Tag: Valdinei

Ceilândia vai simplificar e corre atrás de um Xerife

O Ceilândia tem criado, mas não tem tido sorte. Nesta, o zagueiro salvou em cima da linha
O Ceilândia tem criado, mas não tem tido sorte. Nesta, o zagueiro salvou em cima da linha

O Ceilândia sabe que o desespero é um mau conselheiro e é muito cedo para isto. O time começou mal a competição e após um final de semana de trabalho e reflexão optou por simplificar.

Há o consenso entre jogadores e comissão técnica de que se não está dando certo, está na hora de mudar. Por isso, é provável que o time mude para enfrentar o Brasília.

Tavares ganhou confiança e o time melhorou com ele
Tavares ganhou confiança e o time melhorou com ele

Espera-se que a mudança não seja apenas nos nomes, mas também na postura.

Outra conclusão da Comissão Técnica é a de que o time precisa simplificar: algumas invenções, embora naturais numa partida, expuseram o time ao contra-ataque.

A arbitragem também foi ruim contra o Formosa: claramente não foi falta no lance que originou o segundo gol do Formosa
A arbitragem também foi ruim contra o Formosa: claramente não foi falta no lance que originou o segundo gol do Formosa

Num desses contra-ataques, o árbitro viu uma falta inexistente de Thiaguinho e dali saiu o segundo gol do Formosa.

No campo dos reforços, o Ceilândia entende que falta liderança dentro de campo. Para tanto, a equipe está tentando buscar um jogador com características de liderança.

Não tem sido fácil. A diretoria não confirma, mas parece certo que estão buscando repatriar um grande zagueiro da história alvinegra que, depois de 10 anos fora, deseja voltar ao DF.

Gilmar Herê entrou e com isso aumentou a esperança da torcida alvinegra, mas o esquema com três atacantes não funcionou.
Gilmar Herê entrou e com isso aumentou a esperança da torcida alvinegra, mas o esquema com três atacantes não funcionou.

O Ceilândia deve, também, simplificar do ponto de vista tático: nada de jogadores terem várias funções ou fórmulas milagrosas. Contra o Formosa o Ceilândia dominava o jogo, perdia seguidas oportunidades (outro problema) e optou por três atacantes na crença de que resolveria. O time perdeu em consistência e deu no que deu.

O alvinegro tem levado à sério o momento. Depois do treinamento de ontem, faz os últimos preparativos hoje. Amanhã, apenas treinos leves. Quarta, faz o terceiro jogo seguido fora de casa, agora contra o Brasília.

 

Sofrimento sem fim… CEC 1×2 Santa Maria

Gol de Allan Dellon não foi o suficiente: desta vez o problema não foi o meio
Gol de Allan Dellon não foi o suficiente: desta vez o problema não foi o meio

O Ceilândia continua sem vencer em 2014. Jogando hoje à tarde no Estádio Bezerrão, o Ceilândia foi derrotado pelo Santa Maria por 2 x 1.

Foi a quarta derrota consecutiva do Gato Preto; a primeiro vitória do Santa Maria em sua história na primeira divisão.

Time jogou mais compacto, mas falhas individuais selaram a derrota
Time jogou mais compacto, mas falhas individuais selaram a derrota

Tal qual prometera, Adelson fez apenas uma substituição no time de linha. A surpresa, contudo, foi na troca do goleiro: nem França ou Pedro, Leonardo. Nos últimos quatro jogos foram três goleiros diferentes !

O Gato Preto começou o jogo dando a impressão que venceria, que seria uma questão de tempo aproximar-se da meta adversária. Foi só a impressão.

Lucas bate equilibrado: Juninho e Gago poderiam ter evitado
Lucas bate equilibrado: Juninho e Gago poderiam ter evitado

Aos nove minutos, Lucas recebeu na lateral direita de defesa do Ceilândia, cortou para o centro e abriu o marcador. A falha defensiva, permitindo que o adversário chegasse inteiro no lance contribuiu decisivamente para o gol adversário.

O primeiro tempo seguiu sem maiores emoções, salvo a clara chance de Allan Dellon, teve um ou outro chute de grande distância do Santa Maria.

Thiaguinho enfim fez boa partida, mas ainda longe do ideal
Thiaguinho enfim fez boa partida, mas ainda longe do ideal

Veio o segundo tempo e o CEC tomou a iniciativa do jogo. Aos cinco, Dudu Gago sofreu falta que Allan Dellon cobrou com maestria empatando o jogo.

Esperava-se que o Ceilândia mantivesse o ritmo e virasse o jogo. Não foi o que aconteceu: aos 19, Leonardo saiu mal do gol. Na sequencia, Robson cabeceou livre desempatando o jogo.

Três do Ceilândia contra o goleiro: Allan Dellon perdeu!
Três do Ceilândia contra o goleiro: Allan Dellon perdeu!

Seria injusto dizer que o Ceilândia partiu para o ataque tal qual o fez na derrota para o Legião. Não o fez.

Hoje, as chances criadas (e não foram poucas) foram fruto de um trabalho minimamente articulado. Isso talvez seja a coisa positiva da partida de hoje.

O meio esteve melhor, mas a defesa comprometeu
O meio esteve melhor, mas a defesa comprometeu

De qualquer forma, há sempre quem diga que o que houve de positivo deve-se à fragilidade do adversário.

O fato é que não deu.  O Ceilândia  troca o glamour do favoritismo pela dura realidade da última colocação.

Related Images:

Cassius comemora diante do Legião: durou pouco

Gato Preto enfrenta Santa Maria: Semana colocada à prova

Ceilândia comemora contra Legião: time sofreu duas viradas consecutivas
Ceilândia comemora contra Legião: time sofreu duas viradas consecutivas

Ceilândia joga hoje às 16h00 no Bezerrão diante do Santa Maria. O confronto opõe duas equipes com ambições distintas no campeonato, mas que o iniciaram com derrota.

O Santa Maria, embora perdendo para o Brasiliense, vem com um discurso positivo. Já o Ceilândia, outrora apontado como um dos favoritos à competição, tenta recuperar minimamente a autoconfiança.

Defesa sofreu 7 gols em quatro jogos: quase dois por partida
Defesa sofreu 7 gols em quatro jogos: quase dois por partida

Para o jogo de hoje, o técnico Adelson de Almeida deve manter a base do jogo contra o Legião, com a entrada de Wisman na lateral esquerda. O resto do time será mantido. O que muda é o posicionamento.

Uma das preocupações de Adelson de Almeida é o número de gols sofridos. Em quatro jogos, foram sete gols. Quase dois gols por partida.  O ataque tem feito metade dos gols sofridos.

Cassius comemora diante do Legião: durou pouco
Cassius comemora diante do Legião: durou pouco

A torcida do Gato Preto está confiante. O trabalho durante a semana mudou em relação ao trabalho anterior. O time trabalhou mais focado. De acordo com a comissão, era o que faltava para o time começar a engrenar na competição.

Provável escalação do Gato Preto Ceilândia: França, Gago, Sandro, Badhuga e Wisman (Valdinei); Juninho Goiano, Goeber, Thiaguinho e Allan Dellon. Cassius e Alisson (Tavares).

Related Images:

Adelson não muda: “sei o time que tenho!”

Cassius é o artilheiro do time no ano: dois gols e um penalti perdido
Cassius é o artilheiro do time no ano: dois gols e um penalti perdido

O Ceilândia encerra a sua preparação para enfrentar o Santa Maria com indicação de que não haverá mudanças no time principal. Cogita-se que Adelson faça no máximo uma mexida na defesa com a entrada de Wisman no lugar de Valdinei.

De acordo com o treinador a semana de trabalho foi produtiva. Houve um aumento na intensidade dos treinamentos, algo que acontece naturalmente com o início da competição e ainda mais depois de uma derrota inesperada.

CEC com obrigação de vencer
CEC com obrigação de vencer

As maiores mudanças foram de ordem tática,mais precisamente de posicionamento dos jogadores do meio (Juninho Goiano, Goeber, Thiaguinho e Allan Dellon).

No mais, Adelson descartou qualquer mudança. Conforme o técnico, os tropeços fazem parte do processo de amadurecimento do time. O técnico finaliza afirmando que o elenco mostrou que tem condições de atender às expectativas da torcida e do mundo do futebol.

O Ceilândia joga amanhã contra o Santa Maria, no Bezerrão, às 16h00.

 

Related Images:

Em busca do equilíbrio

Adelson tinha um semblante preocupado na semana: necessidade de reagir
Adelson tinha um semblante preocupado na semana: necessidade de reagir

O Ceilândia recomeça a semana  trabalhando duro em busca do equilíbrio. Depois da estréia com derrota para o Legião, o time não vê grandes motivos para preopcupação, embora veja a necessidade de que a evolução seja sentida em campo.

O resultado foi, em certa medida, inesperado mas considerando normal no contexto atual de preparação da equipe: há a certeza de que a equipe deve alcançar o equilíbrio na metade da competição.

Valdinei fez a sua estréia: discreto
Valdinei fez a sua estréia: discreto

Há a sensação de que o processo em busca do campeonato é longo. Hoje os jogadores terão atividades físicas. A princípio o Ceilândia não tem baixas.

Adelson Almeida se diz tranquilo e ciente de que, mais que tomar decisões, o grupo precisa trabalhar mais e com mais foco. A derrota, sob esse ponto de vista foi positiva.  Considerou o tropeço indesejado, inesperado e natural.

Related Images:

Adelson já definiu o time

Badhuga tem melhorado, masnão tem mostrado o mesmo futebol que o transformou no melhor zagueiro do DF
Badhuga tem melhorado, mas não tem mostrado o mesmo futebol
que o transformou no melhor zagueiro do DF

O Ceilândia fez nesta quinta-feira o treino apronto para o jogo contra o Legião, pela primeira rodada do Metropolitano 2014 O técnico Adelson de Almeida contou com quase a totalidade do elenco, menos Claudio Luiz e Gilmar Herê.

Claudio Luiz, ex-zagueiro do Vasco da Gama e Náutico,  não tem conseguido uma sequencia de treinamentos. Já Gilmar Herê passou uma semana convalescendo após um desconforto na coxa. Treinou forte na terça-feira, mas voltou a sentir o incômodo na quarta. É desfalque certo para Adelson, que contava com o jogador.

Juninho Goiano na disputa de bola: opção para Adelson de Almeida
Juninho Goiano na disputa de bola: opção para Adelson de Almeida

Em campo o que se viu foi muita disposição, mas um time ainda inconstante. A transição da defesa para o ataque ainda é um problema para o Ceilândia. A bola volta sempre mais rápida que foi. A percepção é a sintonia ainda não foi alcançada.

O time titular dominou as ações, continua evoluindo a olhos vistos.

Valdinei, ao fundo, observa Tiaguinho e Chulapa: agradou e pode entrar no time:
Valdinei, ao fundo, observa Tiaguinho e Chulapa: agradou e pode entrar no time:

A principal mudança percebida, contudo, não foi em campo: foi no ambiente. Passados os primeiros dias , mais ambientados, os jogadores já falam um pouco mais sobre as suas ambições e seus projetos.

Para todos, a busca de uma temporada é o maior objetivo. Para alcançá-la, o próximo passo será dado amanhã, 16h, no Estádio Regional.

Adelson de Almeida deve manter a base dos amistosos, com a provável entrada de Waldinei na lateral esquerda. Waldinei recuperou-se de uma entorse no joelho que o deixou fora dos amistosos preparatórios. Voltou e agradou na lateral-esquerda.

 

Related Images: