Tag: Rodriguinho

Guerra psicológica: Ceilândia é para os fortes

Gilmar Erê brigou o tempo todo de costas para a defesa adversária
Ceilândia enfrenta o bom time e o poder econômico do Real; Jogo vai ser difícil

Jairo Araujo e elenco já sabiam ou deveriam saber: O Ceilândia é para os fortes. O time tem uma incrível capacidade de superar dificuldades de toda ordem: política, econômica, administrativa, climática e outras tantas. Terá que fazê-lo novamente. Isso não é novidade para um elenco tão experimentado.

O mundo futebolístico desconfia do Ceilândia. Aliás sempre desconfiou. Para o renovado elenco 2019 é importante saber que tudo isso faz parte de uma guerra psicológica na qual o importante é focar no trabalho.

Segundo se apurou, o Ceilândia sequer é cogitado como um dos favoritos ao título. Não que ser favorito seja importante. É tão ruim quanto. O Ceilândia está no limbo, num contexto em que Brasiliense (por sua camisa e elenco) e o Real (por seu elenco) parecem sair na frente.

O Ceilândia não é considerado nem mesmo por sua camisa e isso para um torcedor parece uma afronta. Sempre se deve fazer referência à camisa do Ceilândia, do Gama ou do Sobradinho, apenas para ficar com os três mais antigos times da primeira divisão. A camisa do Ceilândia foi forjada no campo de batalha, no campo de jogo!

Rodriguinho e Jairo começam a montar o time

As análises feitas em relação ao elenco não ressaltam que Jairo Araujo é um técnico de indiscutível qualidade,  que temos alguns dos melhores laterais, uma dupla de zaga que parece jogar junto há muito tempo, um dos melhores meias criados na cidade e jogadores rodados e vitoriosos.

A análise que coloca o Ceilândia no limbo é perigosa porque tende a pressionar o time em busca de um resultado a qualquer custo. É como se fora uma guerra psicológica em um campeonato que ainda vai começar.  Um desafio a mais. O resultado deve vir como produto da evolução de um trabalho.

Trabalho é o que não falta. O campeonato está apenas começando.

 

 

 

Related Images:

Tensão pré-estreia: começa domingo

Jairo e Rodriguinho: tensão pré-estreia

Jairo parecia distante. A linguagem corporal claramente refletia a tensão, como se estivesse faltando algo. O treinador sabe das dificuldades que enfrenta, sabe que precisa acertar muita coisa antes da estreia.

Vinicius tem a sua chance: será titular contra o Real

Nesta quarta, o Ceilândia realizou treinamento tático. Embora os jogadores sorrissem, o clima de tensão estava no ar. Há também o clima de alívio depois de uma rotina desgastante de treinos: domingo tem jogo. Começa a pressão por resultados. A se tirar pela disposição no treino tático a torcida do Ceilândia pode ter certeza que vai ter luta.

Treino tático: Ceilândia se apronta para enfrentar o Real

O Ceilândia não confirma desfalques para estreia, mas confirma que ao menos três jogadores importantes recuperam-se de lesões sofridas no amistoso em Pirenópolis.

Savio Sampaio apita: Ceilândia reclamou muito em 2018 quando um dos melhores árbitros do DF parecia fora de ritmo

Fora de campo também há muita correria. A direção monitora a publicação do boletim informativo diário da CBF com  os nomes dos jogadores. A esperança de Jairo é que tudo se encaixe e  que domingo o trabalho produza resultados e facilite a caminhada no restante do campeonato.

A Federação anunciou que a arbitragem será de Savio Sampaio. Em 2018 o Ceilândia reclamou bastante daquele que é um dos melhores árbitros do DF e que naquele dia parecia fora de ritmo. O Real também reclamou.

Related Images:

Faltam apenas 30 dias: Ceilândia faz primeiro coletivo

Rodriguinho e Jairo começam a montar o time

A programação do Ceilândia para esta quinta-feira prevê atividade em dois períodos. Na parte da tarde o técnico Jairo Araújo poderá tirar as suas primeiras impressões sobre o time: o Ceilândia realizará o seu primeiro treino coletivo.

A primeira impressão é que o Ceilândia montou um elenco com condições de lutar por uma vaga no top 4 do Candangão 2019. Jogador a jogador, o time é forte, mas precisa dar liga. Para isso, previsão de trabalho e mais trabalho.

Ceilândia fará primeiro coletivo nesta quinta

Dentro de campo, a responsabilidade é a dupla Jairo Araujo e Rodriguinho. Jairo já mostrou que monta bons times. Fora de campo, Vilson de Sá cuida dos detalhes para que Jairo se preocupe apenas em montar o time.

Os jogadores manterão a rotina de treinamento até o domingo, quando treinam pela manhã e folgam no período da tarde. Não há tempo a perder porque já no dia 5 o Ceilândia faz o seu primeiro amistoso. Hoje faltam exatamente 30 dias para a estréia.

Related Images:

Ceilândia já trabalha. Apresentação oficial na Sexta

Rodriguinho, Jairo e Vilson de Sá acertam os últimos detalhes

Com a apresentação oficial marcada para a próxima sexta-feira, o Gato Preto já deu os primeiros passos na sua preparação para o Candangão 2019.  Os jogadores foram recebidos pelo treinador Jairo Araujo, seu auxiliar Rodriguinho e pelo Gerente de Futebol Vilson de Sá.

Parte da equipe realizou exames médicos, parte exercícios isométricos

No dia de hoje o grupo foi dividido em dois. Enquanto um pequeno grupo realizava exames médicos, outro grupo realizava exercícios isométricos com o preparador físico Roberto Nascimento.

Roberto Nascimento é o responsável pela preparação física do Ceilândia 2019

Há muitas novidades e todas serão apresentadas na próxima sexta-feira.  Destaques por ora para o meia Luciano Mandi e para o atacante David Denner. Claro: não é possível esquecer de Tatuí, aquele do gol decisivo do Luziânia na final de 2016.

David Denner e Luciano Mandi, primeiro e quarto a partir da esquerda, são importantes reforços alvinegros

David Denner tem 31 anos e vem com a missão de fazer os gols alvinegros. Tem uma longa carreira por clubes do interior de São Paulo. O mesmo ocorre com o meio-campista Luciano Mandi, 32 anos.

Outra novidade foi Kabrine, o último remanescente do título de 2012. Cria da cidade, Kabrine irá para a sua sexta temporada com a camisa do Ceilândia, a quinta consecutiva. Nesse período, Kabrine jogou 60 partidas  com a camisa alvinegra.

Related Images:

Jairo deu as boas-vindas aos Juniores. Depois, ligações e mais ligações

Jairo trabalha intensamente: Ceilândia monta elenco para 2019

Jairo, Rodriguinho e Ari de Almeida: muito trabalho para montar o elenco
Jairo, Rodriguinho e Ari de Almeida: muito trabalho para montar o elenco

Esta quarta foi de muita movimentação na Cidade do Gato. Além da reapresentação dos juniores com vista à Taça São Paulo, o  treinador Jairo Araújo e seu auxiliar Rodriguinho reuniram-se com a direção do clube. Na pauta, a montagem do elenco para 2019.

Jairo falou com o CeilandiaEC. O treinador ressaltou que o Gato Preto deve manter  aproximadamente 10 atletas do time de 2018. No mais, está trabalhando intensamente buscando qualificar o elenco para 2019.

Rodriguinho fez boa partida, mas recuava em demasia
Rodriguinho volta ao Ceilândia, agora como auxiliar-técnico

E o treinador mostrou-se confiante. Jairo ressaltou que o elenco que está sendo montado tem por meta levar o Ceilândia de volta às finais do Candangão, competição na qual o Gato Preto acostumou-se a decidir.

Na base a confiança, está o trabalho de reestruturação financeira, administrativa e técnica realizada pelo Ceilândia. Isso dá tranquilidade.

Jairo deu as boas-vindas aos Juniores. Depois, ligações e mais ligações
Jairo deu as boas-vindas aos Juniores. Depois, ligações e mais ligações

O treinador não citou qualquer nome. Faz parte da política do Ceilândia mencionar nomes apenas quando o contrato foi assinado. O que se viu foram ligações e mais ligações efetuadas tanto pelo treinador quando pela direção do Gato Preto. Trabalho intenso que deve continuar nos próximos dias.

O Ceilândia se reapresenta na primeira semana de dezembro para a sua preparação para 2019.

Related Images:

2 anos depois. 9 pontos de diferença

Caio na marcação: time cresce na adversidade
Caio na marcação: time cresce na adversidade

O Ceilândia vai até Luziânia pressionado pela necessidade da vitória.  O Luziânia, já classificado para as oitavas, se dá ao luxo de lutar pela primeira colocação.

Isso fará da partida deste sábado especial por várias razões: a principal é que o Gato Preto não pode se dar ao luxo de perder. Por outro lado, o azulão da saída sul luta por vantagem importante nas fases seguintes.

Dudu e Juninho Goiano: se acertando na defesa, mas ainda deficiente no ataque
Dudu e Juninho Goiano: se acertando na defesa, mas ainda deficiente no ataque

O Ceilândia não tem problemas. O Luziânia além da sua boa campanha, deve ter o retorno de meio time que não atuou diante do Santa Maria.

O clima nas hostes alvinegras é de total concentração. O time sabe que não pode bobear.

Uma vitória e o CEC volta a se credenciar a uma das vagas nas quartas-de-final. Uma derrota e terá que remar tudo novamente.

20120327Luziania3x2CEC_097

O jogo será neste sábado, 16h, em Luziânia.

Related Images:

Ceilândia diante do favoritismo do líder

Ceilândia está nove pontos distante do líder
Ceilândia está nove pontos distante do líder

O Luziânia é líder disparado do Candangão 2014. A diferença entre o azulão da saída sul e o Ceilândia é de absurdos nove pontos em apenas seis jogos.

O líder tem se destacado em vários aspectos, inclusive por sua defesa. O Luziânia sofreu apenas dois gols e o seu ataque somente não faturou na última partida.

Adelson não tinha zagueiros: agora ganhou mais dois
Adelson não tinha zagueiros: agora ganhou mais dois

A campanha do Luziânia impressiona no confronto  contra os últimos colocados. O Luziânia enfrentou os quatro últimos e tem cem por cento de aproveitamento. 12 pontos de 12 possíveis.

O Ceilândia, ao contrário, em quatro jogos contra quatro dos últimos cinco colocados, fez apenas 6 de 12 pontos possíveis. Apenas metade dos pontos possíveis.

Elvis foi bem contra a Ceilandense
Elvis foi bem contra a Ceilandense

Para os bons entendedores isso seria uma prova da diferença das duas equipes. O Luziânia teria melhor qualidade na distribuição de seu jogo, algo que será colocado em teste no próximo sábado pelo time de operários do Ceilândia.

O Ceilândia, em função da antecipação do jogo para o sábado, mudou o seu cronograma.  Nesta quarta e amanhã, deve privilegiar os trabalhos táticos e coletivos com bola. A princípio, Adelson de Almeida não tem problema.

Related Images:

É possível, vamos Ceilândia!

É difícil, mas prá eles também é: vamos Ceilândia
É difícil, mas prá eles também é: vamos Ceilândia

O Ceilândia entra em campo hoje, 17h, contra o Brasiliense precisando vencer para se sagrar campeão do 2o turno do campeonato do Distrito Federal.

Foi assim em 2012, contra o Sobradinho. O CEC chegou na final do returno contra o alvinegro serrano e fazendo uma partida impecável goleou o adversário pro 4 x 1 e sagrou-se campeão da Taça Mané Garrincha.

Na seqüência, o Ceilândia enfrentou o Luziânia e sagrou-se campeão do Distrito Federal pela segunda vez em três anos.

O time do Ceilândia está confiante. Sabe que o Brasiliense é um bom time, tem a melhor campanha, mas se é difícil para o CEC também é difícil para o adversário.

É difícil, mas já aconteceu antes
É difícil, mas já aconteceu antes

Pesados virtudes e defeitos de ambas as equipes, há muito equilíbrio. O jogo deve ser decidido nos detalhes.

