Categoria: Destaque

Destaque

Ceilândia bate Gama e é Campeão Candango Sub20 em 2022.

O Ceilãndia é Campeão Candango sub20 de 2022.

Para chegar ao título, o Ceilândia teve que vencer um valoroso Gama.

Não foi fácil, mas no geral o Ceilãndia foi melhor que seu adversário.

O Gama passou por situações bem difíceis ao longo da competição.

Foi um adversário valoroso e que valorizou a conquista alvinegra.

O Ceilândia, apesar de melhor, teve que contar com a maestria de Lilla Saavedra.

O melhor jogador do campeonato, encontrou o momento certo para vencer o goleiro adversário.

O Gama até teve bons momentos no jogo, mas sempre dependeu do fortuito. No mais, a defesa alvinegra sempre portou-se bem e impediu que o adversário ganhasse confiança.

Quando mais precisou, Léo Roquete fez as mexidas certas e reequilibrou o time.

Foi uma campanha perfeita. O Gato Preto terminou invicto.

Para muitos dos atletas foi um momento inesquecível. Agora, uns param por aqui, outros seguem adiante.

Para os que param por aqui, nosso grande obrigado. O mundo do futebol não é necessariamente justo. Esperamos que o futebol os tenha ensinado a serem cidadãos melhores.

Aos que seguem, desejamos sorte.

A todos, até o mais simples auxiliar, o coração alvinegro agradece: muito obrigado pela felicidade.

É uma felicidade momentânea, mas ninguém pode toma-las de vocês, nem de nós humildes torcedores.

Sub20: Ceilândia bate Planaltina e está na final

Gabriel teve muito trabalho

O Ceilândia está na final do Candango Sub20 de 2022.

Não foi fácil. O Planaltina vendeu caro a derrota e teve a iniciativa na maior parte do jogo.

Léo Roquete, ao fundo: mais uma final

A partida começou com o Planaltina procurando impor-se fisicamente, às vezes até demais. Conseguiu e aos poucos empurrou o Ceilândia para o campo de defesa.

O Planaltina parecia pilhado em excesso. Este talvez tenha sido o seu grande defeito.

Jogo foi muito disputado

O fato é que o Ceilândia não se deixou intimidar pelo jogo físico do Planaltina e controlou as ações na sua linha de defesa.

É verdade que o Ceilândia não conseguia realizar a transição e vivia de bola longa.

Lila: duas assistências e um gol

Há um velho comercial de pneu que dizia que “potência não é nada sem controle”.

O Planaltina perdeu o controle sobre os seus nervos e as jogadas excessivamente viris foram se avolumando.  Não precisava e este foi seu grande pecado.

Jogo foi muito disputado

O Planaltina, embora não chegasse, tinha o controle do jogo. 

Aos 31 veio o lance que mudou o jogo. Leonardo já tinha amarelo e em mais uma jogada excessivamente viril recebeu o segundo e foi expulso.

Izarron fez o segundo

Não demorou muito e Lila começou a encontrar espaço. Na primeira oportunidade, serviu Caetano e bateu cruzado para fazer Ceilândia 1 x 0 aos 36 do 1o tempo.

Veio o segundo tempo e o panorama do jogo não mudou. O Planaltina mesmo com um homem a menos tinha a iniciativa e agora era, digamos, menos viril. 

Ceilândia comemora o terceiro fol

O Ceilândia meio que administrando o jogo, meio que não conseguindo, ia amarrando o jogo. 

Aos 20, Lila cruzou na área na cabeça de Izarron. Ceilândia 2×0. 

Charles fez o quarto e último gol do Ceilândia

O jogo ficou menos intenso. Menos pilhado, o Planaltina diminuiu aos 34, com Reinaldo. Tentou partir para o abafa e tomou o terceiro dois minutos depois: Lila aos 36.

Ceilândia comemora: está na final

Quatro minutos depois, Charles aproveiou o rebote para fazer de cabeça o quarto gol do Ceilândia.

Gato Preto decidirá contra Taguatinga ou Gama

O Gato Preto está na final do Candango Sub20 de 2022. O adversário sai amanhã, quando Taguatinga e Gama decidem a última vaga.

Sub20, Semifinais: Gato Preto vence Planaltina

No primeiro jogo da semifinal do Candango Sub20 de 2022, o Ceilândia foi a Formosa e venceu o Planaltina por 1 x 0.

Foi um jogo complicado e também não foi a melhor atuação alvinegra. Embora tenha tido a maior parte da iniciativa no primeiro tempo, o Ceilândia teve enorme dificuldade para ameaçar a meta adversária.

O jogo era essencialmente de intermediária a intermediária, embora o Gato Preto aparentemente fosse melhor em campo.

Com a falta do último passe, restou ao Ceilândia ameaçar o adversário em bolas paradas.

O panorama do jogo mudou no segundo tempo.

Depois de tanto insistir, o Ceilândia abriu o marcador aos 10 da segunda etapa com Renan Caetano.

A temperatura do jogo subiu. Se no primeiro tempo não houve amarelos, na segunda etapa foram 7.

5 dos cartões amarelos foram datos a partir dos 43 do segundo tempo. 

O final foi dramático, talvez porque o Ceilândia tenha perdido um pouco da sua consistência de jogo. 

A verdade é que o  Gato Preto sofreu mais que deveria.  

Ainda há o jogo de volta. O Ceilândia tem melhor time, mas viu que decisão foi feita para ser vencida. 

Na outra semifinal, Gama e Taguatinga empataram em 1 x 1 e voltam a se enfrentar no fim de semana.

Reação veio tarde: 3×0 no Costa Rica-MS não foi suficiente

Americano tomou a bola e abriu o caminho para a vitória

A vitória por 3 x 0 diante do Costa Rica-MS comprovou a reação alvinegra, mas não foi suficiente para garantir a classificação.

Kayser impediu que o Costa Rica empatasse logo em seguida

O Ceilândia precisava vencer e torcer por um tropeço do Operário-VG-MT. O tropeço não ocorreu.

Sistema defensivo anulou o Costa Rica

A vitória alvinegra foi desenhada rapidamente: aos 4, Peninha forçou o erro na saída de bola adversária e Americano saiu cara a cara com o goleiro para fazer Ceilândia 1 x 0.

Gabriel parece recuperado: terminou em alto nível

Após o gol, o Costa Rica assumiu a iniciativa do jogo. Poderia ter empatado, mas Kayser fez grande defesa comprovando a sua importância. 

Werick: Verdadeiro pitbull alvinegro

Apesar do Costa Rica ter a bola, o Ceilândia parecia mais equilibrado e com uma melhor transição. 

China e Fernando deram conta do recado

O primeiro tempo seguiu relativamente morno. O Gato Preto poderia ter aumentado, mas desperdiçou ao menos duas boas oportunidades.

Peninha ainda não está no auge e mandou no jogo: imagine quando estiver!

Veio o segundo tempo e o Ceilândia voltou com mais posse de bola. O Costa Rica pouco ofereceu perigo.

Na falta de Peninha: poste direito, cruza toda a meta, belisca o esquerdo e sai.

Com a bola, o Ceilândia rondou a meta adversária, mas o segundo teimava e não sair.

Dudu conclui: ficou a sensação que poderia ser mais útil

Aos 25, o árbitro marcou penalti em bola no braço do defensor do Costa Rica. É desses penaltis que marcam e incomodam, mas marcam… 

Clemente marcou seu 3o gol e homenageou o bebê que virá. Gleissinho ao fundo.

Em seguida, Clemente bateu com tranquilidade e, na comemoração, homenageou o bebê que está a caminho.

Roberto chegou no final: supriu uma deficiência alvinegra e assistência para Maycon

Com o segundo gol alvinegro o Costa Rica se perdeu no jogo. O Ceilândia  tinha muita facilidade para chegar ao gol adversário.

Maycon bate para fazer o 3o: gols importantes

O terceiro veio aos 40, com Maycon aproveitando a assistência de Roberto Junior para fazer um belo gol de canhota: Ceilândia 3 x 0.

Classificação Final Grupo A5

PosClubeJVEDGPGCSPts
114103122101233
2147431711625
3146351413121
4146351012-221

Agora era uma questão de aguardar o final do jogo do Operário. Não deu. O Operário venceu o Iporá-GO por 1 x 0 e merecidamente levou a vaga.

Ao Ceilândia restava o caminho de volta. Na viagem com certeza havia um misto de satisfação e enorme frustração: a  reação veio tarde demais.

Sub20: Ceilândia vence e está na semifinal do Candango22

O Ceilândia sempre teve a iniciativa do jogo, mas o Gremio Valparaíso foi um adversário de respeito: lutou sempre por cada centímetro do campo, por cada jogada e dificultou ao máximo a vida do alvinegro.

O jogo começou com o Ceilândia tomando a iniciativa. O Valparaíso tinha um propósito muito claro: defender-se e jogar por uma bola.

O Gato Preto foi sempre melhor, mas não criou situações claras de gol. Criou situações em que poderia ter aberto o marcador, mas sempre parou no goleiro adversário.

Aos 38 do primeiro tempo, no contra-ataque, o Grêmio Valparaíso abriu o marcador com Davi.  

Alguns jogadores do  Ceilândia claramente acusaram o golpe. O Valparaíso não teve tempo de explorar: aos 41, Gabriel Neri empatou o jogo.

Agora foi a vez do Valparaíso acusar o golpe. O Ceilândia teve ao menos duas oportunidades de virar o marcador, mas não aproveitou.

Veio o segundo tempo e o  padrão do jogo continuava o mesmo. O Valparaíso em rara escapada teve a chance de voltar à frente do marcador, mas Gabriel Blesson impediu.

O Ceilândia manteve o controle do jogo até a parada técnica, mas sem criar situação clara de gol.

Depois da parada técnica, o Ceilândia parecia interessado em segurar o resultado e deixou de jogar. O Valparaíso aproveitou da situação e começou a se sentir confortável.

Léo Roque agiu e mandou Pablo e Guilherme Gomes nos lugares dos incansáveis Eryck e Charles. O Ceilândia voltou a mandar no jogo.

Faltando 5 minutos, o Valaparaíso enfim saiu para o jogo, mas foi o Ceilândia quem teve chances claras de fazer 2 x 1. 

De tanto insistir, o Ceilândia conseguiu a virada aos 46. Lila Saavedra fez um belo gol olímpico: Ceilândia 2 x 1.

Não dava tempo para mais nada. O Ceilândia está na semifinal do Candango Sub20 de 2022. O adversário será o Planaltina.

Ceilândia despacha Gremio Anápolis: 1 x 0

Gabriel: outra boa partida. Esta camisa lhe cai bem.

Era jogo de mata-mata. Como todo jogo de mata-mata, foi truncado, difícil, decidido nos detalhes.

Americano deu muito trabalho para a defesa do GEA, mas não teve chances de gol

Jogando na tarde deste sábado, no Regional, o Ceilândia despachou o Grêmio Anápolis na disputa por uma vaga na segunda fase da Série D 2022. 

Faleiro ficou preso na marcação

O Gato preto sofreu. O Grêmio Anápolis amarrou o jogo o quanto pôde.  

Peninha jogou muito, mas ele e o time precisam acreditar um no outro

O jogo no primeiro tempo foi sonolento. O GEA não queria jogar. Esperava por uma bola. O Ceilândia não conseguia furar o sólido sistema defensivo adversário e apostou na paciência.

Ferrugem e Filipinho mudaram o rumo do jogo: é preciso estar pronto!

O segundo tempo começou como o primeiro.  O Grêmio Anápolis atrás, segurando o jogo, o Ceilândia sem correr riscos.

Werick importante defensivamente. Cedeu lugar a Ferrugem

O panorama do jogo mudou a partir dos 15 minutos do segundo tempo.  Premido pela necessidade, o Ceilândia começou a arriscar um pouco mais.  Nisso a importância de Adelson que tirou Werick e colocou Ferrugem. Roberto Junior entrou como referência, Felipe Clemente e Americano mudaram de posição.

Ceilândia rondou o gol do GEA, mas sofreu até marcar

Apesar da discreta melhora, as chances de gol não apareciam.  O Ceilândia, apesar de ter melhorado e tomado a iniciativa do jogo, não tinha volume de jogo. Adelson corrigiu colocando Filipinho no lugar de Americano.

China foi muito exigido no segundo tempo e esteve à altura do desafio

O Ceilândia passou a ter volume de jogo com Ferrugem e Geovane municiando Filipinho e Peninha e as chances foram aparecendo, mas não muito claras.

Na chance mais clara, Felipe Clemente não foi feliz… sofrimento continuou

Adelson foi para o tudo ou nada aos 38 ao colocar Gleissinho e Maycon.  A aposta parecia evidente: bola aérea nos minutos finais.

Maycon Valeriano: o nome do gol… o Ceilândia vive!

De tanto insistir o gol veio aos 43 da etapa final:bola alçada na área e Maycon Valeriano apareceu livre para fazer o seu primeiro e até agora mais importante gol com a camisa alvinegra: Ceilândia 1 x 0.

D 2022- Grupo A5

PosClubeJVEDGPGCSPts
114103122101233
2147431711625
3146351413121
4146351012-221

O árbitro deu mais 6 minutos de acréscimo. O Ceilândia poderia ter ampliado, mas não ampliou. Segurou a segunda vitória consecutiva e mostrou que não está morto como muitos diziam… O Gato Preto ainda está vivo.

Mata-mata: Vencer e continuar na luta

Ferrugem está à disposição de Adelson para o jogo contra o GEA

Para o Ceilândia o mata-mata começou semana passada e continua hoje, quando enfrenta o Gremio Anápolis, 15h30, no Regional.

Geovane subiu muito de produção e pode voltar no jogo de hoje.

Para a partida de hoje o técnico Adelson de Almeida poderá contar com o retorno de Igor e Geovane. Os dois atletas tem sido titulares e não jogaram contra o Operário por força de suspensão.

Igor também volta de suspensão.

Outros atletas que estão à disposição de Adelson de Almeida são Ferrugem e Gleissinho.  O primeiro vinha sendo titular e peça importante no time do Ceilândia. Gleissinho vinha sendo utilizado com regularidade vindo do banco.

Dudu está suspenso e não pode enfrentar o Gremio Anapolis

O Ceilândia venceu o Operário, adversário direto na briga pela vaga, com um time muito modificado. Claro que futebol não se faz com bravatas ou apenas por impulso.  É preciso que o time a ser escalado hoje seja aquele capaz de conquistar a vitória.

Roberto Junior: com Pítio lesionado, Junior tem sido importante.

O Ceilândia tem 2 desfalques certos: Dudu foi importante contra o Operário, mas  tomou o terceiro amarelo e está fora.

Mirandinha, lesionado, não joga hoje.

Mirandinha  com fratura no dedo também não joga. 

Roberto Pítio continua de fora.

A esses desfalques somam-se os desfalques de Roberto Pitio (coxa) e Giovani Goiano (ligamentos). 

Giovani era uma das opções recorrentes.  Recuperou-se de lesão e ficou no banco contra Operario.

Enquanto isso, uma boa notícia: os goleiros Leó Unamuzaga e Michael passaram por cirurgia de meniscos e já treinam com bola.  Como se vê, o DM continua agitado.

Marchesan, Kayser e Léo:  Léo passou por cirurgia e voltou a treinar com bola.

O Ceilândia não tem muita escolha: vence e continua na sua luta por uma vaga na segunda fase e melhora a posição no ranking da CBF ou nada mais tem a fazer na D 2022.

Michael teve que passar por nova cirurgia. Voltou a treinar com bola.

Além disso, o Gato Preto não depende apenas de si. Precisa vencer e torcer por resultados negativos do Operário-MT (enfrenta o Anápolis) e Iporá (enfrenta o Brasiliense).

Ceilândia precisa de partida perfeita neste sábado para seguir em frente.

O Gremio Anapolis ainda não está eliminado e para ele o jogo de hoje diante do Ceilândia também tem ares de decisão. O time goiano tem reduzidas chances de classificação. Depende de uma combinação de resultados ainda mais complicada que a combinação de resultados de que  o Ceilândia depende.

Tirar água de pedra para classificar

Dudu jogou contra o Operário, mas o titular é Geovane

Com a vitória diante do Operário-VG-MT, o Ceilândia se mantém vivo na disputa por uma vaga na segunda fase da Série D.

Gabriel teve muito trabalho contra o Operário

A classificação é importante por diversos aspectos, inclusive porque um dos objetivos  do Ceilândia em 2022 é subir no ranking da CBF. Passar de fase ajudará bastante.

Clemente mudou o astral do time

Acontece que não vai ser fácil.  Para pensar em chegar na segunda fase o Ceilândia precisa vencer os dois jogos que lhe restam: GEA em casa e Costa Rica-MS fora.

Defesa ainda tem problemas, mas fez o suficiente contra o Operário

Enquanto isso torcerá por tropeços dos adversários mais diretos: Operário-VG-MT que enfrenta o Anápolis fora e depois o Iporá em casa; Iporá que recebe o Brasiliense e depois enfrenta o Operário fora.

Peninha fez boa partida. Saiu para entrada de Filipinho que também entrou bem

A combinação de resultados esperada não é impossível. Na verdade a combinaçao de resultados de que precisa é até bem provável.  Resta ao time realizar boa semana de trabalho e fazer a sua parte. 

Ceilândia tem que tirar água de pedra

Para o jogo do próximo sábado, 15h30, no Regional, o técnico Adelson de Almeida terá a volta dos jogadores suspensos (Igor e Geovane) e quem sabe de Ferrugem.

Sub20: Jogo atípico, Gato Preto fica no zero contra Gremio Valparaíso

 

O Ceilândia foi a Luziânia no último domingo enfrentar o Gremio Valparaíso, pelo jogo de ida das quartas-de-final do Sub20 2022.

Ceilândia perdeu muitos gols

O Gato Preto sofreu mais que deveria e pagou o preço das oportunidades desperdiçadas no primeiro tempo.

No segundo tempo, o Ceilândia perdeu Izarron logo aos 2 minutos e com isso jogou 49 minutos com um homem a menos (6 de acréscimo).

O resultado mostrou que nenhum time teve vida fácil até agora. Em 3 jogos apenas um gol foi marcado. Hoje, o Taguatinga 2015, que foi inocentado no caso envolvendo o atleta Douglas Matheus, enfrenta o Legião (venceu por 1 x 0)

Abaixo, os resultados das Quartas-de-Final;

Sub 20 - 2022 - Quartas-de-Final - Jogos de Ida

(Quartas-de-Final - Ida)
0 - 0
Juniores
2022

Luziânia x Gama

(Quartas-de-Final - Ida)
0 - 0
Juniores
2022

Valparaiso x Ceilândia

(Quartas-de-Final - Ida)
0 - 1
Juniores
2022

Real FC x Planaltina

(Quartas-de-Final - Ida)
0 - 1
Juniores
2022

Legião FC x Taguatinga

Ainda está difícil, mas o Ceilândia está vivo: 2 x 1

Americano foi feliz e fez Ceilândia 1 x 0

Acabou a zica! O Ceilândia ficou um turno sem vencer, mas enfim a vitória veio. O Gato Preto não vinha jogando mal, apenas tropeçava na sua própria ansiedade.

Muita comemoração no primeiro gol: merecida

Hoje, aqui em Mato Grosso, o Ceilândia foi feliz. Os primeiros 15 minutos foram extremamente equilibrados, com o Ceilândia tendo as melhores chances. Aos 15,  Americano fez Ceilandia 1 x 0,  em jogada de Matheus Faleiro.

Defesa suportou bem a pressão pelo meio, mas sofreu pelos lados

Após o gol, o Ceilândia deu campo para o Operario. O Gato Preto sofreu muito com a bola jogada nas costas dos laterais. 

Ceilândia teve as melhores chances do jogo

O Operário pressionou,  mas sem pressa. O gol saiu como estava ensaiado: pelos lados. Nelsinho empatou aos 35.

Clemente fez o segundo gol em 2 jogos: Ceilândia 2×1

Veio o segundo tempo e jogo parecia seguir o roteiro do primeiro tempo: Espaços pelos lados e logo aos 2 minutos o Operario teve chance virar o marcador, mas o cabeceio saiu longe da meta de Kayser.

Clemente comemora com Fernandinho Brito

O fantasma do primeiro tempo não durou muito tempo. Essa foi a última vez que o Operario chegou pelos lados. O jogo voltou a ficar equilibrado.

Foi bom ver Gabriel jogar em alto nível, mas a defesa sofreu pelos lados

Aos 15, o Ceilândia voltou a ficar novamente à frente do marcador: Clemente, mais uma vez, aproveitou o cruzamento para livre de marcação fazer Ceilândia 2 x 1.

Ceilândia acertou marcação no segundo tempo

O Operário foi todo ao ataque, mas já não chegava com a qualidade do primeiro tempo. Bem fechado na defesa, o Ceilãndia perdeu algumas boas oportunidades de contra-ataque.

Kayser fez defesa importante no final do jogo

O jogo se encaminhou para o final e o árbitro deu inacreditáveis 11 minutos de acréscimo. O Ceilândia controlou o ímpeto do Operário, poderia ter ampliado para 3 x 1, mas o marcador ficou como estava: Ceilândia 2 x 1. Antes, Kayser fez bela defesa.

Desta vez a defesa não falhou pelo alto

O Gato Preto mantém as chances de classificação. Ainda depende de uma combinação de resultados, mas não está morto quem luta… e o Gato Preto ainda está na luta.

Ação 2×1 Ceilandia. Classificação fica muito dificil

Se Falero tivesse sido feliz nessa conclusão, a história seria diferente.

Parte da torcida se revolta com mais uma derrota. Compreendemos, mas estamos com a parte da torcida que está apenas triste.

O Ceilândia mais uma vez jogou melhor que o adversário. Desta vez não sofreu gol no final, como foi nos últimos jogos, foi no começo.

Ceilandia pressionou bastante, mas não foi feliz

O Gato Preto tomou a iniciativa do jogo. O Ação explorava as bolas longas, aproveitando o fato de que o Ceilândia tinha dificuldade com a primeira bola.

Aos 15, a bola sobrou para Daniel que foi muito feliz e fez um golaço: Ação 1 x 0.

Geovane ganha pelo alto

O Ceilândia perdeu seguidas oportunidades de empatar, mas apenas uma oportunidade foi clara e consciente.

Aos 37, novo contra-ataque e Daniel fez novamente: Ação 2 x 0.

Ferrugem foi mais uma vez o ponto de equilibrio do time

O Ceilândia foi todo ao ataque. Poderia ter diminuído, mas o chute de Ferrugem explodiu no travessão.

Veio o segundo tempo e logo no primeiro minuto, Clemente diminuiu. Clemente fez uma excelente partida.

Clemente fez o gol do Ceilandia

O Gato Preto foi todo ao ataque. Insistiu, insistiu, insistiu e nada de gol. 

Não achamos que seja hora de achar culpados. Há quem pense que sim. Pensamos que é hora de descobrir soluções. 

Ceilandia volta a Cuiaba na proxima semana, agora para enfrentar o Operario

Pensamos muitas coisas, mas temos acompanhamos um velho ditado: o fígado é um péssimo conselheiro.

 

Sub20: Ceilândia goleia Sobradinho e garante primeiro lugar

Classificação Grupo A

PosClubeJVEDGPGCSPts
187102121922
286111641219
385031651115
483232214811

O Ceilândia goleou o Sobradinho por 5 x 0 na manhã deste sábado. Com esse resultado o Gato Preto garantiu a primeira colocação do  Grupo A do Sub20 2022.

Ceilândia

# Jogador Posição Gols Assist CA CV
1Davi Reis-0000
2Renan Caetano 13-0000
3Guilherme Krinski-0000
4Pedro Henrique Carvalho-0000
5Gabriel Neri 19-0000
6João Lucas-0000
7Erick Gabriel 16-0000
8Gabriel Dourado 15-0000
9Charles Rosendo 17-2 (31', 33')000
10Saavedra-1 (15')000
11Thiago Carvalho-2 (18', 21')000
13Arthur Ferreira 2-0000
15Celso Alves 8-0000
16Mateus Teles 7-0000
17Gustavo Gabriel 9-0000
19Rubens Costa 5-0000
 Total 5000

Auxiliar Técnico: Leo Roquete

Sobradinho

Posição Gols Assist CA CV
 0000

O placar foi todo construído no primeiro tempo: Lilla Saavedra abriu o marcador aos 15. Thiago Carvalho fez 2 gols nos próximos 6 minutos. Depois foi a vez de Charles dar números finais ao jogo aos 31 e 33.

Thiago e Charles em jogo anterior: fizem 4 dos 5 gols de hoje.

Agora o Ceilândia aguarda a definição da 4a vaga do grupo B para saber quem enfrentará nas quartas-de-final.

Mudança de última hora do horário do jogo nos impediu de acompanhar.

 

Felipe Clemente chega: Ceilândia fará gols que necessita?

Ceilândia volta a enfrentar o Ação: precisa desesperadamente da vitória.

O Ceilândia viaja neste sábado para Cuiabá-MT onde enfrenta o Ação amanhã pela 11a rodada da D Nacional.

O Gato Preto precisa desesperadamente da vitória. O time vem jogando bem, mas os gols não tem saído e as vitórias não vem.

Clemente disputou o Candangão pelo Capital.

O fato é que depois de Roberto Junior, agora foi a vez de Felipe Clemente chegar. As características de Felipe preenchem um vazio na organização do elenco, o mesmo se diz de Roberto Junior.

Clemente estava no Uberaba onde disputou 8 jogos, sem anotar gol. Não precisa que marque, apenas que o Ceilãndia marque porque precisa bastante.

 

A sina continua: Ceilândia joga bem, mas resultado não vem

Foi mais um jogo daqueles: o Ceilândia fez boa partida, desperdiçou boas oportunidades e foi castigado com um gol no final.

O Brasiliense começou levemente melhor, mas sem trazer perigo à meta defendida por Kayser.

Não demorou muito e o Ceilândia chegou com perigo: com o gol vazio, Igor não conseguiu abrir o marcador. Depois foi a vez de Matheus Falero perder boa oportunidade. 
O Brasiliense até que tentou, mas não criou situação clara de gol no primeiro tempo.
Veio a segunda etapa e o jogo se manteve como no primeiro tempo. As melhores chances estiveram com o Ceilândia. Filipinho, Roberto e Peninha poderiam ter aberto o marcador. Não tiveram a felicidade de faze-lo.

O jogo se encaminhava para o zero a zero, mas não foi assim que terminou. Aos 44, Bernardo acertou um belo chute em cobrança de falta e a escrita continua.. Ceilândia 0 x 1 Brasiliense.

No próximo domingo o Ceilândia tem um adversário que vem de quase tantos resultados negativos quanto ele proprio. Um dos dois quebrará a sequencia de recentes resultados ruins… o Ceilândia tem feito por merecer acabar essa sina… que assim seja.

 

Sub20: Ceilândia e Bolamense empatam

Thiago fez o gol do Ceilândia

O Sub20 do Ceilândia conheceu uma nova realidade no Candango Sub20 2022. Sobrou muita reclamação para as instalações, para o tamanho do campo e para a segurança do local. 

No geral o Ceilândia foi melhor contra um adversário valente.

Jogando diante de muita pressão fora de campo, o Ceilândia empatou com o Bolamense em 1 x 1. O resultado mantém o Ceilândia na liderança do Grupo A.

Bolamense forte na defesa

O Gato Preto saiu atrás no marcador, mas teve força para buscar o empate com Thiago Carvalho.

No geral o Ceilândia esteve melhor, mas o Bolamense com seu jogo físico, por vezes até demais, opôs muita dificuldade.

Jogo muito disputado.

Veio o segundo tempo e o panorama não mudou. O Ceilândia era o time com mais iniciativa, mas o Bolamense se defendeu como podia e apostava nas bolas longas.

Defesas levaram vantagem sobre os ataques

No final, o resultado do primeiro tempo se manteve. Agora, o Ceilândia enfrenta o Sobradinho antes das quartas de final. Neste momento, o Ceilândia enfrentaria o Luziânia.