Tag: Tezzeli

Armadilha no Serejão

Agressão a Augusto em 2011 sequer foi punida pela arbitragem
Agressão a Augusto em 2011 sequer foi punida pela arbitragem

Em 2011, Ceilândia e Brasiliense se enfrentaram pela penúltima rodada da fase de classificação.  O time amarelo já estava classificado e por isso mesmo poupou alguns jogadores titulares. O Ceilândia estava no grupo dos classificados, mas uma derrota o faria perder a posição para o Gama.

Nesse jogo, o Ceilândia entrou em campo talvez acreditando que a vitória viria naturalmente e saiu de campo com uma derrota que viria a lhe custar a classificação no final. O CEC jamais venceu o Brasiliense no Serejão e isto incomoda.

Tem sido assim os confrontos entre Ceilândia e Brasiliense. Jogos truncados e muito disputados. Hoje não deve ser diferente.

Se há alguma diferença é o fato de que o time atual do Ceilândia, apesar de manter todo o seu estilo de marcação e tranquilidade, melhorou o toque de bola. O Ceilândia já atingiu um bom estágio de preparação e isso repercute em campo: o time não se irrita com o jogo, mantém o seu padrão e persegue o resultado sempre.

Andrezinho disputa com William em 2011: jogos complicados
Andrezinho disputa com William em 2011: jogos complicados

Do lado do Brasiliense, o técnico Luiz Carlos Barbieri faz mistério. Embora afirme que terá quatro desfalques, ninguém do lado do CEC acredita. A primeira evidência seria o fato de que Tezzelli já estaria confirmado para a partida de hoje.

O acontece mesmo do lado do Ceilândia. Adelson não confirma a entrada de Dimba. No meio da semana o técnico também testou opções táticas diferentes para a partida de hoje. Muito da esperança da equipe foi depositada nos pés de Dimba e nas jogadas de bola aérea, que tem se revelado o forte do Ceilândia.

Os resultados do sábado não ajudaram às duas equipes. A vitória do Gama por 7 x 0 sobre o Dom Pedro trouxe os alviverdes aos 9 pontos, apenas um a menos que o Gato. A depender do resultado do Brazlândia neste domingo, o CEC entrará na próxima rodada correndo o risco de não se classificar.

Related Images:

Pressão pelo resultado


Pressão sobre a arbitragem no Serejão: CEC está preparado
Pressão sobre a arbitragem no Serejão: CEC está preparado

Ceilândia e Brasiliense já jogaram oficialmente 26 vezes. O retrospecto, durante muito tempo, não foi nada fovorável ao Gato preto que chegou a ficar seis anos sem vencer o seu adversário, de 2004  a 2010. A partir de 2007, a história mudou. Os confrontos passaram por maior equilíbrio e desde 2010 o CEC leva uma pequena vantagem sobre o time amarelo.

Uma coisa permanece igual: o Ceilândia jamais venceu o Brasiliense no Serejão. Em 12 jogos foram dois empates e dez derrotas! Um desses empates foi justamente em 2010, na partida que levou o CEC ao campeonato. O outro empate, curiosamente foi no mesmo ano. Nas últimas partidas cinco partidas foram três vitórias do Gato, um empate e uma derrota. O confronto recente demonstra equilíbrio nos confrontos, mas o tabu continua.

Dimba: experiência para o duro confronto
Dimba: experiência para o duro confronto

Para a partida desta semana, Adelson de Almeida tem trabalhado o grupo intensamente. Sabe que a partida será muito difícil e um verdadeiro teste para o esquadrão alvinegro. O time do  Brasiliense se mostra instável emocionalmente no curso da partida, mas inegavelmente mostrava um padrão de jogo bem definido.  A entrada do novo técnico traz motivação e, acima de tudo, o perfil psicológico do novo técnico  traz traquilidade a um time que estava em evolução. A instabilidade emocional do adversário é um elemento que conta a favor do CEC, que deve se manter focado e sereno.

Lados opostos: Iranildo ainda não joga
Lados opostos: Iranildo ainda não joga

Adelson disse ao SiteCEC estar tranquilo para a partida e afirma que qualquer resultado é possível. Indagado sobre o tabu de nunca ter vencido no Serejão disse que quanto mais o tempo passa mais a vitória se aproxima e que pode ser desta vez, mas o favoritismo é do Brasiliense, por jogar em casa. Adelson disse que o time está focado primeiro na classificação e que a partida deste domingo é importante, mas ainda não é a partida decisiva. Acrescentou que  o time está tranquilo, ciente das dificuldades mas acima de tudo consciente de suas próprias qualidades.

Related Images:

CEC em busca da ponta

Cassius comemora seu gol na vitória sobre o Dom Pedro em 2010: 2 x 0
Cassius comemora seu gol na vitória sobre o Dom Pedro em 2010: CEC 2 x 0

O Ceilândia enfrenta o Dom Pedro na tarde de hoje buscando a ponta do grupo B da Taça JK, primeiro turno do Campeonato Metropolitano. A previsão é de um jogo complicado: Em três jogos, o CEC jamais venceu o Dom Pedro jogando na Metropolitana.

Com quatro pontos, o CEC é líder do grupo, mas vem de um tropeço em casa diante do Luziânia. Os dois pontos perdidos nesse jogo podem fazer falta no final do turno porque apenas um ponto separa o CEC  do terceiro colocado, o Formosa.

A fórmula de disputa nesse primeiro turno coloca times do grupo A contra times do Grupo B. Desse modo não há como recuperar pontos perdidos porque não há confrontos diretos.

Dimba: Com cara de poucos amigos durante a semana
Dimba: Fominha, com cara de poucos amigos durante a semana

Para a partida de hoje o técnico Ricardo Oliveira conta com os reforços Marangon, Claudionor, Luan e Luis Felipe regularizados. Levá-los ao jogo, ou não, é uma decisão que será tomada de última hora. As chances de Claudionor compor o elenco aumentaram em razão da contusão de Dimba, que fez apenas trabalhos leves durante a semana. O suspense continuará até momentos antes da partida.

Related Images: