Tag: Vieira

Na estreia em 2010, o Gato Preto foi derrotado pelo Gama por 3 x 0. No returno, o Ceilandia devolveu a derrota vencendo por 2 x 0

A estreias do Ceilândia nos últimos 20 anos

Na estreia em 2006: Jonhes fez os dois gols da vitória do Ceilândia
Na estreia em 2006: Jonhes fez os dois gols da vitória do Ceilândia sobre o Dom Pedro II

Estreia é sempre complicada, mas não para o torcedor do Gato Preto. A diretoria do Ceilândia deve anunciar  promoção de ingressos e sorteio de camisas, mas ainda não divulgou os detalhes.

Dentro de campo, o Ceilândia tem feito boas estreias no Campeonato Candango, embora tenha sido campeão pela última vez em 2012.

Estreia em 2007: Giovani comemora o segundo gol do Ceilândia contra o Luziania
Estreia em 2007: Giovani comemora o segundo gol do Ceilândia contra o Luziania

Desde 2006,  o Gato Preto  venceu 7 de suas estreias, empatou 1, e foi derrotado em 2 oportunidades. 

Em 2006, a estreia foi contra o Dom Pedro II, clube que deu origem ao adversário deste sábado. Jogando no Estádio Regional, o Ceilândia venceu por 2 x 1, com dois gols de Jonhes.  O Ceilândia voltaria a enfrentar o Dom Pedro II nas estreia de 2008, quando empatou em 1 x 1.

Estreia em 2009 contra o Legião: times voltariam a se enfrentar 3 vezes em estreia
Estreia em 2009 contra o Legião vitória por 1 x 0: times voltariam a se enfrentar 3 vezes em estreia

Já em 2007, a estreia foi em Luziânia e o Gato Preto venceu por 2 x 1. Os gols do Ceilândia foram marcados por Gino e por Giovani, enquanto Serjão descontou para o Luziânia. Foi a única vez que os atuais representantes candangos na Série D se enfrentaram na estreia.

Na estreia em 2010, o Gato Preto foi derrotado pelo Gama por 3 x 0. No returno, o Ceilandia devolveu a derrota vencendo por 2 x 0
Na estreia em 2010, o Gato Preto foi derrotado pelo Gama por 3 x 0. No returno, o Ceilandia devolveu a derrota vencendo por 2 x 0

Em 2009, o Ceilândia estreou contra o Legião,  confronto que mais vezes se repetiu na  rodada inaugural do campeonato metropolitano. Naquele ano o Ceilândia venceu por 1 x 0, gol contra de Luan.  Ceilândia e Legião  voltariam a se enfrentar na estreia em 2012 (Ceilândia 2 x 0, gols de Dimba e Alcione), 2013 (2 x 1 para o Ceilândia, com Didão fazendo os dois gols alvinegros e Jocelmo descontando para o Legião)  e 2014 (2 x 1 para o Legião, com Cassius marcando para o Ceilândia e Diego e Bruninho para o Legião).

Em 2010, o Ceilândia sofreu o maior revés dos últimos tempos jogando em casa. A estreia foi contra o Gama e o time esmeraldino não tomou conhecimento do Ceilândia: 3 x 0 em pleno Estádio Regional de Ceilândia. Os gols do Gama foram marcados por Thiago Silva, Edicarlos e Kabrine.

Em 2011, empate sem gols com o Formosa
Em 2011, empate sem gols com o Formosa

Em 2011 a estreia do Gato Preto foi em Formosa. Estádio lotado, jogo truncado e empate sem gols. 

Em 2015 aconteceu a estreia mais inusitada de toda história do Ceilândia. O alvinegro candango enfrentou o Paracatu. O time mineiro vivia uma fase conturbada, depois de sair de Unaí (onde se chamava Unaí-Itapuã) e veio incompleto. O jogo teve um minuto de bola rolando e o Paracatu se viu reduzido a apenas seis jogadores. O tribunal deu a vitória ao Ceilândia por 3 x 0. Na prática, contudo, não houve jogo.

Em 2015, o Paracatu deixou o campo depois de 1 minuto de bola rolando e 4 de jogo
Em 2015, o Paracatu deixou o campo depois de 1 minuto de bola rolando e 4 de jogo

No ano passado, 2016, a estreia foi contra o Cruzeiro-DF.  Os times estavam em diferentes estágios de preparação.  O Gato Preto venceu por 3 x 0, com dois gols de Filipe Cirne e um de Chefe.

Ano passado, Filipe Cirne fez 2 e o Ceilândia 3 x 0 no Cruzeiro-Df.
Ano passado, Filipe Cirne fez 2 e o Ceilândia 3 x 0 no Cruzeiro-Df.

Abaixo, as estreias do Ceilândia nos últimos 20 anos.

27.04.1997 a(os) 16:00 2a Divisao DF / Fase de Classificacao Itapuã 3 – 2Ceilândia Esporte Clube 
02.08.1998 a(os) 16:00 2a Divisao DF / Fase de Classificacao Alexaniense  0 – 0Ceilândia Esporte Clube
13.03.1999 a(os) 16:00 Metropolitano / Fase de Classificacao Guará 1 – 0 Ceilândia Esporte Clube
13.02.2000 a(os) 11:00 Metropolitano / Fase de Classificacao Guará 3 – 1 Ceilândia Esporte Clube
11.02.2001 a(os) 19:00 Metropolitano / Fase de Classificacao Sobradinho  2 – 1Ceilândia Esporte Clube
17.02.2002 a(os) 16:00 Metropolitano / Fase de Classificacao ARUC  0 – 5Ceilândia Esporte Clube
19.01.2003 a(os) 15:30 Metropolitano / Fase de Classificacao Guará 1 – 0Ceilândia Esporte Clube 
25.01.2004 a(os) 15:30 Metropolitano / 1o Turno/Grupo B Brazlandia 1 – 4Ceilândia Esporte Clube 
16.01.2005 a(os) 10:00 Metropolitano / Fase de Classificação/Grupo A Ceilândia Esporte Clube  1 – 0Paranoá
15.01.2006 a(os) 17:00 Metropolitano Ceilândia Esporte Clube 2 – 1Dom Pedro II 
21.01.2007 a(os) 16:00 Metropolitano / Jogo de Ida Luziânia  1 – 2Ceilândia Esporte Clube
20.01.2008 a(os) 16:00 Metropolitano / Jogos de Ida Ceilândia Esporte Clube 1 – 1Dom Pedro II 
18.01.2009 a(os) 16:00 Metropolitano / 1a Rodada – turno Ceilândia Esporte Clube 1 – 0Legião 
16.01.2010 a(os) 16:00 Metropolitano / 1a Rodada – Jogos Ida Ceilândia Esporte Clube 0 – 3 Gama
16.01.2011 a(os) 16:00 Metropolitano / Turno – 1a Rodada Formosa  0 – 0Ceilândia Esporte Clube
15.02.2012 a(os) 16:00 Metropolitano / 1o Turno – Taça Jk Legião  0 – 2Ceilândia Esporte Clube
20.01.2013 a(os) 16:00 Metropolitano / Taça JK – 1a Rodada Legião  1 – 2Ceilândia Esporte Clube
18.01.2014 a(os) 16:00 Metropolitano / 1a Rodada Ceilândia Esporte Clube 1 – 2Legião 
25.01.2015 a(os) 16:00 Metropolitano / 1a Rodada Ceilândia Esporte Clube  3 – 0Paracatu FC
30.01.2016 a(os) 16:00 Metropolitano / 1a Rodada – Classificatória Ceilândia Esporte Clube  3 – 0Cruzeiro FC

Related Images:

Luziania entra em campo no Abadião: Visitante indigesto

CEC reencontra Luziânia sem poder tropeçar

Abril de 2006: Poucas derrotas no Serra do Lago
Abril de 2006: Poucas derrotas no Serra do Lago

O Ceilândia enfrenta o Luziânia  no Bezerrão sabendo que não pode tropeçar. Em quinto lugar no grupo, o campeão do Distrito Federal se vê na obrigação de vencer a partida de hoje, para não ter que ficar fazendo contas. Na próxima semana,  o turno chega à sua metade, e na metade seguinte o CEC enfrenta duas equipes cotadas para disputar o título.

Para complicar a missão do Ceilândia, o histórico recente não ajuda: o CEC venceu o Luziânia mais vezes jogando na Serra do Lago do que como mandante. A última vitória como mandante foi em 2002, quando o Ceilândia venceu por 3 x 1. Desta vez, diferente da final do ano passado, o CEC não pode se dar ao luxo de perder como mandante.

Campeão em 2010: empate em casa contra o Luziânia
Campeão em 2010: empate em casa contra o Luziânia

Para a partida deste sábado, no Bezerrão, Adelson sabe que terá um adversário complicado. O Luziânia é um time que conta com uma boa transição da defesa para o ataque. A troca de posições entre os laterais e um dos meias do Luziânia pode confundir um dos volantes, expondo a defesa do Ceilândia. Outra preocupação está no fato de que a estrutura tática do Ceilândia favorece o modo de jogar do Luziânia.

Adelson de Almeida deve contar com Dimba na partida de hoje. O capitão não está no melhor de sua forma e não participou de nenhum jogo este ano, exceto jogos-treinos contra atletas de categoria de base. Fora a entrada de Dimba, o Ceilândia não deve ter alterações importantes em relação à vitória contra o Legião.

 

Related Images:

De Adilson a Vieira: 30 anos de história

Adilson: Volante dos anos 80
Adilson: Volante dos anos 80

Será realizada reunião nesta quinta-feria reunião com o comando do policiamento para dimensionar a carga de ingressos a ser destinada para a primeira partida da final neste sábado. O preço dos ingressos ainda não foi definido, havendo pessoas que acreditam que o preço deva ser de 10 reais, outros que o ingresso custe cinco reais.

O Ceilândia fez coletivo nesta quarta-feira no Abadião. O técnico Adelson de Almeida tenta solucionar os problemas causados pelas ausências de Panda e William, expulsos diante da Ceilandense, e  Daniel que tomou cartão amarelo no mesmo jogo.

Vieira: participou dos primeiros 17 jogos
Vieira: participou dos primeiros 17 jogos

No destaque deste post Adilson. Adilson era um volante clássico, típico dos anos 70 e que jogava de cabeça em pé. Jogou no Ceilândia de 1979 a 1984 sendo um dos pioneiros da equipe.

Vieira tem a sua carreira centrada no futebol do Estado do Paraná. Também atuou em São Paulo e é um forte candidato a entrar para a história da Cidade. Vieira destacou-se pela qualidade do passe e, também, pela enorme capacidade de desarme sem fazer faltas. Depois de um começo difícil, quando nas primeiras partidas foi advertido com dois cartões amarelos, conseguiu passar 9 jogos do campeonato sem tomar cartão amarelo.

Amanhã: Zé Vieira e William Baiano, Bodão e Diogo.

Related Images:

Sem Adelson, Vieira, Allan Delon e Dimba

Dimba, artilheiro do time
Dimba, artilheiro do time

O Ceilândia tem sérios desfalques para a partida decisiva desta quarta, as 20h30, no Cave, diante do Botafogo. Vieira, Allan Delon e Dimba, a espinha dorsal do Gato, não jogará. Adelson de Almeida, o técnico, também está suspenso. Ã? de se recordar que historicamente o Ceilândia sempre conseguiu bons resultados quando jogou esfacelado até porque é um time que se faz na luta contra as adversidades.

Vieira talvez seja o jogador mais importante do Gato até o momento. Participou de todos os jogos até agora, algo incomum para um volante. Enquanto há jogadores que já tomaram oito, nove cartões amarelos, o volante do Ceilândia tomou o terceiro apenas na décima sétima partida. Allan Delon e Dimba farão falta, mas a ausência de Vieira com certeza será muito sentida. Além de defender, Vieira tem um bom passe na saída de bola e, para completar, foi dele a jogada do gol de empate do CEC no último sábado.

Allan Delon aos poucos tem recuperado o seu bom futebol. O meia do Ceilândia tem razões para estar chateado por ficar de fora justamente após ter marcado o seu primeiro gol na competição. Mais que isso: o seu entrosamento com Vieira e Dimba tem sido um dos pontos altos do time. Allan Delon ajuda na marcação e aparece na

Vieira: participou dos primeiros 17 jogos
Vieira: participou dos primeiros 17 jogos

triangulação com Dimba.

Dimba por sua vez é o artilheiro do time. Não é preciso falar muito. Além de marcar gols, Dimba tem se revezado com Allan Delon na armação de jogadas.

O suspenso técnico Adelson de Almeida ainda não sabe o que fazer. O mais natural seria colocar Tezelli como segundo volante, função que desempenhou apenas uma vez nesse campeonato e não foi muito bem. Tezelli, contudo, tem a confiança do treinador. Tezelli tem características de passe muito diferente das caracteristicas de

Allan Delon, decisivonos últimos jogos
Allan Delon, decisivonos últimos jogos

Vieira. Nessas circunstâncias Tezelli deve acelerar o passe do time. Isso pode tornar o contra-ataque do Ceilândia mais perigoso. Por outro lado, o passe acelerado tem trazido prejuízos a Tezelli justamente porque isso o leva a errar muitos passes. Se conseguir o equilíbrio, teremos um outro Ceilândia em campo.

Para o lugar de Allan Delon o mais cotado é Fabinho. Bruno também pode jogar na meia, aliás como fez contra o Botafogo no primeiro jogo da fase de classificação e contra a Ceilandense.

Para o lugar de Dimba o mais cotado é Rodrigo Mello se Adelson optar por privilegiar o contra-ataque. Se colocar Rodrigo Mello e optar por Tezelli, Adelson acelerará excessivamente o jogo do Ceilândia. O equilíbrio nessas condições tem o nome do maior artilheiro da história do Ceilândia: Cassius.

A despeito dos desfalques o Ceilândia vai forte para esse jogo decisivo. Agora resta apenas torcer.

Related Images:

Mais maduro, CEC vence Gama e é líder

Luiz Carlos e Panda comemoram: Ceilândia 1 x 0
Luiz Carlos e Panda comemoram: Ceilândia 1 x 0

A cidade tem razão para comemorar: Ceilândia está em primeiro lugar após vencer o Gama no Bezerrão por 2 x 1. Com o resultado o Gato ocupa a provisória primeira colocação. Em segundo lugar está outro time da cidade, o Atlético. A cidade tem razões para estar em festa.

O resultado foi justo, numa partida em que o árbitro fez de tudo para estragar a festa. O Ceilândia começou melhor, marcando o Gama a partir do próprio campo de ataque. Como resultado dessa forte marcação o Ceilândia impediu que o Gama articulasse as suas já conhecidas jogadas pelo lado esquerdo de campo.

Com o adversário dominado o Ceilândia impôs o seu estilo de jogo: forte marcação e um excelente aproveitamento da bola parada. Como resultado disso aos 15 Luiz Carlos escorou cruzamento de William e fez o primeiro gol da partida.

Após sofrer o gol o Gama lentamente ganhou o domínio da posse de bola, mas foi incapaz de criar qualquer chance clara de gol. Para ser preciso, Ferrugem até que teve uma chance mas tocou para fora. Essa chance somente

Daniel, que foi expulso, rebate mal: o Gama empata
Daniel, que foi expulso, rebate mal: o Gama empata

foi possível devido ao erro de posicionamento de Vieira (mais uma vez perfeito em campo)Â e Daniel que se confundiram e permitiram ao volante que avançasse.

Veio o segundo tempo e o panorama da partida mutou levemente. O Gama contou com a mudança de postura do CEC que passou a marca um pouco mais atrás. O gol alviverde, contudo, somente veio numa jogada de bola parada, aos 12 do segundo tempo. No bate e rebate, Cacá bateu de primeira, a bola desviou na zaga e Edinho nada pode fazer: 1 x 1.

O CEC não se desesperou e logo em seguida, aos 20, William levantou a bola na área e Panda apenas cumprimentou: CEC 2 x 1.

Após o gol o Gama foi para o abafa, mas faltava inspiração ao adversário, enquanto que ao CEC sobrava concentração. O empate

Panda faz o segundo: CEC é líder
Panda faz o segundo: CEC é líder

somente poderia vir num lance de bola parada e essa chance veio aos 26 quando a bola chocou-se contra o poste direito de Edinho. aos 32 Daniel foi expulso injustamente pelo árbitro. Aos 36 Adelson colocou Cafu e Allan Delon, antes já colocara Carioca no lugar de Tezelli (em sua primeira boa partida pelo CEC).

O CEC aproveitou o desespero do Gama e perdeu ao menos duas boas chances de ampliar. No final, o Gato mostrou maturidade e venceu. O resultado coloca o Gato em primeiro lugar. Num campeonato tão equilibrado, quatro pontos separa o líder do primeiro rebaixado, não dá para comemorar mas dá para sentir um gostinho de quero mais.

Related Images:

Não faltam problemas

Forte marcação na defesa: trunfo do Ceilândia
Forte marcação na defesa: trunfo do Ceilândia

O Ceilândia convive com os problemas médicos. No momento estão no DM Allan Delon, Fabinho, Fábio Lima, Mica, Railton e Cafu (dedo machucado). Esse número poderá aumentr após a revisão médica a ser feita nesta segunda. Outro problema: Panda tomou o terceiro cartão amarelo diante do Atlético Ceilandense e assim como Daniel, expulso no mesmo jogo, não deve enfrentar o Luziania. Só aqui o CEC tem o desfalque de oito jogadores.

A despeito dos problemas médicos e das suspensões, o time parece ter encontrado uma forma de jogar, mas ainda não encontrou a sua formação ideal. Nos cinco jogos disputados, apenas quatro jogadores formaram o time-base (clique aqui para ver o time-base): Edinho, Panda, Vieira e Dimba. Dezoito atletas já iniciaram ao menos uma partida como titular. Dos 29 atletas registrados na CBF, Adelson já utilizou 23. Isso dá a exata noção da dificuldade em montar o time.

O mais importante para o torcedor é que nos últimos doze pontos o time ganhou oito. Ã? verdade que o torcedor gostaria de ver um time diferente, mas não adianta ter posse de bola e ser improdutivo. O time, nos últimos jogos tem sido altamente competente nas poucas vezes que foi ao ataque. Para o crítico isso revela que o time está no caminho certo. Basta que a comissão técnica e os jogadores acreditem

Vieira: titular nas 5 primeiras partidas
Vieira: titular nas 5 primeiras partidas

num trabalho que vem dando resultado. Na defesa do coração do torcedor, basta fazer alguns pequenos ajustes procurando evitar que o time se defenda tão próximo de sua área de defesa. Se o time ganhar corpo, o CEC será um forte candidato ao título.

O time volta a se reunir nessa segunda-feira. Serão três períodos de treinamentos leves até o jogo da quarta-feira diante do Luziânia. Adelson ainda espera uma definição do Departamento Médico para saber o time que mandará a campo. O maior problema é arranjar um substituto para Panda. Depois que alcançou uma melhor forma atlética, Panda tem sido o ponto de equilíbrio da defesa. Se conseguir vencer os problemas e obter um bom resultado contra o Luziânia colocará o CEC definitivamente na luta por uma das vagas no quadrangular final e Ceilândia realmente ficará em festa.

Related Images:

Hora de maturidade

O campeonato está apenas começando, mas o Ceilândia já precisa provar que adquiriu estabilidade física, técnica e emocional para seguir adiante. Depois de enfrentar três dos favoritos ao título, o CEC tem uma sequencia de quatro jogos contra fortes adversários e que não são tão badalados. Um deles, o Atlético, lidera a competição.

Vieira e Edinho comemoram: força de vontade
Vieira e Edinho comemoram: força de vontade

O primeiro confronto será hoje, as 20h30, na Metropolitana diante do Dom Pedro. Nessa partida a responsabilidade se inverte: o Ceilândia terá que mostrar em campo porque é apontado como um dos favoritos ao título do Candangão 2010. Para fazer valer o aparente favoritismo, o CEC terá que mostrar uma estabilidade emocional que não mostrou até agora, com exceção da partida diante do Brasiliense. Nas outras partidas o Ceilândia alternou bons e maus momentos dentro do mesmo jogo. Nas partidas diante do Gama e do Botafogo-DF o Ceilândia pensou que poderia vencer apenas com base na força de vontade e se esqueceu que poderia aliar a essa força de vontade a boa técnica da equipe. O resultado disso tudo foi visto em campo: derrota diante do Gama e um segundo tempo sofrível diante

Luiz Carlos: jogando simples, tem sido discreto e seguro
Luiz Carlos: jogando simples, tem sido discreto e seguro

do Botafogo.

Nesta quarta-feira espera-se um time encontre o equilíbrio entre a paciência e a velocidade, mas sem permitir que o Dom Pedro imponha a sua forte marcação. Será um jogo difícil. Para esse jogo Adelson ainda continuará sem Allan Delon, recuperando-se de lesão na panturrilha. Na prática deverá lançar o mesmo time que venceu o Botafog0-DF.

Related Images:

Pressão alvinegra na estréia

Allan Delon, Cassius e Dimba: Esperança alvinegra
Allan Delon, Cassius e Dimba: Esperança alvinegra

Tudo pronto para mais um Campeonato Metropolitano e para o clássico vovô deste sábado. A CBF publicou nessa sexta-feira o BID com as inscrições de oito atletas do Ceilândia, dentre eles DIMBA, EDINHO e VIEIRA, prováveis titulares no jogo deste sábado.

O técnico Adelson de Almeida provavelmente não lançará o seu time ideal porque Mica está machucado. Willian Pinheiro deve ser o provável substituto.

A se tirar pelas últimas informações, Adelson de Almeida espera que seja um jogo aberto. Por essa razão o técnico privilegiou atletas mais técnicos e isso será percebido pelo time que lançará em campo. Outro detalhe é que manteve um jogador rápido ao lado de Dimba no ataque.

A torcida deposita grande esperança em Dimba e Allan Delon. O atacante é figura quase certa na partida. Allan Delon ainda não está na melhor forma, afinal juntou-se ao grupo apenas na semana passada.

Mica é desfalque quase certo
Mica é desfalque quase certo

Depois da pífia campanha em 2009, a estréia do CEC no campeonato de 2010Â está carregada de expectativa. Para a torcida, para o time, uma vitória na estréia é fundamental.

Para ver o elenco do CEC em 2010 clique neste link.

Related Images: