ceilândia também negocia com um latera direito, um volante e um atacante.

Em meio aos reforços o Ceilândia tem uma perda importante: Dimba vai ficar fora por quase quinze dias para resolver problemas particulares.

 

Perivaldo chega para compor o elenco do CEC na Série D
Perivaldo chega para compor o elenco do CEC na Série D

O time se reapresenta para a disputa da Série D na manhã desta terça-feira, quando fará trabalho físico na Academia Nova Geração. À tarde o time se reapresenta na Cidade do Gato.

O Ceilândia iniciou o ano dizendo que o seu projeto era a Série D. O Campeonato do Distrito Federal era importante, mas sempre houve o plano de subir para a Série C e ter um calendário perene, ter um calendário o ano inteiro.

O Ceilândia disputa uma vaga na Série C com outros nove times. Esses dez times estão divididos em duas chaves. Primeiro os times se enfrentam dentro de suas chaves. Saem dois e fazem o cruzamento entre primeiro e segundo. Os vencedores fazem a final da região valendo uma vaga. O campeão da região, já com a vaga assegurada, parte então para a disputa do título da Série D com os campeões das outras regiões.