Nesse aspecto, a experiência alvinegra é importante. Não importa sequer o fato de que o Brasiliense surpreendeu o Ceilândia nos minutos iniciais da última partida.

O Ceilândia ainda não poderá contar com Rodriguinho. Com isso, perde em aspectos ofensivos e ganha em defensivos com Marcelo Costa.

Dimba saiu na última partida com dores nas costas. Ainda não está recuperado, mas quem o conhece sabe que tentará ir para o jogo a qualquer custo.

O fato é que o Ceilândia tem chance de fazer história hoje. É possível, então pode acontecer.

Related Images:

Ceilândia retoma atividades: trabalho regenerativo

Adelson: realizar a sintonia fina nesses dois dias antes da decisão
Adelson: realizar a sintonia fina nesses dois dias antes da decisão

Em razão do pouco tempo entre um jogo e outro, o Ceilândia retorna aos trabalhos nesta quinta-feira.

Adelson tem agora duas preocupações. Dimba saiu de campo reclamando de dores nas costas. Rodriguinho, com inflamação no púbis, não jogou as últimas partidas.

No mais, só o cansaço natural decorrente da seqüência de jogos. Nada que o adversário também não venha passando.

Entra em campo, então, o preparador físico Edirley Guimarães. Os atletas passarão por trabalho regenerativo, visando acelerar a recuperação.

Ao mesmo tempo, o treinador Adelson de Almeida começa a trabalhar. Para ele o Ceilândia tem jogado bem no Estádio Elmo Serejo. A vantagem do empate que o Brasiliense não é algo que se despreze, mas o Ceilândia tem maturidade suficiente para saber superar as adversidades.

Related Images:

Um só objetivo!

A união do grupo passou de protocolar a efetiva: com isso o time cresceu
A união do grupo passou de protocolar a efetiva: com isso o time cresceu

Há um ditado que o difícil se faz agora, o impossível demora um pouco mais.

O Ceilândia começou mal o segundo turno. Depois do empate contra o Botafogo-DF, o CEC passou por seguidas mudanças. O caminho não foi fácil.

O empate diante do Capital, depois de sair na frente do marcador por 2×0, mostrou o quanto o time ainda era instável.

Essa instabilidade continuou nos jogos seguintes. Derrota para o Gama, embora jogando melhor e confrontos da Copa do Brasil. De qualquer forma, todos viam que o Gato era um time em evolução.

Vieram as vitórias diante de Brasília, Brazlândia e Ceilandense e, com elas, a improvável classificação para as finais da Taça Mané Garrincha. O resultado premiou um time que evoluiu muito na competição.

Nesse domingo, 16h, no Estádio Regional de Ceilândia haverá um jogo de vida ou morte. O Ceilândia enfrentará um Sobradinho que,  bem ao estilo de seu treinador, joga um futebol bonito e eficiente.

Para o Ceilândia vale tudo ou nada. Uma derrota encerra a temporada alvinegra de Ceilândia.

A defesa do CEC, que tanto assustou nesse segundo turno, tem a tarefa árdua de parar o melhor ataque da competição.  Adelson de Almeida, que sempre foi reconhecido pela excelência de seu sistema defensivo, tem um desafio especial. Edinho, Dudu, Badhuga, André Nunes, Marcelo Costa e Rodriguinho, também.

Related Images:

Ceilândia bate Ceilandense e está na semi-final

Rosembrick novamente fez boa partida: humilde e eficiente
Rosembrick novamente fez boa partida: humilde e eficiente

O Ceilândia fez valer o seu melhor futebol e derrotou um acomodado Ceilandense na tarde de hoje no Estádio Regional de Ceilândia. Com o resultado, o CEC está classificado para as semi-finais da Taça Mané Garrincha.

Foi o jogo de um time só. O Ceilandense teve poucos momentos de brilho durante a partida. No mais, só deu Ceilândia.

Cassius fez o primeiro: uma pintura diante de um Ceilandense apático
Cassius fez o primeiro: uma pintura diante de um Ceilandense apático

 

Adelson deve ter estudado bem o adversário. O CEC armou-se para enfrentar as duas linhas de quatro defensores do Ceilandense e empurrou o adversário para o seu próprio campo.

A marcação do CEC começava já no campo de ataque, impedindo que a segunda linha de quatro do adversário empurrasse o CEC para o seu campo de defesa.

Dimba perde a primeira chance. O Capitão não perde três
Dimba perde a primeira chance. O Capitão não perde três

Com a supremacia em campo, o CEC passou a rondar o gol do Ceilandense. O gol, contudo, veio em uma cobrança magistral de Cássius. O maior artilheiro do futebol do DF bateu a falta sofrida por Rosembrick com categoria e mandou a bola no ângulo esquerdo da meta rubro-anil.

No segundo tempo, o CEC começou melhor, mas aos poucos o Ceilandense equilibrou e tomou o controle da partida. Foram poucos minutos, mas foi o suficiente para deixar a torcida alvinegra apreensiva.

Um lance fortuito poderia mudar o rumo da partida e por pouco isso aconteceu. Na primeira, Edinho defendeu um forte chute de longa distância e recuperou-se a tempo de pegar o rebote. No segundo, o atacante do Ceilandense, desequilibrado, mandou para fora.

Rodriguinho fez boa partida. Agora as finais
Rodriguinho fez boa partida. Agora as finais

Enquanto isso o Ceilândia também era perigoso. Dimba teve duas oportunidades para fazer o segundo gol alvinegro. Klécio, Cassius e Rosembrick também tiveram as suas.

A esperança alvinegra estava com Dimba. O capitão do bicampeonato não perde três chances seguidas. Na terceira, não deu outra. Lançado em profundidade, Dimba bateu forte de perna esquerda e fez Ceilândia 2 x 0.

Com a vantagem, o Ceilândia cuidou em administrar a partida. O Ceilandense não tinha força.

O time tem crescido na hora decisiva e passou a confirmar as expectativas. O Gato se reafirma como um dos candidatos ao título.

Cleber: entrando em forma na hora decisiva
Cleber: entrando em forma na hora decisiva

Classificado para a fase decisiva da competição, o Ceilândia tem pela frente o SÓ-CEI para definir o desafiante de Brasiliense ou Ceilandense para só então pensar no Brasília.

Promessa de muita emoção.

Related Images:

Um jogão em 2012 com muito sofrimento alvinegro

Decisão em Ceilândia: O Regional vai tremer!

20130415cec3x0brazlandia_115A evolução do Ceilândia vai ser colocada à prova a partir das 15h30 de hoje no Estádio Regional de Ceilândia. Depois de fazer duas boas partidas contra o Ceará pela Copa do Brasil e vir de vitórias por 3 x 1 sobre o Brasília e 3 x 0 sobre o Brazlândia pelo campeonato do Distrito Federal, o alvinegro de Ceilândia tem a sua frente o desafio de vencer o Ceilandense para assegurar uma vaga nas finais da Taça Mané Garrincha.

Não vai ser fácil, mas o time parece preparado para isso. A preocupação é sempre com os primeiros minutos de jogo porque vem sempre à lembrança o início contra o Botafogo-DF e o desastre daquela partida.

Um jogão em 2012 com muito sofrimento alvinegro
Um jogão em 2012 com muito sofrimento alvinegro

O sempre exigente Adelson de Almeida diz que essa não deve ser a única preocupação. O time tem que ser consistente o jogo inteiro. Numa partida decisiva como a de hoje o time não pode oscilar.

Adelson tem quebrado a cabeça para montar o time. Com Marcelo Costa, Adelson aparentemente encontrou a formação ideal para a sua defesa.

A saída de Marcelo da cabeça de área deu a titularidade para Cleber e Klécio foi deslocado para a meia, brigando com Elvis. O time muda muito conforme um ou outro jogue.

O Ceilandense entra em campo classificado, mas tem o objetivo de garantir o primeiro lugar do grupo. Um empate serve ao Ceilandense. O problema para o CEC é que um empate praticamente elimina o Gato da competição.

Uma vitória simples garante ao Ceilândia o primeiro lugar do grupo. Qualquer outro resultado leva o Ceilândia a ter que esperar uma combinação improvável de resultados.

Related Images:

Léo Gabiru passa por Daniel: CEC foi mal no primeiro tempo

Sem tempo para mais nada: Amanha, derby da cidade.

Léo Gabiru passa por Daniel: CEC foi mal no primeiro tempo
Em 2012: Léo Gabiru passa por Daniel

O CEC encerra a sua preparacao para o jogo deste sabado, 15h30, no Estadio Regional de Ceilandia na manha desta sexta-feira.

O Ceilandia precisa vencer a partida contra um já classificado Ceilandense. Qualquer outro resultado e o Ceilandia pode ser ultrapassado por Brasilia ou Capital ou ainda pelo Gama.

A diferenca de investimento entre as equipes torna a responsabilidade alvinegra ainda maior.

A comissao tecnica afirma que a delegacao esta enfrentando o desafio com serenidade, sabendo que, pelo futebol demonstrado nas últimas partidas, o Ceilandia tem total condicoes de vencer e consolidar a sua posicao de um dos favoritos ao titulo da competicao.

Adelson pode fazer alteracoes na equipe. Diante da maratona de jogos, Adelson tem revezado alguns atletas. Didao, Alisson e Rodriguinho foram poupados contra o Brazlandia e podem retornar a equipe neste sabado.

Related Images:

Ceilandia se prepara para a decisao!

20120408cec2x2ceilandense_114
2012: Cassius entrou ainda no primeiro tempo: Na base da garra, CEC empatou o jogo

O Ceilandia faz hoje o seu último preparativo para a decisao do grupo B do Metropolitano 2013. A partida contra o Ceilandense esta marcada para as 15:30 do sabado.

Adelson de Almeida acredita que o time enfim entrou em ritmo de competicao, após haver alternado um resultado ruim com outro bom nos últimos jogos (derrota para o Gama, empate com o Ceará, vitória contra o Brasília, derrota para o Ceará e, enfim, vitória contra o Brazlandia).

O time sabe das dificuldades. O clima no time é de tranquilidade, dentro do possível.

20120408cec2x2ceilandense_10603
Dimba faz o gol do empate em 2012. CEC perdia por 2 x 0

O Ceilandia nao tem problemas sérios para a partida do sábado, a nao ser o adversário. Todos os jogadores estao a disposicao do treinador.

Os últimos confrontos entre Ceilandia e Ceilandense tem marcado o ressurgimento do CEC. Foi assim em 2010, naquela vitória sofrida e com dois jogadores a menos. Foi assim no ano passado, quando o CEC sofreu para empatar com o até entao apenas esforcado time do Ceilandense.

No sábado, o Ceilandia enfrenta um Ceilandense que faz boa campanha na competicao. É um time desconhecido, mas que resultou num bom conjunto e por méritos alcancou a lideranca do grupo.

Related Images:

Ceilandia – o desafio de manter o ritmo para se classificar

Cassius: experiencia pode contar nessas horas
Cassius: experiencia pode contar nessas horas

O Ceilandia retomou os trabalhos com vistas a partida decisiva desse sábado, diante do Ceilandense. O técnico Adelson de Almeida tem pela frente o desafio de vencer um adversário de campanha consistente.

Daqui por diante, cada jogo é uma eliminatória. Segue adiante apenas o vencedor. O CEC viveu isso o ano passado.

O CEC vem ganhando corpo nos últimos jogos. A prova disto é que Adelson tem feito modificacoes de partida a partida, mas o time do Ceilandia tem mantido um padrao de  jogo. O time tem crescido na reta decisiva.

Isso sera importante na partida deste sabado. O Ceilandense tem feito boas partidas e deu trabalho aos seus adversarios.

Adelson tem poupado alguns jogadores em face da sequencia de partidas. Rodriguinho e Didao, por exemplo, ficaram no banco diante do Brazlandia. Alisson sequer foi relacionado.

Para o Ceilandia é vencer ou vencer. Qualquer outro resultado deixa o CEC praticamente eliminado, a merce de uma combinacao improvavel de resultados. O time é experiente e sabe disso. Os novos tem dado conta do recado, mas serao uma vez mais provados.

Related Images: