Copa São Paulo – Triste despedida: Ponte Preta 5×1

Matheus fez grandes defesas e foi um dos destaques positivos do Ceilândia na Copa São Paulo
Matheus fez grandes defesas e foi um dos destaques positivos do Ceilândia na Copa São Paulo

O Ceilândia se despediu da Copa São Paulo 2019 com três derrotas. Pior: nesta quarta, debaixo do sol escaldante de Andradina, o Gato Preto foi goleado pela Ponte Preta por 5 x 1, com todos os gols marcados no primeiro tempo.

Ceilândia teve muita dificuldade na transição defesa para ataque, mas…

O jogo começou com o Ceilândia procurando a iniciativa, mas demonstrando as mesmas dificuldades na transição que demonstrou ao longo de sua preparação. Não demorou para que a Ponte Preta assumisse o controle da partida e começasse a criar uma situação de gol após a outra.

… Ponte Preta não teve dificuldade para passar pelo Ceilândia

Apesar do domínio e das chances de gol perdidas, a Ponte Preta somente veio a marcar o seu primeiro gol com a ajuda da arbitragem. Pênalti inexistente cobrado por Lyncon. Matheus ainda tocou na bola, mas não conseguiu impedir o gol da Ponte Preta.

Ceilândia teve enormes dificuldades defensivas nas duas laterais.

Dois minutos depois e a Ponte fez o segundo quando Sales fez contra a própria meta.  O Ceilândia não se encontrava. Era incapaz de trocar dois passes. Na defesa, tentava uma marcação que concentrava seus jogadores na intermediaria. Mais fortes fisicamente, os jogadores da Ponte ganhavam todas as bolas longas nos espaços deixados às costas dos zagueiros.

Defesa levou vantagem apenas nas bolas paradas. Com a bola rolando, a Ponte entrava como queria

Resultado: a Ponte Preta fez o terceiro, o quarto e o quinto com Vinicius. Nesse momento temia-se sinceramente por uma catástrofe de proporções assustadoras. Por sorte, na sequencia, Kennedy diminuiu.

Léo Roquete fez algumas modificações no time: nada deu certo

Por sorte, a Ponte Preta tirou o pé do acelerador ou o Ceilândia se encontrou nas substituições realizadas. O fato é que o jogo terminou em 5 x 1.

Ceilândia melhorou no segundo tempo, mas o jogo já estava decidido

Resultados como estes deixam marcas profundas e se fica com a impressão que o Gato Preto nem teria ido tão mal assim contra Ceará e Andradina. No primeiro jogo, dominou seu adversário em boa parte do jogo. No segundo, tivera o azar de no primeiro ataque do adversário em cada tempo sofrer o primeiro e segundo gols.

Abdio entrou bem: vítima de um time que não encontrou sua vocação

Os dois primeiros resultados podem ser debitados ao futebol. Por vezes você precise que o futebol conspire a seu favor.   Três derrotas, contudo, exige maiores reflexões.

A imagem do jogo: Vinicius faz mais um gol. Fácil demais

Em qualquer situação, a campanha na Copa São Paulo não apaga o título candango. Não apaga, mas indica que algo deu errado, muito errado.

 

Comentarios

Comentarios