Antes da bola rolar: Brasília, Gama e Brasiliense são os favoritos ao título de 2016

Times de papel

Antes da bola rolar: Brasília, Gama e Brasiliense são os favoritos ao título de 2016
Antes da bola rolar: Ceilândia não está entre os favoritos.

Com quase todos os clubes tendo iniciado a preparação, os torcedores já tem em mãos material suficiente para apontar quais são os favoritos ao título de Campeão Candango de 2016.

De modo geral, as pessoas consultadas pelo CeilandiaEC apontam Brasília, Gama e Brasiliense como os maiores favoritos ao título. Em favor do Brasília apontam a estabilidade dos trabalhos realizados nos últimos anos e que levaram ao colorado do planalto aos  vice-campeonatos consecutivos.

O Gama é o atual campeão candango. O time passou por mudanças, mas parece ter recuperado a autoestima. Se superar os problemas internos é, de fato, um dos favoritos.

Antes da bola rolar: Brasília, Gama e Brasiliense são os favoritos ao título de 2016
Antes da bola rolar: Brasília, Gama e Brasiliense são os favoritos ao título de 2016

Já o Brasiliense muito discretamente montou um bom time. Agora mandando seus jogos em Ceilândia, terá no Estádio Regional uma arma a mais para recuperar o título candango.

O segundo grupo é muito homogêneo. Nele estão, mais ou menos no mesmo nível, Luziânia, Ceilândia, Paracatu e Formosa. Há quem coloque o Sobradinho no mesmo nível. Em favor do Luziânia, argumenta-se que o time tem uma base que vem dando certo desde 2012.

Em relação a Formosa e Paracatu sabe-se que são muito fortes em seus domínios. Some-se a isso o fato de que em ano eleitoral as prefeituras costumam investir um pouco mais nos times locais, o que deve tornar a vida dos clubes candangos um pouco mais difícil na região metropolitana.

 

Ceilândia, Paracatu, Formosa e Luziânia são candidatos às quartas de final. Sobradinho vem um pouco mais atrás
Ceilândia, Paracatu, Formosa e Luziânia são candidatos às quartas de final. Sobradinho vem um pouco mais atrás

Na apresentação do Ceilândia, o presidente afirmou que o investimento feito objetiva o título. O discurso não impressionou, ao menos fora de campo. O Ceilândia não é apontado como um dos favoritos ao título. O elenco é bom, mas as últimas campanhas não impressionaram. Isso provavelmente pesou na avaliação.

O Sobradinho é uma incógnita. A avaliação foi a de que o Leão da Serra virá com um time jovem, que fez relativamente boa campanha na Copa São Paulo. Para o CeilandiaEC a avaliação leva muito mais em conta a força do Augustinho Lima do que o elenco em si mesmo considerado. Talvez falte experiência ao time do Sobradinho, mas surpresas acontecem e os analistas parecem acreditar que o time do Sobradinho possa surpreender.

Os torcedores cuidaram do Cruzeiro colocando-o um passo à frente de Santa Maria, Taguatinga e Planaltina. Pesou o fato de que o Cruzeiro sempre revela bons jogadores na base e que o time profissional tem sabido aproveitar esses resultados. Os demais são incógnitas.

 

 

Comentarios

Comentarios