Tag: Infantil

Base: Juvenil e Infantil goleiam Brazlândia

Sub-17 manteve a liderança na luta pelo bicampeonato.

Jogando na tarde quente deste domingo na Metropolitana, o Gato Preto venceu o Brazlândia tanto na categoria Sub-17 quanto na Sub-15. Com as vitórias, o Gato Preto segue firme na luta pela liderança do Grupo A da competição.

Sub-17: jogo começou difícil, mas aos poucos o Ceilândia fez valer seu melhor jogo.

No primeiro jogo do dia o Ceilândia Sub-17 venceu o Brazlândia por 4 x 0. O resultado mantém o Gato Preto na liderança do Grupo A, seguido de longe pelo Planaltina EC que venceu o Gaminha por 1 x 0.

Ceilândia mantém liderança do Grupo A Sub-17

Depois foi a vez do Ceilândia Sub-15. O time alvinegro construiu o resultado final de 3 x 0 e segue firme na sua perseguição à Aruc, líder do grupo e que venceu o Capital por 3 x 1.

Mau estado do gramado não foi obstáculo a mais uma vitória alvinegra

Nos campeonatos Sub-15 e Sub-17 as equipes do Grupo A enfrentam as do Grupo B. No próximo final de semana, o Ceilândia mede forças com o Gama,  líder do Grupo B.

Candanguinho: Juvenil e Infantil seguem firmes na liderança

Infantil segue firme na liderança do Grupo B do Candanguinho 2018

O Ceilândia voltou a vencer seus adversários na terceira rodada do Candanguinho 2018. Jogando no Paranoá, o time infantil do  Ceilândia venceu o time da casa por 2 x 1.  O time treinado por Paulo Miranda é líder de seu grupo com 9 pontos em 3 jogos disputados.

O time juvenil também passou pelo Paranoá e superou o seu adversário por 4 x 0.  O time treinado por Gleyton Ariani também é líder com 9 pontos em 3 jogos disputados.

A gestão dos times infantil e  juvenil do Ceilândia, assim como do time de juniores, está a cargo da BNT – Brasilia Novos Talentos, parceria que tem rendido bons frutos ao Ceilândia.

No próximo sábado, o Ceilândia enfrenta a Guaraense no CT do Gato a partir das 14h.

Juvenil: temperatura de 33 graus dentro de campo

Juvenil e Infantil: Ceilândia começa bem o Candanguinho 2018

 

Juvenil: temperatura de 33 graus dentro de campo
Em foto de 2012: Ceilândia x Galacticos. Em 2018, Gato Preto tem planos para Copa BH 2019

O Ceilândia está disputando os campeonatos das categorias infantil e juvenil.  O Presidente Ari de Almeida comentou com o CeilandiaEC o desejo de que as parcerias rendam o mesmo resultado com a firmada com a BNT – Brasilia Novos Talentos.

Ari de Almeida assume a presidência do CEC
Ari de Almeida assume a presidência do CEC

É muito cedo para fazer uma avaliação, mas os resultados da primeira rodada dão margem para acreditar no trabalho:

Os juvenis do Ceilandia venceram o Galacticos FC por 3 x 0.  Já o time infantil sofreu um pouco mais para vencer o mesmo Galacticos por 2 x 1. Na próxima semana o Ceilândia enfrenta o Brasília.

Final da Copa AGAP: Infantil luta contra a escrita

Em 2011: Brasilia AF derrotou o CEC por 3 x 2
Em 2011: Brasilia AF derrotou o CEC por 3 x 2

O time infantil do Ceilândia vai enfrentar o Brasilia Academia de Futebol na decisão da Copa AGAP 2012.  As duas equipes vem a anos mostrando um futebol competitivo e, nos últimos confrontos, sempre deu Brasilia AF.

Muito além dos chavões do futebol, o Ceilândia vai ter que jogar muito para ser campeão. O Brasilia AF pode se apresentar como o grande vencedor da AGAP 2012. Além de ter sido campeão no mirim, está disputando as finais do infantil e também do juvenil.

Em 2011, o Brasilia AF venceu o Ceilãndia por 3 x 2. Com um esquema tático bem definido e mostrando uma boa consistência defensiva, o Brasília AF saiu na frente. O Ceilândia perdeu-se em campo e o adversário chegou a abrir 3 x 0 ainda no primeiro tempo. Veio o segundo tempo e o CEC diminuiu com Klisman e Wallysson.

CEC perdeu algumas chances, mas o Brasilia AF foi sempre mais consistente
Em 2012, CEC perdeu algumas chances, mas o Brasilia AF foi sempre mais consistente

Já neste ano, pela fase de classificação da Copa AGAP, o Brasília AF venceu novamente, desta vez com mais facilidade. Demonstrando as mesmas características de 2011, mas com um time fisicamente mais maduro que o time do Ceilândia, o Brasília AF foi senhor das ações o jogo inteiro.

Na essência, o Brasília AF não mostrou um futebol envolvente. Tecnicamente o que se viu foi que o Ceilândia era melhor, mas o Brasília AF mostrou ser mais consistente tatica e fisicamente.  Se o Ceilândia quiser ser campeão, vai ter que jogar concentrado a partida inteira e não permitir que a força física do adversário se imponha. Sinal de jogo duro pela frente.

O local e o horário da decisão ainda não foram definidos.

AGAP: Infantil tem lição de humildade

Infantil foi atropelado pelo Brasília AF: lição de humildade
Infantil foi atropelado pelo Brasília AF: lição de humildade

O time infantantil do Ceilândia perdeu a sua primeira partida na Copa Agap 2012. Jogando na sede social do CAESO, o time infantil do CEC teve uma grande oportunidade para descobrir que as coisas precisam melhorar.

O maior problema demonstrado foi a ausência de um jogo estruturado. O CEC cansou de fazer a ligação direta da defesa para o ataque, ignorando o meio de campo. Com o time mais forte fisicamente, o Brasilia AF manteve o controle da partida e fez 3 x 1.

O CEC até que se esforçou, mas a ausência de um jogo de equipe, facilitou as coisas para o adversário. Sem a noção de equipe, o Gato abusou do individualismo e com cada um jogando prá si é mais fácil derrotar qualquer time, inclusive o Ceilândia.

Juvenil perde boa oportunidade contra o Brasilia AF
Juvenil perde boa oportunidade contra o Brasilia AF

JUVENIL e  o jogo duro

O time juvenil enfrentava o seu correspondente e fazia um jogo equilibrado. O placar sem gols mostrava o equilíbrio no começo do primeiro tempo. Mais informações em instantes.

CEC passa pelo Brazlândia na Agap

Partida com lances disputados no infantil
Partida com lances disputados no infantil

 

Sub 15 – Infantil do Ceilândia EC, às 09:00, 01/04 – O Ceilândia venceu o Brazlândia neste domingo em jogo válido pela segunda rodada a Copa Agap 2012. A partida foi disputada no campo de gramado sintético da Praça dos Eucalíptos, em Ceilândia.

O Ceilândia abriu o marcador logo no início da partida com Lucas Vogado cobrando pênalti. Não demorou muito e o Brazlândia empatou, também de pênalti. O Ceilândia era melhor em campo e Lucas Vogado voltou a colocar o Gato na frente. Antes do término do primeiro tempo, Ronaldo Rodriues fez 3 x 1 para o Ceilândia.

CEC é líder do seu grupo
CEC é líder do seu grupo

Veio o segundo tempo e o CEC continuou melhor e Pedro Henrique marcou duas vezes para selar o marcador.

Em termos gerais o Ceilândia mostrou que tem bons valores individuais, mas ainda carece de uma melhor definição como equipe. O time do Brazlândia mostrava enormes problemas de posicionamento e isso facilitou a vida do Gato. Em comparação com o adversário o Ceilândia estava muito melhor fisicamente e isso também fez a diferença.

Juvenil teve um jogo mais complicado
Juvenil teve um jogo mais complicado

Sub 17 – Juvenil do Ceilândia EC, às 11:00 – Os times juvenis de Ceilândia e Brazlândia fizeram uma partida mais igual. O Ceilândia abriu o marcador nos primeiros minutos com Felipe Teixeira e isso trouxe alguma tranquilidade.

O jogo permaneceu truncado, mas com o CEC jogando melhor. Leo Nunes fez boa jogada e foi à linha de fundo deixando Thomas Magno na cara do gol 2×0.

 

CEC perdeu muitos gols
CEC perdeu muitos gols

No segundo tempo o CEC parecia sonolento e o Brazlândia aproveitou para assumir o controle da partida. O resultado desse comportamento foi que o Brazlândia diminuiu. Com o gol sofrido, o CEC acordou e numa jogada de velocidade Rodrigo Alcântara fez 3×1.

Com a vantagem o CEC voltou a administrar a partida. O forte sol obrigou a uma parada técnica. No final Felipe Teixeira ampliou para  4×1,  placar final. O CEC ganha uma semana pra fazer os ajustes para o jogo contra a LIPOCC dia 14 de abril.

Infantil e Juvenil começam AGAP 2012 com o pé direito!

Infantil e Juvenil começaram bem, mas tropeço no domingo prova que time não está pronto
Infantil e Juvenil começaram bem, mas tropeço no domingo prova que time não está pronto

Os meninos do Ceilândia tiveram um final de semana super puxado. No sábado, o time juvenil enfrentou o Bola de Ouro no Estádio Rorizão, em Samambaia, e aplicou 7×1 enquanto o time juvenil venceu por 2 x 1.

A equipe Sub 15 – Infantil do Ceilândia EC, às 09:00, 24/03, estádio Rorizão, Samambaia começou com vitória contra o Bola de Ouro. Foi uma partida equilibrada. Pedro Henrique fez 1×0 no primeiro tempo. O resultado poderia ser mais tranquilo, mas o CEC errou muitas finalizações. No segundo tempo, o Bola de Ouro empatou cobrando penalti. O CEC assumiu o controle da partida e buscou a vitória a todo instante. Tanto esforço foi premiado com o gol de Lucas Vogado a cinco minutos do final.

A equipe Sub 17 – Juvenil do Ceilândia EC, às 11:00 estreou com goleada contra o Bola de Ouro. Leonardo Nunes a sete minutos fez 1×0 numa boa jogada de Felipe Teixeira que depois fez 2×0.  Leonardo Nunes ampliou 3×0, Agnus Cley fechou 4×0 primeiro tempo. No segundo o CEC voltou para administrar o placar, Rodrigo Alcantara fez 5×0. Numa bobeada do meio de campo o goleiro Italo saiu nos pés do atacante fez a defesa, mas o arbitro marcou penalti, 5×1.  Leonardo Nunes ainda marcou mais dois pra fechar 07×01.

Depois das vitórias do sábado, as atenções estavam voltadas para as decisões do domingo: no campo da 10 em Ceilândia, às 09:00, Juvenil: Ceilandia EC x Universo, às 10:00, Escolinha: Ceilandia EC x P Sul, às 11:00, Infantil: Ceilandia EC x Contato e às 15:30, Profissional, Luziania X Ceilandia EC se Deus quizer será um dia de vitórias. Venha prestigiar.

FINAIS DO SOCIETY

Ceilândia perdeu duas das finais disputadas
Ceilândia perdeu duas das finais disputadas

A equipe Sub 17 – Juvenil do Ceilândia EC, às 09:00, 24/03, não conseguiu ser acertar em campo e perdeu para o Universo. Saindo atrás no marcador, o CEC tentava o empate a todo custo, mas com muitos erros de passes não conseguia chegar no ataque. No meio não ganhava uma bola, nem de longe parecia a equipe que venceu no sábado a equipe do Bola de Ouro na estréia da Copa AGAP 2012 por 7×1 no estádio Rorizão em Samambaia.

Foram feitas várias alterações mas nada dava certo, ninguém correspondia. O time mal andava em campo e o segundo gol era inevitável. No segundo tempo o CEC até voltou melhor,  não conseguia ser superior mas equilibrou a partida.  Jean Carlos diminuiu 2×1, mas numa bola parada logo em seguida o Universo ampliou 3×1, novamente Jean Carlos fez o segundo 3×2, o CEC saiu por tudo ou nada e nos contra ataques levou o quarto gol que deu números finais a partida é o título merecido para a equipe do Universo.

Foco agora é no mais importante: Copa AGAP
Foco agora é no mais importante: Copa AGAP

A equipe Sub 13 – Mirim do Ceilândia EC, às 10:00, tem jogo equilibrado, marca 1×0 com Yuri, passa a dominar a partida até final do primeiro tempo. No segundo tempo a equipe do P Sul vem com força total, mantém o CEC na defensiva, não consegue sair e o P Sul passa a finalizar mas é parado nas defesas do goleiro Matheus, na uma saída boa do CEC Kerverton faz 2×0, mas o P Sul continua bem na partida e faz 2×1, e no faltado cinco minutos empata a partida 2×2, curiosamente o árbitro encerra a partida que vai para a decisão dos pênaltis. O P Sul faz 1×0, Ruan faz por CEC, P Sul 2×1, Jairo do CEC perde, o P Sul fecha 3×1 levando o título merecido, o CEC surpresa da competição resta levantar a cabeça e se preparar para o campeonato de Ceilãndia desta no campo. Será surpresa novamente? Parabéns.

A equipe Sub 15 – Infantil do Ceilândia EC, às 11:00, entra em campo sobre pressão afinal o Juvenil e mirim não tinham conseguido o título, o Contato partiu logo pra cima, foram 10 minutos de pressão, o CEC equilibrou a partida e fez 1×0 com Pedro Henrique, daí em diante o goleiro do Contato seria a figura mais importante do jogo com várias defesas importante, cinco delas pareciam impossíveis, outra caído bateu na sua cabeça e saiu, o gol do Contato só veio premiar suas defesas 1×1.

CEC encerra a temporada do terrão. AGAP e Metropolitano no gramado
CEC encerra a temporada do terrão. AGAP e Metropolitano no gramado

No segundo tempo parecia que nada mais iria acontecer, jogo muito equilibrado nos dez minutos iniciais, mas Lucas Vogado faz 2×1 por CEC que passa a tocar a bola, gastar o tempo que era muito, o Contato não conseguia levar perigo, e de tanto tocar a bola veio à jogada que terminou nos pés de Alex que fez 3×1 à cinco minutos finais, o CEC foi segurando a bola até apito final do árbitro Julio Cesar. O título veio para comemoração da equipe do CEC após jogo muito cansativo no sábado pela Copa AGAP 2012 que estréia com vitória por 2×1 contra o Bola de Ouro no estádio Rorizão em Samambaia.

Base em ritmo acelerado

CEC se prepara para a Copa AGAP: no próximo domingo, enfrenta o Galacticos
CEC se prepara para a Copa AGAP: no próximo domingo, enfrenta o Galacticos

As equipes de base do CEC tiveram um final de semana de muito trabalho.  No sábado, o time sub 15, infantil A-97, enfrentou o NEC em  jogo que valia a classificação para ambos.  Foi um jogo de muitas reviravoltas e depois de estar perdendo por 3 x 1 o CEC empatou a partida. Os gols do CEC foram marcados por Vogado, Daniel e Klisman.

No mesmo dia, o time infantil B-98, enfrentou o Uni 10 e venceu por inacreditáveis 11×1. Os gols do CEC infantil B foram marcados por Xandinho (1 e 4), Coreia (2,8, 9), Matheus Dias (3), Joao Victor (5 e 6,  Leozinho (7),  Ramon (10 e 11).

No sábado, vitória esmagadora: 11x1
No sábado, vitória esmagadora: 11x1

No domingo, a equipe juvenil do CEC enfrentou o time adulto do Botafoguinho e venceu por 5 x 2. Os gols Destaque para os quatro gols marcads por Rosinha.  João Marcos fez o outro gol do CEC.

 

CEC oscila no society

CEC disputa campeonato society
CEC disputa campeonato society

Enquanto a AGAP não vem, o CEC mantém a molecada em atividade disputando o campeonato de futebol society de Ceilândia. Neste domingo, o time juvenil empatou em 1 x 1 com o Girassol. O gol do Gato foi marcado por Jean Carlos nos minutos finais da partida.

O time sub 15 jogou contra o mesmo Girassol e o CEC virou nos minutos finais para vencer o adversário por 5×4. Os gols do CEC foram marcados por Alex, Lucas Vogado (2), Ronaldo (de bicicleta) e Fabrício.

Na categoria Sub 13 – Mirim – O Ceilândia EC perdeu para o Girasol por 3 x 2. Os gols do CEC foram marcados por Wellington e João Victor.

O time Infantil“B-98”  do CEC jogou contra o Juventude e manteve esperanças de classificação ao vencer por 4 x3. Os gols foram marcados por João Victor, Ramon (2) e Matheus Henrique.

Final de semana ruim para o Gato

Final de semana de derrotas na base

Final de semana ruim para o Gato
Final de semana ruim para o Gato – Credito: Antonio Gomes

As categorias de base sobrevivem ao próprio abandono. Na base da raça o Ceilândia começou mal tanto na categoria infantil, quanto na juvenil e, apesar da reação, acabou derrotado nas duas categorias.

O time juvenil perdeu por 1×0 para o Brasilia AF, num jogo onde a equipe se superou, mas errou e foi castigado com gol no final da partida.

Já a equipe infantil do CEC após errar muito no primeiro tempo e sair perdendo por 3×0 conseguiu reação no segundo tempo e perdeu por 3×2. Klisman e Wallysson e anotaram para o GAto.

Com as incertezas da semana, treino suspenso no campo sintetico, mesmo assim times guerreiros e com novas esperanças cairam lutando. Segue a caminhada sofrida, sofrida para Antonio Gomes e seus comandados.

Copa Agap: Infantil segura o líder – 2 x 2

Pressão do Planalto: O Ceilândia conseguiu um bom resultado
Pressão do Planalto: O Ceilândia conseguiu um bom resultado

O time infantil do Ceilândia enfrentou um adversário qualificado na manhã deste domingo no Ct do Jaguar e não decepcionou. É verdade que futebol por futebol o  Planalto mostrou mais consistência, mas o Ceilândia também mostrou lá as suas qualidades e poderia ter vencido quando no último segundo o zagueiro adversário salvou um gol certo.

Foi uma partida difícil. O Planalto dominou a maior parte das ações e, num esquema muito ofensivo, encurralou o Ceilândia contra o seu campo de defesa. A despeito do domínio, o Planalto era incapaz de criava em termos numéricos o mesmo número de oportunidades que o Ceilândia. Numa dessas o adversário  abriu o marcador.

O resultado negativo não mudou a maneira de jogar do Ceilândia.  Num lance relativamente fortuito o Gato empatou no segundo tempo.  O Planalto, melhor atleticamente,  manteve o domínio da partida, mas sem grande inspiração.  O jogo bem que poderia terminar em 1 x 1 tal era o domínio das defesas sobre os ataques. O problema é que numa furada da defesa do Ceilândia o Planalto fez 2 x 1.

Três contra um: nesse lance o Planalto fez 2 x 1
Três contra um: nesse lance o Planalto fez 2 x 1

O segundo gol não mudou o panorama da partida. O Planalto tinha mais posse de bola, mas o Ceilândia, nas poucas vezes que tocava a bola encontrava o espaço necessário para levar perigo a meta adversária. Foi assim que, num lance de categoria de Danilo, o Ceilândia empatou a partida em 2 x 2.

Após o segundo gol do Ceilândia o Planalto pareceu ter sentido o golpe e permitiu ao Gato que articulasse uma ou outra jogada. A partida reservou emoções até o último segundo quando em bela cabeçada o Ceilândia poderia ter vencido a partida, mas o zagueiro defendeu sobre a linha.

Em termos de campeonato não foi um bom resultado. Mas quem assistiu a partida pôde ver que o Ceilândia está ganhando corpo. O Planalto é um time forte. O Gato apenas ensaia os primeiros passos e, ganhando um pouco mais de consistência, pode se firmar entre os verdadeiros candidatos ao título.

Classificação atualizada até 17.04.2011, 18h00

[standings league_id=8 Group=B template=extend logo=false]

Infantil – duas no cravo, duas na ferradura: 2 x 4 Vasco-DF

Ceilândia no ataque: sem criar situações claras de gol
Ceilândia no ataque: sem criar situações claras de gol

 

O time infantil do Ceilândia mostrou que está evoluindo. Dominou o Vasco-DF na maior parte do tempo, mas foi incapaz de criar situações claras de gol. O adversário, bem postado na defesa e explorando os contra-ataques em velocidade foi mais eficiente e arrancou um resultado expressivo na manhã deste domingo.

O Ceilândia não jogou mal. Em campo mostrou que coloca a bola no chão, faz boa transição da defesa para o ataque e até mesmo uma boa transição de um lado para o outro. Em termos de fundamentos o time parece estar bem. O time mostrou que está amadurecendo, mas ainda não o suficiente para enfrentar adversários do tipo do Vasco-DF.

 

O primeiro  tempo foi todo do Ceilândia, mas o time mostrou uma grande dificuldade para criar. O adversário neutralizou as principais jogadas do Ceilândia, que passou a depender demasiadamente de seus volantes. Sem inspiração e sem uma boa aproximação pelo meio,  o time viu o Vasco-DF abrir dois a zero no marcador.

Ceilândia na defesa: um mau dia
Ceilândia na defesa: um mau dia

Veio a segunda etapa e o Vasco-DF manteve o mesmo padrão de jogo. Time bem fechado e dois atacantes rápidos e de boa qualidade. Para piorar o adversário ainda contou com duas infelicidades da zaga alvinegra. Na primeira o Vasco-DF fez 3×0.  Entre esta e a segunda o Ceilândia diminuiu em cobrança de falta. Logo em seguida o Vasco voltou a ampliar. Pouco antes do término, Danilo, que até então fora completamente dominado pela marcação adversária, marcou o segundo gol do Ceilândia.

Há duas coisas a considerar: o resultado não foi bom, mas o futebol demonstrado sim. Há tempo para o time consertar os erros e ganhar um pouco mais de força.

Infantil segue em busca da afirmação: 5 x 1

Infantil venceu mais uma
Infantil venceu mais uma

O infantil do Ceilândia conseguiu a sua segunda vitória consecutiva na Copa Agap 2011. Jogando na manhã deste domingo no CT do Jaguar, o Ceilândia venceu a equipe do Fluminense por 5×1. O time do Ceilândia fez uma boa partida na primeira etapa circunstância que foi facilitada pelo fato de que o Fluminense veio com a equipe incompleta.

Independente disso, o Gato abriu o marcador logo cedo, com Danilo Martins.  Ronaldo Rodrigues fez 2×0 com a equipe bem a vontade em campo.  Matheus Filipe de cabeça fez 3×0. Jà na segunda etapa Jorge Lucas ampliou 4×0. Após o quarto gol o Ceilândia se perdeu em preciosismos e dribles desnecessários. O resultado é que o Fluminense teve o seu melhor momento na partida e diminuiu o marcador. Logo em seguida Ronaldo Rodrigues recebeu um belíssimo passe e tocou por cobertura sobre o goleiro dando números finais.

O resultado, aliado à do Vasco por 3×0 para o Galacticos deve levar o Ceilândia a figurar pela primeira vez entre os classificados.

GALERIA DE FOTOS

[slideshow id=13]

Juvenil: hora de iniciar a recuperação

Diferentes

Infantil: em busca da afirmação
Infantil: em busca da afirmação

Os times infantil e juvenil do Ceilândia têm desafios diferentes nesse final de semana. Enquanto o time infantil comemora a vitória do último final de semana sobre um adversário de respeito e diminuiu o vexame da estréia, o time juvenil vai em busca da recuperação. O time infantil procura diante do Fluminense mostrar que a vitória diante da Guaraense não foi obra do acaso e que é um um candidato a uma das vagas nas oitavas de final.

Juvenil: hora de iniciar a recuperação
Juvenil: hora de iniciar a recuperação

Já o time juvenil precisa da vitória diante do Fluminense para apagar os últimos insucessos.  Por todas essas razões, a semana de treinamento serviu não apenas para que os meninos se preparassem para a partida, mas também para conscientiza-los de que há muito caminho pela frente e que em circunstâncias normais o Ceilândia deve se classificar e ser um dos finalistas.

Os jogos serão disputados a partir das 9h00 deste domingo no CT do Jaguar.

Ceilândia passa pela Guaraense

 

Danilo: primeiro gol e bom passe
Danilo: primeiro gol e bom passe

Logo após a derrota do time juvenil diante da Guaraense havia uma dúvida: como o time infantil se comportaria. Os primeiros minutos foram determinantes. A Guaraense veio com tudo para cima do Ceilândia, o alvinegro suportou a pressão inicial e aos poucos foi equilibrando a partida. Diferentemente das partidas anteriores, quando o Ceilândia parecia acreditar na autossuficiência, o time infantil não se deixou pressionar.

O começo foi muito nervoso, mas Danilo em jogada invididual colocou o Ceilândia na frente com um belo chute de fora da área.  Depois do gol o CEC soltou-se um pouco mais e Wallysson de falta fez 2 x0. O jogo encaminhava para a vitória do Ceilândia quando a Guaraense diminuiu. Daí em diante o CEC sofreu com a pressão da Guaraense.  Antonio Gomes colocou Ronaldo no lugar de Aroldo procurando melhorar o passe. Tirou Pedro e colocou Wisley quando faltavam 10 minutos para o final. Foi justamente em jogada de Wisley e Ronaldo que a vitória sacramentada. A dupla tabelou e Ronaldo com um leve toque por cima do goleiro definiu o marcador: CEC 3 x 1.

Tudo sobre a Copa Agap você encontra aqui: http://www.ceilandiaec.com.br/?page_id=3859

Galeria de Fotos

[slideshow id=10]