Tag: Morrinhos

Incômodo goiano

 

Dimba em 2010 diante do Morrinhos
Dimba em 2010 diante do Morrinhos

Os últimos confrontos entre o Ceilândia e os times goianos não tem sido das melhores experiências para o alvinegro, ao menos quando o assunto é amistoso.

Desde 2010, o Ceilândia foi ao Estado vizinho por seis oportunidades e saiu derrotado em cinco, com apenas uma vitoria. Nesse periodo, contudo, o CEC recebeu a visita de goianos por tres vezes, mas conseguiu vencer apenas o Cristalina, entao na terceira divisao do futebol goiano.

Janeiro 2010 – Regional – Morrinhos – Ceilandia 0 x 1 Morrinhos – Ailton fez o gol do time visitante
junho 2010 – Jonas Duarte – Anapolis – Ceilandia 1 x 2 Anapolis – Chefe marcou par o Ceilandia. Ferrari e Thiaguinho marcaram para o Anapolis
julho 2010 – Regional –  Cristalina –  Ceilandia 3 x 1 Cristalina –  gols de Chefe, Dimba duas vezes para o CEC  e Chiquinho para o Cristalina
janeiro 2011 – Genervino da Fonseca – CRAC – Ceilandia 0 x 1 CRAC – Juliano para o CRAC
Janeiro 2012 – Jonas Duarte – Anapolina – Ceilandia 0 x 1 Anapolina – Duda para a Anapolina
junho 2012 – Jonas Duarte – Ceilandia 2 x 0 Gremio Anapolis – Nelisson e Perivaldo para o CEC
janeiro 2013 – Jonas Duarte – Ceilandia 0x1 Gremio Anapolis – Manoel Junior para o Gremio Anapolis

Nos jogos oficiais ha mais equilibrio: duas vitorias do Ceilandia (1×0 Aparecidense em Goiania, 1×0 CRAC no Regional, empate em 2×2 em Catalao contra o CRAC e derrota no Regional contra a Aparecidense, 1 x 0, tudo pela Serie D 2012.

O conjunto dos resultados pode mostrar bem a disparidade entre o futebol goiano e o futebol do Distrito Federal. Sob certa perspectiva, a diferença nao se explica: o investimento do Ceilandia nada deve ao investimento dos times que tem enfrentado.

Neste ano, o CEC ja enfrentou os goianos por duas vezes. Empate em casa diante do Anapolis e derrota em Corumbá de Goiás para a Anapolina.

Claro que uma vitoria diante da Anapolina seria bem vinda. O problema, nessas horas, e’ acreditar que se esta pronto antes da hora. Sao as armadilhas do futebol…

Related Images:

Sem drama

Jogo treino violento.
Jogo treino violento.

O Ceilândia encarou com bastante tranquilidade a derrota diante do Morrinhos no jogo-treino do último sábado.

De maneira geral os jogadores entenderam o resultado como normal e como o único teste verdadeiro até o momente. Antes o time havia treinado contra juniores. As dificuldades já foram previstas pelo técnico Adelson de Almeida durante a semana e o seu objetivo ficou evidente quando deixou alguns jogadores tidos como titulares no banco.

Para os torcedores ficou a impressão que o time terá dificuldade para enfrentar equipes que jogam fechadas e saem rápido no contra-ataque.

Já os atletas mostraram que são experientes ao dizer que os objetivos da partida foram alcançados: identificar eventuais problemas que não se revelam nos treinamentos.

O CEC se reapresenta nesta segunda para iniciar a semana de estréia no Metropolitano. Para os atletas é também um alívio. Até agora a rotina se limitava a treinar e treinar. Com a aproximação do campeonato todos se sentem mais aliviados.

Related Images:

Melhor agora: CEC perde

Dimba: nota positiva em campo
Dimba: nota positiva em campo

Não se pode dar a um jogo-treino um valor maior do que possui. Um jogo-treino é oportunidade para que o treinador avalie os seus comandados em situação de jogo. Se isso for verdade, o técnico Adelson de Almeida poderá tirar muito proveito da derrota do CEC para o Morrinhos.

O CEC iniciou o jogo-treino com algumas modificações em relação ao time titular que vem treinando. A despeito disto, o primeiro tempo do CEC foi abaixo do esperado. O Morrinhos veio com uma proposta muito nítida de jogo: três volantes e uma linha de quatro zagueiros. Ã? frente, Ailton comandava o espetáculo, com dois coadjuvantes. Foi aí o CEC teve a sua primeira lição: é difícil entrar na defesa de um time que congestione o setor. Para piorar, havia muito espaço entre os volantes do CEC e os meias. Foi justamente nesse espaço que Ailton comandou a primeira parte do jogo. Aos 13 minutos do primeiro tempo, como fez ao longo da partida, o Morrinhos atraiu o CEC para o seu campo, retomou a bola ainda na intermediaria e Ailton recebeu livre para marcar o único gol da partida.

Veio o segundo tempo e os treinadores fizeram diversas substituições. O Ceilândia tentou a todo custo empatar a partida, mas foi o Morrinhos quem esteve mais próximo de mexer no marcador. Aos treze a bola explodiu no poste do Gato. Aos 26 (ver fotografia), o Morrinhos voltou a perder outra oportunidade.

O CEC foi valente, mas isso não foi suficiente para empatar a partida. Ao final, a vitória do Morrinhos foi justa, mas nada significa em termos de trabalho.

Imagem do jogo: Morrinhos desperdiça chance
Imagem do jogo: Morrinhos desperdiça chance

Para o torcedor do Gato ficou a impressão de que apenas vontade e valentia não são suficientes. O time pareceu um pouco ansioso e isso é natural. Houve alguns aspectos positivos a serem considerados. O maior deles, talvez, tenha sido a atuação de Dimba. No mais, aquilo que se viu já fora, de certo modo, previsto pelo técnico Adelson de Almeida.

Se dentro de campo as notícias não foram boas, fora de campo vieram boas notícias: enfim o CEC fechou com o patrocinador. Já para o clássico vovô, dia 16, no Abadião, o CEC deverá estampar em suas camisas o logotipo do BMG.

Related Images:

CEC enfrenta Morrinhos no Abadião

Fabinho e Rildo: elenco deste ano é bom
Fabinho e Rildo: elenco deste ano é bom

Neste sábado, 9 de janeiro, 16h, o Ceilândia enfrentará o Morrinhos, campeão goiano da 2a Divisão 2009 no Abadião. Os dois times aparentemente padecem dos mesmos problemas: o pouco tempo de preparação.

Para o técnico Adelson de Almeida essa será a última oportunidade de testar a sua equipe ideal. Nas entrevistas realizadas, percebeu-se que Adelson estava incomodado seja porque tem muitas peças a disposição ou porque acreditava que faltasse este ou aquele jogador. Os trabalhos da semana foram bons e por isso, talvez, o seu semblante preocupado tenha mudado. A verdade, contudo, é apenas uma: ainda falta alguma coisa.

A proposta de enfrentar o Goiás na próxima semana a princípio foi recusada.

Já o Morrinhos começou a treinar efetivamente nesta semana. A apresentação do time estava prevista para o dia 17 de dezembro. Nesta semana a contratação do meio-campista Juninho Paraíba de 25 e estava no futebol alagoano. O goleiro Matheus ex- Santa Helena, Anápolis e Anapolina poderiam ser contratados.

O técnico Fernandão, campeão com o Morrinhos, somente nesta semana comandou o primeiro treino coletivo nesta preparação para o Campeonato Goiano e o time titular formou com Enival; Flávio, Erlan, Denis e Luiz Henrique; André Conceição, Leandro Guerreiro, Roni e Ailton; Max e Sidney.

Related Images:

Sob sol escaldante, CEC treina forte.

Atletas se esforçam sob sol escaldante
Atletas se esforçam sob sol escaldante

O CEC iniciou a penúltima semana de preparação com trabalho pesado. Durante a manhã, os atletas treinaram fundamentos. No período da tarde, participaram de um puxado treino alemão.

Após pouco mais de duas semanas de treinamento, o técnico Adelson de Almeida já pode perceber que o time tem ganhado condições atléticas. Os treinos tem sido muito puxados. Somente na última semana, o time conciliou treinamentos com três jogos-treinos, o último foi o empate contra os juniores do Goiás, em Goiânia. No próximo sábado o CEC enfrentará o Morrinhos, à s 16horas, no Abadião.

Paralelamente ao trabalho de preparo físico, os jogadores têm treinado fundamentos como parte do objetivo de recuperá-los tecnicamente. Segundo a comissão, há jogadores que estavam há quatro meses sem jogar. Por essa razão, na manhã desta segunda-feira, os jogadores treinaram cabeceio. Adelson gostou do que viu.

Na parte da tarde, os jogadores foram divididos em três equipes para um puxado treino-alemão. Dimba e Fábio Lima não participaram. O primeiro foi poupado. O segundo, machucado na panturilha, não possuía condições de treinar.

Apesar de contar com trinta jogadores no elenco, a diretoria não para e deve contratar outros três jogadores.

No empate contra o time de juniores do Goiás, os gols foram marcados por Tardelly, aos 32, e Dimba empatou logo em seguida, aos 36 do primeiro tempo. Nesse treino, Adelson levou a campo Edinho (Jair), Deivid, Rodiney (Rodrigão), Luizão (Edmar), Mika (Wender); Vieira (Fabinho), Gilmar, Álvaro (William) e Douglas (Rodrigo); Dimba e Leandro Kivel (Cafú).

Related Images: