Lição de Casa: Juniores perdem para o Vila Nova-GO

Fernando dá combate: O Ceilândia melhorou, mas não o suficiente

O Ceilândia teve uma grande lição na tarde desta quarta-feira. Jogando contra o Vila Nova-GO, em amistoso preparatório para a Copa São Paulo, o Gato Preto viu como é jogar contra um time forte fisicamente e que também sabe jogar bola.

Vila Nova foi melhor na maior parte do jogo

Ceilândia e Vila Nova fizeram um belo jogo. Ambos os times começaram apresentando dificuldades na transição defesa-meio-ataque.  Como resultado, os atacantes de ambos os lados chegavam no último quarto do campo  sem apoio. Isso facilitava o trabalho das defesas.

Muriel comemora: Ceilândia jogou bem até fazer o gol.

O Vila Nova tinha uma vantagem: conseguia avançar invertendo a bola pelas laterais.   O Vila tinha outras virtudes: a força física e a bola aérea.  O Ceilândia sofreu com as invertidas de bola do Vila Nova. O jogo seguiu equilibrado até os 22 do primeiro tempo quando Warley escorou cruzamento para Abdio. O atacante tirou do boleiro e a bola bateu na trave. Na sequencia, a bola sobrou para Muriel livre fazer Ceilândia 1 x 0.

Vila Nova é um bom time: forte fisicamente

Após o gol o Vila Nova conseguiu empurrar o Ceilândia para o seu campo de defesa. O alvinegro sofria com as bolas paradas do Vila Nova e escapou de sofrer o gol do empate ao menos duas vezes. De tanto insistir, o Vila Nova chegou ao empate com Lucas aos 40. Cinco minutos depois, Mateus fez Vila Nova 2 x 1.

Abdio tambem fez o dele, agora de penalti

Veio o segundo tempo e o Ceilândia passou a ter mais iniciativa. O Vila Nova, a seu turno, era  perigoso nos contra-ataques. Aos 20, pênalti para o Vila e Mateus fez 3 x 1. Cinco minutos depois, penalti para o Ceilândia: Abdio converteu para dar números finais ao jogo.

O Ceilândia ainda faz um amistoso antes de viajar para São Paulo. O time mostrou evolução e precisa retirar lições do amistoso de hoje.

Comentarios

Comentarios