Luziânia vence, Ceilândia reclama da arbitragem

20150329luziania2x1cec_091
Vitor é jogado contra atleta do Luziânia: jogo de intimidação começou nos primeiros minutos

Ceilândia fizeram um jogo digno do futebol dos velhos tempos. Mal a partida começou e se percebeu que o Luziânia procuraria a vitória a qualquer custo, mesmo que para isso fosse necessário apelar para a intimidação.

Entradas duras, empurrões sem a bola e reclamações com a arbitragem ditaram o ritmo da partida.

20150329luziania2x1cec_092
Ceilândia vai ao ataque: raridade no jogo

A verdade é que, diante do ímpeto do Luziânia, o Ceilândia foi se recolhendo e acabou apelando para a cera, parando a partida o máximo possível.

O primeiro tempo resumiu-se ao ímpeto do Luziânia e a tentativa  do Gato Preto em se defender. A despeito disto, os goleiros não trabalharam na primeira etapa.

20150329luziania2x1cec_093
Léo faz bela defesa: o excesso de cera atrapalha

Veio o segundo tempo e tudo mudou. O Ceilândia sofria com as bolas áereas do Luziânia. Muito disso a partir dos lançamentos de Perivaldo em direção a Chefe. Para piorar, errava muitos passes na saída de bola.

Com o Ceilândia não conseguindo atacar, o goleiro Léo fez ao menos duas defesas importantes. O Gato Preto sequer ameaçava a meta do Luziânia.

Tartá comemora: gol devolveu esperanças ao Gato Preto
Tartá comemora: gol devolveu esperanças ao Gato Preto

O Ceilândia aguentou até os 20 minutos do segundo tempo. Erro na saída de bola e Chefe acabou fazendo Luziânia 1 x 0.

Não demorou muito, e aos 28, o Luziânia ampliou para 2 x 0 com Aldo.

Ceilândia sofreu com a bola aérea do Luziânia
Ceilândia sofreu com a bola aérea do Luziânia

Adelson de Almeida não pensou duas vezes. Tirou Cassius e Edicarlos, apagados em campo, e colocou Vinicius e Tarta.

O Ceilândia que até então construira apenas uma jogada de ataque, chegou equilibrado ao ataque. Aos 34, Tarta recebeu antes da pequena área e diminuiu.

Ceilândia reclamou bastante do jogo de intimidação do time do Luziânia
Ceilândia reclamou bastante do jogo de intimidação do time do Luziânia

Depois do gol, o Ceilândia postou-se na sua defesa e o Luziânia recusou-se a jogar.

Os dois times voltam a se enfrentar no próximo sábado. A Comissão Técnica do Ceilândia reclamou bastante da arbitragem, mas afirmou  que no Regional de Ceilândia a história será outra.

Comentarios

Comentarios