Tag: Renato Coimbra

A humildade de Renato, número mágico e outros drops

Renato Oliveira estreou pelo Ceilândia contra o Luziânia
Renato Oliveira, ao fundo,  estreou pelo Ceilândia contra o Luziânia

Na já distante vitória sobre a Ceilandense,  destaque para Renato Oliveira. Nada deu certo para o defensor que, convenhamos, assustou, mas não comprometeu.

A defesa do Gato Preto melhorou nos últimos jogos, mas sábado foi um daqueles dias para Renato Oliveira. No intervalo, o técnico Adelson de Almeida, até para preservá-lo, o substituiu.

Renato Oliveira: Contra a Ceilandense, vitória importante num dia ruim
Renato Oliveira: Contra a Ceilandense, vitória importante num dia ruim

Ao final do jogo, Renato estava absolutamente desolado com sua atuação. Com o seu forte sotaque,  que acentuava os erres, disse ao SiteCEC: “Nada deu certo, tem dias que nada dá certo”.

Em meio ao reconhecimento pela má atuação,  comemorou a vitória: “ao menos o time venceu e isso me deixa mais feliz.”

A força de Renato Oliveira tem sido muito útil. Defesa está se acertando
A força de Renato Oliveira tem sido muito útil. Defesa está se acertando

NÚMERO MÁGICO E OUTROS DROPS

O Campeonato continua embolado, muito disso culpa do Ceilândia. Por isso o Gato Preto vai pagar um preço.

A seguir o rítmo atual, haverá briga pela oitava vaga até na última rodada.  Mais que isso: alguns times chegarão na última rodada podendo se classificar e também ser rebaixado.

Por isso, o número mágico muda bastante. Para chegar na última rodada sem ter que fazer conta, despreocupado com o rebaixamento, serão necessários treze pontos!

[standings league_id=10 template=extend logo=true]

Esse número também serve para garantir a classificação. Nesse contexto, o Luziânia já está lá, enquanto que Brasíliense, Brasília e Santa Maria estão quase classificados.

Restam as outras quatro vagas. Sobradinho tem uma tabela muito favorável e pode ficar tranquilo: está nas quartas-de-final.

Gama e Ceilândia vão ter que remar bastante. Apenas duas vitórias dão alguma tranquilidade aos vovôs do campeonato local, ao lado de Brasília e Sobradinho.

Rebaixamento? Gama e Ceilândia ainda tem que se preocupar porque matematicamente, neste momento, as coisas ainda estão complicadas.

13 é o número mágico…

Related Images:

A batalha agora é em Ceilândia

O desafio de vencer!

Renato foi uma das novidades contra o Brasilia. Em 2013, importante na vitória em Unaí
Renato foi uma das novidades contra o Brasilia. Em 2013, importante na vitória em Unaí

O Ceilândia vai colocar à prova, hoje, às 16h, no Estádio Regional de Ceilândia, se o empate contra o Brasília foi um acidente ou se o time efetivamente deixou a série de derrotas para trás.
Sem ter vencido em 2014, são sete jogos, o Gato Preto, antes apontado como um dos favoritos, enfrenta o Paracatu em um jogo absolutamente importante.

Alisson mostrou contra o Brasília uma maturidade que ainda não mostrara. Também esteve em Unaí em 2013.
Alisson mostrou contra o Brasília uma maturidade que ainda não mostrara. Também esteve em Unaí em 2013.

O técnico Adelson Almeida fez várias mudanças contra o Brasília. Ganhou uma solução e um problema.
A solução está no fato de que quem entrou mostrou que não fica devendo a quem saiu.

Os meninos estavam em Unaí em 2013 na vitória por 4 x 2. Hoje, terão prova de fogo
Os meninos estavam em Unaí em 2013 na vitória por 4 x 2. Hoje, terão 90 minutos de prova de fogo

O problema é que vai precisar de todo mundo, mas nessas horas alguém que não está sendo utilizado sempre espana e a motivação já não é a mesma. Os meninos ganharam o lugar justamente porque os mais rodados não trouxeram resultado.
Já escaldado, Adelson segue em frente e não terá problema em tomar decisões adequadas ao momento.

Alisson ganha da defesa do Brasília: CEC teve uma oportunidade e a aproveitou
Alisson ganha da defesa do Brasília: CEC teve uma oportunidade e a aproveitou

O clima melhorou muito com o último resultado, mas o time precisa melhorar. Mais que isto, o Ceilândia precisa vencer.
O Ceilândia sofreu gol em todas as partidas que disputou neste ano. A defesa mostrou evolução no último jogo, particularmente o meio de campo, muito mais participativo defensivamente com Alisson e Elvis.

Contra o Brasilia, França foi exigido apenas em chutes de longa distância
Contra o Brasilia, França foi exigido apenas em chutes de longa distância

Ao voltar para buscar o jogo, Alisson deu uma alternativa que o Ceilândia antes não possuía. Elvis ainda foge um pouco do contato, mas é inteligente na aproximação e no toque de primeira. Com isso, Chulapa e Juninho Goiano subiram de produção. De quebra, Badhuga voltou a ser consistente defensivamente e isso também ajudou a Claudio Luiz, em busca de ritmo de jogo.

O time ainda sofre um pouco com a consistência de seu jogo ofensivo, mas convenhamos que a vida do Gato Preto sempre foi assim: muito sofrimento.

A batalha agora é em Ceilândia
A batalha agora é em Ceilândia

Além do mais, Gilmar Herê e Tavares mostraram  muita determinação e determinação é o que o time vai precisar hoje, não apenas em uns poucos minutos, mas nos noventa e quem sabe manter essa determinação até dez minutos depois do árbitro encerrar a partida (nunca se sabe o que pode acontecer, mas se acontecer é necessário estar pronto!)
Então, para hoje, também teremos sofrimento e que assim seja!

Related Images:

Ex-jogadores da base são incorporados ao elenco

Contra o tempo e contra o BID

Ex-jogadores da base são incorporados ao elenco
Base tem representante no elenco

Diferente do ano passado, quando nos dias que anteceram à estreia havia muitas incertezas quanto aos jogadores que teriam seus nomes publicados no boletim da CBF, desta vez o Ceilândia já tem, neste momento, a maior parte de seus jogadores regularizados junto à CBF.

Com os nomes já publicados, Adelson já pode contar com 16 jogadores. Destes, apenas o zagueiro Claudio Luiz ainda não jogou.

Dentre os nomes já certos, alguns jogadores da campanha passada, Elvis e Renato, por exemplo, outros que retornam, como Goeber, Pedro Luiz  e Tavares e outros jogadores que já atuaram pela base do CEC, como Chulapa por exemplo.

Nesta quinta o Ceilândia já incorpora a rotina para o campeonato, com apronto, deixando a sexta-feira para recreativo.

Sábado o alvinegro enfrenta a Anapolina, no Estádio Regional de Ceilândia.

Related Images:

Ceilândia vence no Bezerrão e é líder

Cassius comemora o seu gol: vitória importante
Cassius comemora o seu gol: vitória importante

O Ceilândia venceu o Luziânia por 1 x 0, partida realizada na tarde deste sábado, no Bezerrão.

O Ceilândia começou sonolento, como tem sido a tônica neste ano. O resultado dessa sonolência é que por duas ocasiões o Luziânia esteve próximo de concluir para a meta alvinegra.

Clécio: começou mal, mas aos poucos se acertou em campo
Clécio: começou mal, mas aos poucos se acertou em campo

Passados os sustos iniciais, o Ceilândia demonstrou claramente que estudara o Luziânia. Adelson neutralizou as jogadas pelas laterais e obrigou o adversário a afunilar para o centro. O resultado foi que o Ceilândia conteve o adversário.

O jogo ficou feio, mas o Ceilândia deixou claro que não tem vergonha abraçar a sua vocação: marcar forte.

Para os interesses alvinegros, contudo, o jogo seguia conforme o planejado. Num desses lances surgiu a primeira oportunidade, Cassius saiu cara a cara com o goleiro adversário mas perdeu grande oportunidade e a bola foi bater na trave direita.

Forte na defesa
Wisman foi uma das surpresas no jogo

Veio o segundo tempo e o Ceilândia começou mal novamente. Sorte que o Luziânia não estava num dia inspirado e o sistema defensivo do CEC impedia qualquer conclusão para a meta defendida por Dennys.

Aos cinco, veio o inesperado. Cruzamento da direita e Cassius antecipou-se a Perivaldo para abrir o marcador. Um belo gol.

Além do gol, Cassius ajudou na defesa
Além do gol, Cassius ajudou na defesa

Depois do gol o Ceilândia deu campo para o adversário. O Luziânia tinha o domínio das ações, mas não conseguia o último passe.

No último minuto, Cassius deu lugar a Dimba. O capitão enfim fez a sua estréia, mas sequer tocou na bola.

Importante vitória do Ceilândia. Apesar das críticas que podem ser feitas, o time evoluiu em relação aos jogos anteriores. Esse estilo de jogo, contudo, está com os dias contados.

Com a entrada de Dimba será mais natural que o CEC consiga segurar a bola um pouco mais no campo adversário.

No próximo final de semana o CEC vai a Unaí-MG.

Related Images: