Tag: Taça JK

Adriano vibra contra o Sobradinho. Situação longe de tranquila

As chances de cada um na Taça JK

Adriano vibra contra o Sobradinho. Situação longe de tranquila
Adriano vibra contra o Sobradinho. Situação longe de tranquila

Ceilândia, Brasília e Brasiliense são os times com maior chance de classificação para as semi-finais da Taça JK. Matematicamente, a situação mais cômoda é a do Brasiliense. O time amarelo provavelmente se classifique com 10 pontos. Do lado alvinegro, garantia só com duas vitórias.

Grupo A1
Brasiliense – Tem 7 pontos. Enfrenta Ceilândia e Ceilandense. Com 10 pontos se classifica e provavelmente garante o primeiro lugar.
Luziânia – Tem 5 pontos. Enfrenta Brasília e Gama, adversários difíceis.Briga diretamente com Unaí. Com 9 pontos provavelmente garante o segundo lugar, mas não pode tropeçar diante do Brasília. Caso tropece, pode perder a vaga para o Unaí.
Unaí – Tem 4 pontos. Enfrenta Gama, em casa, e Brasília, fora, adversários difíceis. Vai precisar ganhar do Gama, em casa e decidir fora contra o Brasília.Se empatar com o Gama, pode dar adeus às semi-finais da Taça JK.
Legião – Tem 3 pontos.Enfrenta Brazlândia e Capital. Se tivesse mostrado mais consistência, poderia ser apontado como uma zebra provável. Vencendo os dois jogos, provavelmente se classifique em segundo.
Sobradinho – Tem 1 ponto e chances reduzidas de classificação. Precisa vencer os dois jogos, torcer para que Luziânia não vença qualquer de seus jogos, que Unaí e Legião não vença todos os seus jogos.Situação complicada.
Botafogo – tem 1 ponto e chances reduzidas de classificação. Precisa vencer seus dois jogos – Capital e Ceilândia – torcer pela combinação de resultados que dá vida ao Sobradinho e tirar diferença de saldo de gols.

Grupo B1
Brasília – Tem 10 pontos. Enfrenta Luziânia, fora, e Unaí em casa. As chances são muito parecidas com as do Ceilândia. Matematicamente precisaria vencer os dois jogos. Na prática, provavelmente se classifique com 13 pontos.
Ceilândia – Tem 10 pontos. Enfrenta Brasiliense, fora, e Botafogo-DF, em casa. As chances são muito parecidas com as do Brasilia. Matematicamente precisaria vencer os dois jogos. Na prática, provavelmente se classifique com 13 pontos.
Ceilandense – Tem 8 pontos e dois adversários duríssimos pela frente. Sobradinho, com chances matemáticas de classificação e lutando para sair da zona de rebaixamento, e Brasiliense. Precisa vencer os dois jogos. Provavelmente não se classificaria com 11 pontos e teria reduzidas chances com 12.
Gama – Tem 8 pontos e dois adversários duríssimos pela frente. Unaí, fora, e Luziânia, em casa. Precisa vencer os dois jogos. Provavelmente não se classificaria com 11 pontos e teria reduzidas chances com 12.
Capital – Tem 4 pontos e chances apenas matemáticas.
Brazlândia – é o único time sem qualquer chance de classificação em qualquer dos grupos

De um em um…

CEC mostra que apenas disposição não é suficiente
CEC mostra que apenas disposição não é suficiente

Terminada a terceira rodada do Metropolitano 2012, o Ceilândia manteve a liderança do seu grupo com 7 pontos. O Gato é seguido de perto por Brazlândia, Gama, Capital e Formosa. No grupo, Capital e Ceilandense tem um jogo a menos.

No próximo sábado, 16h, na Área Especial 14 onde fica localizado o Abadião, o Ceilândia enfrentará o Sobradinho. Para essa partida Ricardo Oliveira talvez conte com Dimba, mas Cassius saiu de campo mancando e passa a ser dúvida. Cassius machucou o tornozelo no amistoso diante do Capital e voltou a sentir a contusão na vitória sobre o Dom Pedro.

Entre os demais jogadores que jogaram nenhum aparentemente será problema. Darci deve voltar a treinar com bola esta semana, mas isso talvez não seja suficiente para devolver-lhe a titularidade. Iranildo só deve voltar contra o Botafogo.

Cassius: saiu de campo mancando
Cassius: saiu de campo mancando

O bom início de campeonato veio acompanhado da constatação de que a equipe oscila muito. A verdade é que o time tem melhorado aos poucos.

Ricardo Oliveira tem se mostrado um técnico atento aos pequenos detalhes. Foi assim contra o Luziânia, quando chamou Gustavo e alterou a forma de jogar da equipe. Foi assim contra o Dom Pedro, quando sacou Rogerinho, que não estava em um bom dia,   e  devolveu um mínimo de equilíbrio à equipe com a entrada de China.

Na essência, o jogo do Ceilândia parece ser de muita pegada. Diferente do ano passado, o time deste ano tem criado e desperdiçado muitas oportunidades de gol. Pelos lados da Cidade do Gato não há ansiedade.

Consciente que o time não apresenta, ainda, a consistência necessária a um time campeão, a comissão avalia que nesse tipo de competição o time precisa crescer na hora certa, ou seja, no momento da decisão. Condições, continua a avaliação, o time já mostrou que as possui.

IRANILDO

A demora na recuperação de Iranildo já tem causado desconforto entre integrantes da comissão técnica e diretoria. Argumenta-se que as contusões no futebol são naturais, mas o clube não é rico o suficiente para pagar um alto salário para um jogador que não joga. “Esse dinheiro poderia ser investido num jogador não tão talentoso, mas de qualidade e que jogasse”, argumentam. A previsão é que Iranildo volte contra o Botafogo-DF, na sexta rodada.

Related Images:

CEC em busca da ponta

Cassius comemora seu gol na vitória sobre o Dom Pedro em 2010: 2 x 0
Cassius comemora seu gol na vitória sobre o Dom Pedro em 2010: CEC 2 x 0

O Ceilândia enfrenta o Dom Pedro na tarde de hoje buscando a ponta do grupo B da Taça JK, primeiro turno do Campeonato Metropolitano. A previsão é de um jogo complicado: Em três jogos, o CEC jamais venceu o Dom Pedro jogando na Metropolitana.

Com quatro pontos, o CEC é líder do grupo, mas vem de um tropeço em casa diante do Luziânia. Os dois pontos perdidos nesse jogo podem fazer falta no final do turno porque apenas um ponto separa o CEC  do terceiro colocado, o Formosa.

A fórmula de disputa nesse primeiro turno coloca times do grupo A contra times do Grupo B. Desse modo não há como recuperar pontos perdidos porque não há confrontos diretos.

Dimba: Com cara de poucos amigos durante a semana
Dimba: Fominha, com cara de poucos amigos durante a semana

Para a partida de hoje o técnico Ricardo Oliveira conta com os reforços Marangon, Claudionor, Luan e Luis Felipe regularizados. Levá-los ao jogo, ou não, é uma decisão que será tomada de última hora. As chances de Claudionor compor o elenco aumentaram em razão da contusão de Dimba, que fez apenas trabalhos leves durante a semana. O suspense continuará até momentos antes da partida.

Related Images: