Berg comemora em 2007: apesar do título em 2010, poucas alegrias no Elmo Serejo

Entre o céu e o inferno

Futebol apenado: mais uma vez CEC jogará sem público
Futebol apenado: mais uma vez CEC jogará sem público

Ainda sem a presença de público, o Ceilândia enfrentará, na tarde deste sábado, no Elmo Serejo, o Brasiliense. O jogo vale pela sexta rodada do Candangão 2015.

Depois da derrota diante do Gama, em casa, o Gato Preto precisa da vitória para definir em que lado da tabela irá brigar: se vencer, passa a brigar pelas posições de cima, se perder estará ao alcance da zona da confusão.

Gil Baiano cobra a falta: em 2007, CEC fez dois gols, mas sofreu  3.
Gil Baiano cobra a falta: em 2007, CEC fez dois gols, mas sofreu 3.

Adelson de Almeida deve fazer alterações na equipe. Com um campo maior, Adelson sabe que terá condições ideais para explorar a velocidade de seu sistema ofensivo.

Isso não significa que Adelson não deva fazer alterações. O treinador tem exigido maior participação de Cassius e EdiCarlos. Embora pouco provável, alterações não estão fora de cogitação.

Na vistoria dessa sexta, banheiros do Regional foram reprovados...
Na vistoria dessa sexta, banheiros do Regional foram reprovados…

No meio e na defesa, Adelson luta contra as contusões. A perda de Dudu na lateral-direita foi muito sentida. A chegada de Bruno é uma aposta.

Aposta, também, em Felipe Cirne. O meia realizou boas atuações nesse campeonato. Resta ver como se comportará nas dimensões do Elmo Serejo.

Berg comemora em 2007: apesar do título em 2010, poucas alegrias no Elmo Serejo
Berg comemora em 2007: apesar do título em 2010, poucas alegrias no Elmo Serejo

ESTÁDIO REGIONAL

O Estádio Regional não passou na vistoria dessa última sexta-feira. Exige-se, agora, que se construa um bar que sirva apenas a torcida visitante. Além disso, foi exigido que se construa banheiros que atendam somente a torcida visitante.

Com essas exigências, é bem provável que o Estádio Regional de Ceilândia não veja um jogo com público nesse 2015.

Ainda bem que o Ginásio da ASCEB não foi vistoriado. Recebendo um público médio de 800 pessoas, dificilmente o Uniceub teria torcida em casa.

Related Images:

Comentarios

Comentarios